Curiosidades

O provador mágico da Amazon

0

A Amazon divulgou que terá sua primeira loja de roupas, a Amazon Style. A data de lançamento está marcada para este ano, no The Americana at Brand, um dos mais famosos complexos comerciais de Los Angeles, nos Estados Unidos. Entre as novidades desse modelo, está o pagamento pela palma da mão e o provador com touchscreen (tela sensível ao toque). Para a empresa, isso é uma forma de oferecer uma experiência tecnológica que inspire os consumidores.

Por meio de comunicado à imprensa, a Amazon declarou que a meta com a loja é oferecer uma experiência customizada, por meio do uso dos algoritmos da machine learning (aprendizado de máquina com inteligência artificial).

“À medida que os clientes navegam na loja e digitalizam os itens que chamam a atenção, recomendamos escolhas apenas para eles. Para uma experiência ainda mais personalizada, os clientes podem compartilhar informações como estilo, ajuste e outras preferências para receber recomendações mais refinadas.”

Em entrevista à CNBC, Simoina Vasen, diretora-geral da Amazon Style, disse que a loja deve oferecer diferentes produtos com variados preços. Ela afirmou que os clientes devem encontrar itens de US$ 10 (R$ 54, em cotação atual) até de US$ 400 (R$ 2.169 na conversão direta).

O anúncio da abertura da loja foi feito no dia 20 de janeiro. O provador tecnológico foi apelidado de armário mágico.

“Não faríamos nada no varejo físico a menos que sentíssemos que poderíamos melhorar significativamente a experiência do cliente”, afirmou Simoina Vasen, diretora administrativa.

Com 2.787 metros quadrados, a “Amazon Style”, será menor do que uma loja de departamentos típica.

Provador tecnológico do Amazon

Reprodução Amazon

Na loja, as pessoas encontrarão as peças exibidas em um único tamanho e cor. Ao gostarem de um modelo, poderão escaneá-lo via QR code, utilizando o Amazon Shopping, para localizar as melhores opções de tamanho e cor.

A companhia afirma que, em minutos, o provador estará pronto com as peças escolhidas e o consumidor será notificado pelo celular. Assim, os clientes não precisarão carregar diversas peças pela loja e nem ficar procurando pelo tamanho ideal.

“É como um armário mágico com uma seleção aparentemente interminável”, disse Vasen.

Já no provador, que terá uma tela touchscreen, os compradores poderão pedir novas peças, cores e tamanhos. Elas serão colocadas, por funcionários, em locais projetados para essa função.

Vasen explica que o provador é “um espaço pessoal para você continuar comprando sem ter que sair do local”.

Além disso, a Amazon manterá um registro de todas as mercadorias digitalizadas pelo cliente para que o algoritmo personalize as recomendações. Também, pode ser preenchida uma pesquisa sobre seu estilo de se vestir. Com isso, os funcionários já depositam nos provadores os itens selecionados pelo cliente e indicações da Amazon.

Vasen explica que a loja física busca atrair um maior número de clientes e centenas de marcas.

Fonte: UOL, CNN

Conheça o peixe com cabeça transparente

Matéria anterior

Elefantes gêmeos nascem no Quênia

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications