Curiosidades

Os níveis de poluição mais altos do mundo

0

Não é novidade que a poluição do planeta Terra tem acontecido de forma desenfreada. No mar, além do despejo de esgoto, existem quantidades absurdas de lixo que matam os animais marinhos ou os obriga a viver em um ‘mar de lixo’.

Rios importantes já são conhecidos como depósito de lixo e esgoto de cidades inteiras, a exemplo do Rio Tietê, no estado de São Paulo. Da mesma forma, diariamente são depositados montanhas de lixo em locais inapropriados.

Mas a grande questão da poluição não é apenas o lixo. Diversas indústrias liberam fumaça de forma deliberada na atmosfera e isso contribui de forma intensa para o aquecimento global. Ao redor do mundo, diversos governos tentam travar acordos para trabalhar de forma conjunta no combate à poluição.

No entanto, é comum perceber que as indústrias conseguem driblar as fiscalizações. Além disso, não são todos os países que se comprometem em diminuir os níveis de poluição, a exemplo do Brasil. Atualmente, diversos tipos de agrotóxicos perigosos foram liberados, o que contribui diretamente na poluição de rios e nascentes.

Apesar do trágico cenário, existem locais poluídos de forma significativamente maior. Isso porque, no mundo em geral, mais carros estão nas ruas e as cidades têm crescido de forma acelerada.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), nove em cada 10 pessoas em todo o mundo respiram ar poluído. Além disso, a organização estima que cerca de 7 milhões de pessoas morrem a cada ano em decorrência de doenças causadas pela poluição, como derrame e câncer de pulmão. Conheça, então, seis das cidades mais poluídas do mundo.

Linfen, China

Linfen é uma cidade da República Popular da China, que está na província de Xanxim. Ela foi considerada a cidade com maior nível de poluição encontrada no planeta. Trata-se de uma região rica em carvão. Essa é, inclusive, a principal fonte de poluição na cidade. Os habitantes da cidade devem usar máscaras de proteção facial diariamente, como item essencial na rotina, e não apenas durante pandemias.

poluição

South China Morning Post

A produção de carvão mineral emite uma enorme quantidade de pó no ar. Devido à elevada densidade apresentada por essa poluição, o pó não se dispersa e fica retido na atmosfera. Outro agravante é que metade da população de Linfen fuma regularmente. Por isso, os índices de doenças respiratórias na cidade são extremamente altos.

Tianjin, China

A cidade de Tianjin representa a 29ª maior aglomeração do mundo e a 11ª cidade mais populosa do planeta. É, também, a quarta cidade mais rica da China. A grande produção de Chumbo fortalece a economia local, mas, ao mesmo tempo, contribui de forma intensa para os índices de poluição.

Getty Images

A cidade é considerada 8,5 vezes mais poluída do que o máximo aceito pelas entidades chinesas de saúde. Além do ar, os solos e os rios também estão comprometidos. Quase 150 mil casos de contaminação por chumbo já foram registrados no local.

Frequentemente são registrados picos de poluição na cidade. Isso obriga o governo local a restringir a quantidade de veículos circulando nas ruas e o funcionamento das fábricas. Além disso, as aulas são suspensas para que as crianças fiquem em casa.

Sukinda, Índia

A cidade de Sukinda é responsável por cerca de 98% das reservas de cromita, ou minério de cromo, do país. Consequentemente, a exploração no local acontece de forma intensa. No entanto, essa exploração acontece sem regulações adequadas e a poluição registra altos índices.

A única fonte de água potável da cidade é o rio Brahmani. Com os níveis de exploração, cerca de 60% da água do rio contém cromo em níveis que superam o dobro do que é permitido. Como consequência, quase 85% das mortes nas áreas de mineração acontecem devido a doenças relacionadas ao cromo.

Vapi, Índia

Conhecida como ‘Cidade dos Produtos Químicos’, Vapi tornou-se poluída em função de seu parque industrial. Na região, as regras de preservação ambiental não são seguidas, o que eleva os níveis de poluição de forma intensa.

Down To Earth

O lençol freático que abastece a região é 96 vezes mais poluído do que o máximo permitido pelas autoridades de saúde. Com isso, a população sofre com constantes problemas relacionados com intoxicação, além do desenvolvimento de diversos tipos de câncer.

La Oroya, Peru

A cidade de La Oroya também sofre com a poluição por chumbo. Cerca de 99% das crianças apresentam quantidades significativas de chumbo no sangue, o que é preocupante. Além disso, o chumbo é consumido frequentemente através da água.

poluição

Radio Nacional

Algumas empresas estrangeiras são responsáveis pela situação vivenciada na região. É o caso da estadunidense ‘Doe Run Corporation’, que encontra-se na região desde a década de 1920 com a função de explorar o recurso. Mesmo que a exploração fosse interrompida hoje, os níveis de contaminação continuariam sendo percebidos por muito tempo.

Dzerzhinsk, Rússia

A construção da cidade russa teve início em 1929, com o objetivo claro de ser um local destinado às produções químicas. Com isso, a cidade tornou-se o centro de produção de armas químicas durante a Guerra Fria.

Atualmente, a província continua realizando a mesma atividade comercial, o que atribui a ela o título de cidade mais poluída quimicamente do mundo. O índice de mortalidade da região é alto e a expectativa de vida não ultrapassa os 47 anos.

Quando surgiram os desodorantes?

Matéria anterior

O surgimento da internet

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos