Curiosidades

Por que as pessoas pagam para inalar gás radioativo?

0

Parece estranho ler que algumas pessoas pagariam para inalar gás radioativo, no entanto, existe a inalação de radônio, que é usada para aliviar dores. De acordo com o jornalista científico inglês Tom Scott, isso pode estar sendo feito na Alemanha há mais de 100 anos.

Ele visitou “Sanitätsrat Dr. Túnel de Jöckel”, o único túnel de radônio do país. A terapia com radônio ACURADON é utilizada para tratamento de dor em pacientes com doenças inflamatórias e reumáticas crônicas.

A empresa ACURADON Heilstollen, em seu site, explica que o gás radioativo radônio é um componente natural do ar que respiramos. A terapia acontece dentro da montanha, com o auxílio da tecnologia de filtro e alimentação no túnel. Com isso, eles afirmam garantir que os pacientes inalem a quantidade de medicamento necessária de radônio puro para aliviar a dor, sem estarem expostos a riscos.

Essa terapia é utilizada para tratar doenças crônicas como artrite reumatóide, espondilite anquilosante, fibromialgia, artrose, psoríase, esclerodermia, doenças degenerativas do sistema músculo-esquelético e dores musculares e articulares crônicas após a operação.

Como começou a inalação deste gás radioativo

Reprodução

Todos os anos, centenas de pessoas vão ao túnel da mina em Bad Kreuznacher Nahe-Ufer inalar o gás radônio que origina-se das profundezas da rocha. Os visitantes ficam uma hora expostos à radioatividade para tratar as doenças.

A cidade de Renânia-Palatinado iniciou o tratamento a pacientes com radônio em 1912. Esse gás é produzido quando o metal rádio, localizado na crosta terrestre, se decompõe.

“O radônio tem um efeito analgésico e duradouro”, afirmou o conselheiro médico Hans Jöckel. O clínico e médico é o diretor do único túnel de radônio alemão.

Como é feita a terapia

A terapia conta com oito a doze sessões de uma hora. Depois disso, o paciente pode voltar à vida cotidiana sem precisar de acompanhamento adicional. O gás de radônio entra na corrente sanguínea através da inalação e emite, de forma contínua, radiação alfa fraca.

Para os especialistas, essa radiação, em baixa dose, pode estabelecer um estímulo no corpo, no sistema imunológico, e por isso tem um efeito anti-inflamatório e analgésico. 

Acredita-se que a terapia com radônio oferece aos pacientes com dor crônica uma forma eficaz de aliviar a dor por até um ano. Porém, para inalar esse gás é preciso de receita médica, que precisa ser prescrita pelos médicos do spa.

Na montanha, o radônio flui por um tubo de plástico para o trato do túnel. Além disso, um dispositivo de medição verifica o fluxo de ar. De acordo com Jöckel, a ação não apresenta perigo porque o montante é pequeno. “Com a radioatividade, é tudo uma questão de dose”, afirmou o médico.

Riscos de exposição ao gás radioativo

Bad Kreuzna

De acordo com o Escritório Federal alemão de Proteção contra a Radiação, os benefícios da terapia com radônio são controversos. Isso porque a exposição ao radônio pode aumentar o risco de câncer de pulmão. 

“Quando exposto a uma quantidade constante, o radônio é o segundo maior risco de câncer de pulmão depois do fumo”, afirmou uma porta-voz do escritório.

Conforme as estimativas de especialistas, aproximadamente 5% de todos os casos fatais de câncer de pulmão na Alemanha, cerca de 1.900, são provocados pelo radônio nas residências.

Além disso, não há uma explicação exata se o radônio foi a verdadeira causa do sucesso no tratamento com a terapia. Ainda assim, estudos isolados apresentam evidências positivas. Por isso, acredita-se que se os benefícios e riscos foram estudados de forma individual e o tratamento supervisionado, a terapia de radônio pode ser justificada. Como parte de um tratamento médico, ele pode reduzir o uso de medicamentos, leves e fortes, ao longo prazo, age melhor em doenças crônicas.

Fonte: MDIG, Hypeness

Nasa: Missões investigarão o clima da Terra

Matéria anterior

Alemanha: esqueletos medievais são encontrados

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos