CuriosidadesNotícias

Alemanha: esqueletos medievais são encontrados

0

Na cidade de Knittlingen, na Alemanha, um cavalo decapitado foi encontrado ao lado do esqueleto de um guerreiro merovíngio. Eles estavam em um antigo cemitério. A novidade foi anunciada ao mundo no dia 28 de dezembro de 2021, pelo Escritório Estadual de Preservação de Monumentos de Baden-Wuerttemberg.

O esqueleto do guerreiro foi encontrado cercado de joias raras e armas. Além disso, no mesmo cemitério, foram localizadas outras 109 sepulturas medievais da elite merovíngia.

Como encontraram os esqueletos na Alemanha

Baden-Wuerttemberg State Office for Monument Preservation

Este local foi achado em 1920, quando decidiram construir uma ferrovia, que acabou nunca sendo concluída. Já em 1984, enquanto desenvolviam uma área residencial, outros túmulos foram encontrados no cemitério.

A retomada deste empreendimento fez com que novas investigações arqueológicas fossem realizadas. Com isso, as sepulturas medievais foram localizadas, podendo notar que, em sua maioria, estavam dispostas em fileiras. No entanto, alguns membros da elite foram enterrados de forma diferente, em uma vala circular.

Entre os enterros encontrados haviam as câmaras mortuárias de madeira mais trabalhadas e as simples. Uma característica era que os indivíduos estavam em trajes tradicionais, de acordo com o costume daquela época. Eles portavam colares de pérolas, brincos, braceletes, cintos com discos decorativos e utensílios de uso diário, como facas e pentes.

O cemitério

Baden-Wuerttemberg State Office for Monument Preservation

O cemitério acabou sendo invadido por ladrões de túmulos diversas vezes. No entanto, ainda é possível ver a condição de vida dos mortos. Isso porque junto também estavam itens armamentistas, como espadas, lanças e escudos, e vasos de cerâmica, em que acredita-se ter sido usados para guardar alimentos, visto que tinham resquícios de ossos de animais e cascas de ovos.

Ainda em Knittlingen, especialistas já encontraram túmulos da segunda metade do século 6. Entre eles está o esqueleto de uma mulher enterrada com trajes típicos daquela época. Também encontraram um broche de disco de ouro que foi escavado no túmulo de uma outra mulher um pouco mais jovem, item que faz parte da moda do século 7.

“Como era de se esperar, devido à localização de Knittlingen, em uma paisagem fértil de antigos assentamentos, as investigações também revelaram descobertas pré-históricas individuais, ou seja, da Idade da Pedra”, disse Folke Damminger, oficial responsável pelas investigações, em comunicado oficial.

De acordo com Damminger, também foram encontrados fragmentos de cerâmica que estima-se ser da época do período neolítico, por volta de 5 mil a 4,5 mil a.C. Pode-se esperar mais detalhes a serem revelados em breve, isso porque uma nova escavação está agendada para 2022.

Fonte: Revista Galileu

Por que as pessoas pagam para inalar gás radioativo?

Matéria anterior

7 filmes que acabaram com casamentos na vida real

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos