Curiosidades

Qual é o efeito da Síndrome de Burnout no cérebro?

0

Felizmente, estamos vivendo um momento em que falar sobre saúde mental não é mais um tabu, como já foi no passado. As pessoas estão se sentindo mais confortáveis em debater sobre o assunto e procurar ajuda. Até mesmo porque, hoje, as pessoas estão vendo como é importante ter e manter um equilíbrio emocional. Dentre os problemas de saúde mental está a Síndrome de Burnout.

Ela é caracterizada pelo estado de tensão e estresse em excesso. O distúrbio psicológico está registrado no Grupo V da CID-10 (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde). O transtorno também pode ser conhecido como síndrome do esgotamento mental profissional. Isso porque quase sempre está ligado a uma pressão por desempenho extremo.

Ademais, é sempre bom lembrar que a Síndrome de Burnout não acontece de repente. Na realidade, ela ocorre depois de vários episódios em que os limites pessoais são ultrapassados. Tanto que, a Organização Mundial da Saúde (OMS) a descreve como sendo “resultado do estresse crônico no local de trabalho”.

Burnout

Viver bem

O Burnout é um assunto tão relevante e importante, principalmente nos tempos atuais, que por isso está sempre sendo estudado. Assim como foi feito na reunião organizada pelos pesquisadores da Yale University para discutir o impacto da Síndrome de Burnout no cérebro e o que pode ser feito para revertê-lo.

Dentre os pesquisadores estava a professora de neurociência Amy Arnsten, que se concentra em estudar os efeitos do estresse no cérebro e analisar pacientes de hospitais psiquiátricos. Ela ajudou na compreensão de como o estresse incontrolável afeta o córtex pré-frontal, já que essa região do cérebro é responsável pela concentração, planejamento e execução de tarefas.


De acordo com os estudos feitos por ela, as vias de sinalização de estresse enfraquecem o córtex pré-frontal e fortalecem as partes mais primitivas do cérebro. Segundo Arnsten, a neuroimagem ajuda no estudo da reposta específica do córtex pré-frontal ao estresse. Além disso, através dela já foi possível enxergar que o estresse pode enfraquecer a conectividade da rede pré-frontal, prejudicando a capacidade de concentração.

Cérebro

Drauzio Varela

Contudo, o córtex pré-frontal permite que as deficiências cognitivas do estresse sejam revertidas em um mês em que o estresse for reduzido. O problema é que um ciclo de exposição constante pode ser uma ameaça para a saúde mental a longo prazo.

De acordo com o professor de psiquiatria Mark Rego, a repetição de um colapso mental pode tornar o córtex pré-frontal vulnerável à disfunção. Como resultado, isso pode levar a determinados distúrbios.

Segundo ele, o próximo passo antes que uma pessoa fique oprimida em um estado de depressão é o esgotamento. Para ele, sem o córtex pré-frontal, os humanos seriam incapazes de controlar qualquer ação impulsionada pela emoção.

Efeitos

Meu mundo

Já segundo a professora de psicologia Laurie Santos, a Síndrome de Burnout é composta por três partes.

A primeira é a exaustão emocional, que se caracteriza por uma sensação de esgotamento. A segunda é a despersonalização ou cinismo, que é caracterizada por uma irritabilidade fácil e pelo distanciamento. A terceira é a diminuição da sensação de realização pessoal e aumento da sensação de ineficácia.

Além disso, quando a pessoa está com a Síndrome de Burnout, os circuitos primitivos da amígdala se fortalecem. Eles são uma estrutura cerebral voltada para a manifestação de reações emocionais e na aprendizagem de conteúdo emocionalmente relevante. Isso quer dizer que é como se o próprio cérebro se configurasse para se concentrar em interpretar as coisas de uma forma negativa.

Os especialistas recomendam que para que os efeitos da Síndrome de Burnout no cérebro sejam reduzidos a pessoa deve procurar atividades práticas, como artes, esportes e culinária, além de também conversar com outras pessoas mais frequentemente.

Fonte: Canaltech

Imagens: Viver bem, Drauzio Varela, Meu mundo

Pedido de comida por aplicativo chega com oito dias de atraso para cliente

Matéria anterior

Como as teias são usadas para ampliar a audição das aranhas?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos