Notícias

Vídeo de avó pulando corda conquista a internet

0

Em um vídeo que anda circulando pela internet, uma avó aparece pulando corda com uma vitalidade surpreendente. Pode-se dizer que ela pula melhor que muitas pessoas bem mais novas. Considerando a idade avançada e como o tempo impacta a resistência e a flexibilidade, a avó mostra que ainda está muitíssimo bem.

Percebendo isso, uma internauta até comentou no vídeo: “Pula melhor que eu”. “Gente eu não sei vocês, mas me senti humilhada, já estou comprando uma corda, vovó isso não vai ficar assim hein!”, brincou um usuário. “Galera, que lindeza essa vovó! Cheia de vida e super disposta fisicamente”, comentou outra.

No entanto, não há informações sobre quem gravou o vídeo e nem quem seria a avó em questão. Postado no Instagram do Razões para acreditar no dia 26 de maio, o vídeo já acumula mais de 90 mil curtidas e 500 mil visualizações.

Vovô improvisa academia durante quarentena

Kévin Sganzerla

Outro idoso que deu um show de vitalidade foi o gaúcho Angelo Arcari. Com 75 anos, ele sabe que manter uma rotina de atividades físicas é essencial para ter uma boa saúde física e mental. Então, durante a quarentena, quando não era possível frequentar academias, ele improvisou a sua própria.

Angelo é um frequentador assíduo da academia de seu bairro, em Bento Gonçalves, há muito tempo. Porém, com o coronavírus em alta, ele viu sua rotina mudar drasticamente. Afinal, por pertencer ao grupo de risco, acima de 60 anos, Angelo se viu obrigado a ficar em casa para se proteger de possíveis infecções.

Foi nesse momento que ele teve a ideia de improvisar uma academia no porão de casa. Afinal, quem é apaixonado por endorfina sabe que os músculos precisam se manter ativos. Assim sendo, em sua academia particular, ele montou uma “bicicleta ergométrica”, que é uma bicicleta que ele mesmo prendeu, um saco de boxe e até mesmo pesos.

“Para mim dinheiro é secundário. Desaparece a academia para mim, desaparece tudo”, contou o vovô ao explicar a importância que o exercício físico tem em sua vida. Dessa forma, todas as tardes, Angelo e sua esposa, Claisse Scotton Arcari, descem para o porão e praticam suas atividades físicas no conforto e segurança de seu lar.

Adaptações

O vovô fortão contou que recebeu ajuda de seu neto Gabriel Panizzi, principalmente para montar a bicicleta. “O Gabriel adaptou a parte de trás da bicicleta, aí fica como se fosse uma bicicleta ergométrica. Você pode pedalar que não sai do lugar. Meu netinho é um gênio para fazer isso aí, me ajudou bastante. E vai ficar aí, pois voltar para a academia esse ano que eu não volto. Não preciso sair de casa”, explica orgulhoso da criação.

Então, depois do aquecimento que faz na bicicleta adaptada, Angelo se dirige para o saco de boxe para dar vários golpes. O saco, por sua vez, foi improvisado com areia. “Colocamos areia dentro e um pouco de chumbo, para ficar mais pesado, e é revestido com esponja. Pode dar soco nele o quanto quiser que ele não se queixa. É saco de pancada mesmo”.

Pode-se dizer que a invenção deu certo, porque Angelo apresenta mais músculos em seus braços que muitos jovens no auge da juventude. No entanto, como os estabelecimentos estavam fechados por conta do isolamento social imposto durante a pandemia do coronavírus, Angelo não pôde comprar os pesos.

Logo, ele usou garrafas de água com chumbo até atingir 12 quilos. Algumas semanas depois, o vovô comprou as argolas de peso e, atualmente, vem usando um cano adaptado para fazer a série de exercícios.

O valor do pump

Tudo isso é de suma importância para o bem-estar do vovô. “Sinto mal ficar parado. De bike também não dá para sair na rua, então improvisei essa academia. Faço mais musculação, e agora bicicleta, que meu neto adaptou na bike. Agora faço tudo aqui em casa. Eu faço um dia sim, um dia não. Eu deixo de comer, mas não deixo de fazer academia”, afirma.

“Eu sempre penso assim. Que Deus me dê saúde, mas você precisa ir atrás da saúde também. Pedindo saúde e ficar o dia inteiro sentado ao redor do fogão a lenha não vai dar certo. Você tem que se ajudar também”, diz o senhor esportista.

Fonte: Razões para acreditar

O que aconteceria se a lua caísse na Terra?

Matéria anterior

Como funciona a terapia de reposição hormonal?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos