EntretenimentoMundo Animal

Video viraliza com louva-a-deus comendo lagarto

0

Recentemente, os internautas foram surpreendidos com um vídeo muito curioso. As imagens, que viralizaram na web, registram o momento em que um louva-a-deus devora um lagarto, muito maior do que ele. O que deixou muita gente impressionada. Especialmente no Twitter, onde o vídeo publicado, pela conta @luscas na rede social. Do mesmo modo, ele já foi visto mais de 7 milhões de vezes. A publicação ainda recebeu mais de 84 mil curtidas e foi compartilhado mais de 23 mil vezes.

O assunto se tornou um dos mais comentados na noite de quarta-feira (14) e ainda continuou dando o que falar no dia seguinte, quinta-feira (15). No entanto, muitas pessoas perceberam e comentaram que havia algo de errado em relação ao vídeo. As imagens pareciam manipuladas e em muito não condizem com o estilo de caça dessa espécie de inseto.

Os exemplares do louva-a-deus possuem um corpo, geralmente, alongado e estreito, que varia de 0,8 a 17 cm. Eles podem variar bastante de forma e cor dentro do grupo. O que, geralmente, está associado à estratégias de camuflagem e mimetismo. Esses artrópodes não costumam utilizar tamanha violência, como foi mostrado no famigerado vídeo. Além do mais, apesar de serem bons caçadores, esses insetos não possuem veneno. Os louva-a-deus são animais inofensivos aos seres humanos.

Ataque manipulado

Nas imagens em que o louva-a-deus ataca o lagarto, apesar de algumas investidas e de se sacudir para se defender, o réptil, muito maior do que o inseto, não foge. Um comportamento, no mínimo, estranho. Segundo o biólogo, César Favacho, ao portal da Rede TV!, tal reação possui uma explicação. O lagarto foi imobilizado, para ficar suscetível ao ataque do artrópode.

“O lagarto, na verdade, está sendo segurado por alguém. Dá para ver claramente, uma espécie de luva ou uma estrutura segurando pela parte posterior, perto das pernas do lagarto“, explicou Favacho. “Dessa maneira, ele não consegue fugir e o louva-a-deus, meio que tendo aquela oportunidade, ataca. Porém, na natureza isso não ocorre do jeito que o vídeo mostra. Na verdade, o lagarto está se debatendo porque tem alguém segurando ele”.

Quando questionado se um louva-a-deus poderia, de fato, comer um lagarto, o biólogo explicou que, na natureza, muito provavelmente, este inseto não estaria tão perto do réptil. “Se ele visse um lagarto desse tamanho se aproximando, provavelmente ele iria fugir ou ficar parado até ele passar direito. Eles não tentam atacar assim, de graça”, disse ele.

Apetite voraz?

Favacho ainda explicou que os louva-a-deus não costumam se envolver em ataques contra animais tão grande quanto o lagarto. “Na natureza (ou até mesmo em cativeiro), o louva-a-deus provavelmente iria desistir de tentar atacar porque eles normalmente não gostam de gastar energia com presas que vão dar muito trabalho”, pontuou Favacho.

No entanto, isso não quer dizer que eles não podem assim fazê-lo. “Eles são predadores muito eficientes, que possuem muita força nas pernas e realmente conseguem abater presas grandes, mas, normalmente, se alimentam de insetos bem menores”, explicou o biólogo.

“Na natureza, a média de tamanho do alimento dele é um bicho que é um pouquinho mais comprido do que um dos seguimentos dessas pernas da frente dele, então acaba que não é com tanta frequência que se alimentam de bichos grandes”.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Margot Robbie fala sobre as cenas de ação de Aves de Rapina

Matéria anterior

O papagaio que levou tiro, picada de cobra, foi roubado e, mesmo assim, voltou para o zoológico

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.