• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Essa americana desenvolveu um caso raro de 'língua peluda'

POR Leticia Rocha    EM Curiosidades      10/09/18 às 15h04

Uma mulher americana de 55 anos desenvolveu o que se chama de língua negra pilosa, que deixa o órgão com a cor escura e aparentemente "peluda". O fenômeno é temporário e não oferece qualquer risco, geralmente é ocasionado pelo efeito colateral de antibióticos, mas também por ser desenvolvida por fumantes e usuários de antipsicóticos.

A mulher em questão havia sito internada após sofrer um acidente, que esmagou suas pernas. As feridas que o incidente causou a infectaram e para melhorar, os médicos aplicaram por meio de gotejamento intravenoso um antibiótico. Que provavelmente, foi o que causou a língua negra.

A condição é inofensiva

Após uma semana sendo medicada, a mulher começou a reclamar de náuseas e de um gosto ruim na boca. Os médicos logo perceberam que a mulher havia desenvolvido a língua negra, que é algo muito raro e também inofensivo. Bastou mudar o medicamento utilizado, para que a língua da paciente voltasse ao normal.

Apesar de parecer, a condição não faz crescer pelos na língua. O que acontece é que as papilas gustativas incham e isso propicia que pedaços minúsculos de comida fiquem presos nas papilas. Isso permite que haja uma proliferação de bactérias e micróbios, que apodrecem e causam o escurecimento da língua.

É mais comum que ocorra em pessoas que não têm uma boa higiene bucal, que são fumantes ou que utilizem enxaguantes bucais que causam irritações. O lado positivo é que tratar do problema é simples.

Tratamento e prevenção

O recomendado é aumentar a hidratação e consequentemente a salivação, evitar fumar e usar escovas macias para limpar a língua. Além de aplicar alguns remédios que evitam o proliferação das bactérias. Apenas casos extremos exigem que seja feita uma intervenção cirúrgica.

A melhor forma de evitar a condição é evitando o uso de cigarros, mantendo uma boa higiene bucal e escolhendo bem os produtos utilizados nos processos de limpeza da boca.

Próxima Matéria
Leticia Rocha
Estudante de Jornalismo, apaixonada por pequi, vendedora de pão de mel e de tudo que colocar na minha mão!
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+