22 fatos desconhecidos sobre o WhatsApp

POR A redação    EM Ciência e Tecnologia      31/08/15 às 14h05

O WhatsApp já é quase uma unanimidade no país. Mesmo que tenha sido criado em 2009, foi apenas em 2012 que o aplicativo de mensagens instantâneas realmente bombou e se tornou quase que obrigatório entre os brasileiros - ele teve um aumento de dois bilhões de mensagens por dia em abril do mesmo ano para 10 bilhões em agosto.

São milhões de usuários que fazem uso constante do mensageiro, que até mudou a forma como as pessoas se relacionam: em junho de 2013, o aplicativo chegou a marca de 800 milhões de usuários, com 30 bilhões de mensagens enviadas e recebidas diariamente.

Mas será que você sabe tudo sobre o aplicativo? Pode parecer simples (são apenas 55 funcionários na empresa), mas existe muito mais por trás do WhastApp do que você imagina. Será que você conhecia elas? Veja abaixo vinte e dois fatos sobre a história, os usuários e as opções do aplicativo.

Whatsaoo

1. O Whatsapp foi criado por Jam Koum e Brian Acton em 2009, após Koum comprar um iPhone e perceber que poderia ganhar dinheiro com a Apple Store. Quando um desenvolvedor russo, Igor Solomennikov, foi contratado, as ideias de Acton e Koum se tornaram realidade. O app foi lançado em novembro daquele ano para iOS e, pouco tempo depois, também para os usuários de BlackBerry.

2. Jam Koum Brian Acton eram funcionários do Yahoo!, mas saíram da empresa em 2007. Os dois tentaram conseguir uma vaga no Facebook e, em seguida, no Twitter, mas foram recusados em ambos. Só mesmo a criação do WhatsApp conseguiu colocá-los em destaque no mundo tecnológico.

3. O significado do nome deriva de uma expressão em inglês (What's Up?) que, a grosso modo, pode ser traduzida como "E aí?" ou "Tudo bem?". Foi a primeira ideia proposta por Koum, que não pensou duas vezes antes de registrá-lo.

4. Brian Acton só foi considerado cofundador do Whatsapp pouco antes do lançamento. Em outubro de 2009, ele conseguiu convencer cinco ex-colegas de Yahoo a investir de 250.000 dólares no projeto cada um.

Wpp

5. O Facebook comprou o aplicativo em 2014 por 22 bilhões de dólares. Jam Koum e Brian Acto foram incorporados ao conselho administrativo da rede social. Os dois fundadores também irão ganhar 3 bilhões de dólares até 2018 no caso de continuarem na empresa. O Google já havia oferecido 10 bilhões pelo aplicativo.

6. Com o dinheiro gasto no mensageiro, Mark Zuckerberg poderia comprar o Instagram 16 vezes. O valor é mais alto até que o orçamento anual da Nasa em 2014 - 17 bilhões de dólares.

7. Mark Zuckerberg chamou Jam Koum para jantar no dia 9 de fevereiro. A proposta foi realizada neste momento. O fundador do Facebook deixou claro que a compra seria uma parceria. Koum pediu algum tempo para pensar e só retornou cinco dias depois, quando é comemorado o dia dos namorados nos EUA. Koum interrompeu o jantar de Zuckerberg com a esposa para fechar contrato.

8. De acordo com a revista Time, o Facebook teve um prejuízo de 232 milhões de dólares nos primeiros meses após a compra do aplicativo.

9. Você já viu alguma propaganda no WhatsApp? Não, né? Koum e Acton nunca venderam um anúncio sequer, e nem sequer fizeram campanhas de marketing para promover o aplicativo.

10. O WhatsApp só tem 55 empregados. E eles são os responsáveis por todas as funções da empresa. Além disto, muitos se tornaram milionários com a compra pelo Facebook, uma vez que possuem participação nos lucros.

Celulares

11. Em 2013, o WhatsApp tinha cerca de 200 milhões de usuários. Apenas dois anos depois, a empresa anunciou que esse número aumentou para 800 milhões - só na Índia, são 70 milhões.

12. Como 800 milhões de pessoas usam o aplicativo, é de se esperar que ele exista em várias línguas ao redor do mundo. Segundo a empresa, o WhatsApp está presente em 32 idiomas diferentes.

13. A empresa revelou que o aplicativo é baixado, em média, por 1 milhão de pessoas por dia. 30 bilhões de mensagens são enviadas diariamente.

14. A empresa descobriu que, em média, um usuário passa 195 minutos (3h15) semanalmente utilizando WhatsApp.

15. Outro dado da empresa indica que 72% dos usuários chegam o aplicativo todos os dias. Além disso, em média, o usuário checam o WhatsApp 23 vezes por dia.

16. Levantamentos indicam que 26% de todas as selfies tiradas no mundo foram feitas através do WhatsApp.

17. O emoji do dedo do meio finalmente foi inserido para usuários do Android (em diferentes etnias). Ainda não há previsão para a chegada do agrado no iOS.

18. 40% dos casos de divórcios na Itália cita mensagens de WhatsApp como evidência.

Hacker

19. A primeira falha de segurança do WhatsApp foi revelada em 2011, quando mensagens foram enviadas sem criptografia, bem vulneráveis a ataques de hackers. O aplicativo já foi removido da App Store em 2012, sem causa revelada. Em 2014, algo similar aconteceu na loja de apps do Windows Phone por problemas técnicos.

20. Dos 55 funcionários do WhatsApp, apenas 32 são engenheiros. Levando em conta que são 800 milhões de usuários ativos, isso significa que cada engenheiro fica responsável por 25 milhões.

21. A atualização mais recente do aplicativo permite que os usuários marquem conversas como "Não Lida". Também é possível silenciar um usuário da mesma forma que já era possível fazer com grupos. Para usuários do Android, finalmente ficou disponível os emojis de diferentes etnias.

22. É possível retirar os certinhos azuis que tanto causam intriga entre os usuários, da mesma forma que o "Visto por Último". Para isto, basta ir até as opções de privacidade do aplicativo e desmarcar as opções.

Fonte: Mobile Industry Review | Time | Exame

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+