Curiosidades

5 hospitais abandonados mais assustadores do mundo

0

Hoje, resolvemos fazer uma lista diferente. Compilamos, aqui, os hospitais mais famosos do mundo que, em um determinado momento da história, acabaram, por um motivo ou outro, abandonados. Antes de ficarem ao léu, essas instituições foram o grande pináculo da saúde de suas respectivas regiões.

Alguns desses hospitais abandonados foram transformados em museus, enquanto outros se tornaram locais protegidos pelas autoridades. No entanto, as instituições mais assustadoras permanecem vazias. Confira, agora, quais são elas.

1 – O Hospital de Chernobyl

No dia 26 de abril de 1986, a Ucrânia foi vítima do maior acidente nuclear do século. Devido à explosão da usina nuclear de Chernobyl, inúmeras pessoas morreram. Muitos chegaram a ser hospitalizados, mas mesmo assim, os tratamentos impostos às vítimas não surtiram efeito, afinal, a radiação tomou conta, tanto do hospital, quanto de todas as outras estruturas próximas à usina. O hospital de Pripyat, localizado no meio da Zona de Exclusão de Chernobyl, até hoje, permanece abandonado.

2 – O Hospital de Adolf Hitler

O complexo hospitalar Beelitz-Heilstätten é composto por cerca de 60 prédios. Antes da estrutura ter sido invadida pelos nazistas, a instituição, entre 1898 e 1930, foi um excelente exemplo do juramento hipocrático em ação. O cenário mudou durante a Primeira e a Segunda Guerra Mundial. Em ambos momentos, o hospital acabou sendo inteiramente ocupado por soldados alemães, que foram feridos pelo uso de armas de guerra sem precedentes, como, por exemplo, o gás mostarda.

Hoje, algumas áreas do amplo complexo hospitalar estão em uso e a maioria é destinada a pesquisas ou à reabilitação de pessoas com Parkinson. O hospital também serviu de cenário para O Pianista, de Roman Polanski. Em contrapartida, inúmeros setores da instituição seguem vazios. De todos os hospitais que fazem parte de nossa lista, este, sem dúvida, é um dos mais assustuadores.

3 – O Asilo Trans-Allegheny

O Asilo Trans-Allegheny foi inaugurado em 1864 com o intuito de tratar doenças mentais. Localizada no estado Virgínia Ocidental, nos Estados Unidos, a instituição foi construída um uma área de 666 acres. Devido ao exacerbado número de pacientes e a grande quantidade de profissionais semiqualificados, o hospital, que deveria ser um lugar de paz, transformou-se em um ambiente de horror. Cerca de 4.000 lobotomias experimentais foram realizadas ali. O local fechou suas portas em 1994 e, desde então, está abandonado.

4 – O Hospital Smallpox

O Hospital Smallpox foi construído no início da década de 1830 para abrigar pessoas que sofriam de doenças mentais, no entanto, a instituição, que está localizada na Roosevelt Island, em Manhattan, acabou recebendo também pessoas que possuíam comportamentos considerados inadequados para a sociedade. Entre 1856 e 1875, o hospital chegou a tratar cerca de 7.000 pessoas por ano. Hoje, a estrutura segue sendo dominada por um imenso vazio.

5 – Ilha Poveglia

Isolada em meio às águas de Veneza, na Itália, a Ilha Poveglia funcionou como centro de saúde para tratar as vítimas da peste bubônica durante o século XVI. Apelidada de “Ilha dos Fantasmas”, é um dos lugares mais assombrados de toda a Europa. Ao longo de seu funcionamento, mais de 160.000 vítimas da peste foram tratadas na ilha. O local segue completamente abandonado.

Pessoas solitárias têm uma assinatura cerebral diferente

Matéria anterior

Imagens impressionantes da desigualdade do Brasil vista de cima

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.