• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 animais que surpreendentemente foram ''mal projetados''

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      05/04/19 às 17h05

A evolução é algo realmente incrível. Com o passar do tempo e com as mudanças do ambiente, os animais encontram uma forma de se adaptar a sua nova realidade, muitas vezes desenvolvendo características físicas para isso. Acontece que, ás vezes, a evolução pode tomar um rumo equivocado. No entanto, quando isso acontece, não temos muito o que fazer. Algumas vezes, essa evolução nos dá algo maravilhoso como o polvo, por exemplo. Em outros casos temos algo não tão impressionante, como o verme.

Alguns animais podem ser tão mal projetados, que nós fazem pensar se a própria evolução pode cometer erros de design. Confira 7 desses animais que não tiveram muita sorte na hora de serem criados.

1 - Cavalo

Pode parecer uma surpresa que os cavalos estejam nessa lista, mas na verdade é muito contundente. Quando analisamos os atributos do cavalo, logo pensamos em velocidade. E de fato eles são animais velozes. Nós criamos esses animais para serem fortes e rápidos, então você imaginaria que eles seriam fisicamente adequados para correr, pular e puxar, certo?

Mas, infelizmente, eles sofrem muito com isso. Os cavalos podem atingir velocidades de até 90 quilômetros por hora. Praticamente o dobro de velocidade máxima que um ser humano pode alcançar. Mas isso tem um custo. Um cavalo que corre a essa velocidade por mais de alguns minutos desenvolve uma intolerância ao exercício, o que faz com que a sua própria respiração o machuque. Além disso, a pressão em seus pulmões enquanto corre, quebra os seus vasos sanguíneos e faz com que eles sangrem. Mesmo que seus corpos sejam construídos para alta velocidade e potência, eles são bastante frágeis.

2 - Coala

O coala faz parte da classe especial de herbívoros. Animais que se alimentam apenas de vegetação. Para isso, esses animais precisam ter adaptações especiais nos dentes, já que a vegetação os desgasta. Os roedores, por exemplo, têm dentes que crescem enquanto eles vivem, justamente para poder ajudar com a sua alimentação.

Os coalas, no entanto, não tiveram a mesma sorte. Esses pequenos mamíferos possuem apenas uma raiz, com um conjunto de pequenos dentes irregulares. Com o passar do tempo, e com as folhas duras e fibrosas das plantas de eucalipto, os seus dentes ficam desgastados, que até chegam à linha das gengivas. Por não conseguirem mais comer as folhas e não poder consumir outra coisa, o coala acaba morrendo de fome.

3 - Guepardo

Os guepardos aparentam ser ferozes predadores. Nós os vemos como poderosos e rápidos caçadores que estão sempre prontos para enfrentar um desafio. Mas na prática não é bem assim que funciona.

Por suas semelhanças com os leões, com garras e dentes afiados e uma capacidade de correr incrível, eles podem amedrontar suas presas. Mas verdade, guepardos não são um perigo como aparentam. Esses animais são conhecidos por um traço não tão legal. Eles muitas vezes apresentam ansiedade severa. Isso mesmo, os guepardos também sofrem de ansiedade. Principalmente os que vivem em cativeiro, os guepardos são terrivelmente estressados e apresentam problemas para socializar e até mesmo se reproduzir. E a situação chegou ao ponto, em que os zoológicos de todo o mundo começaram a dar aos guepardos seus próprios cães de apoio. A medida é uma forma de ajudá-los a manter a calma.

4 - Cobras marinhas

Imagina viver cercado por água e não ter uma gota para beber. Essa é a realidade das cobras marinhas. Essas criaturas que nadam por cima das ondas e escorregam pelo mar como se fossem areia. Se levar em consideração o fato de que elas vivem em água salgada, você poderia imaginar que elas poderiam bebê-la. Mas não. Na realidade, as cobras marinhas estão quase sempre em estado de desidratação. Como elas não podem beber água salgada, elas dependem das chuvas para se hidratar.

Quando chove no oceano, a água doce menos densa fica na superfície, flutuando sobre a água salgada mais densa do mar. Só nessas ocasiões é que as cobras podem beber o máximo de água possível. Mas como as chuvas ocorrem com pouca frequência nos mares, e elas não podem ir à terra e não podem nadar em água doce, esses animais passam a maior parte do tempo com sede.

5 - Lula gigante

A lula gigante sofre com uma falha fatal em seu design. Sua garganta passa diretamente pelo próprio cérebro. Sendo assim, se essa criatura tentaculosa comer alguma coisa grande demais, e engolir a presa inteira, enquanto a ela atravessa a sua garganta, irá pressionar o cérebro com força contra os tecidos. A grande mordida possivelmente esmagará o anel do seu cérebro. Para esse animal, morder mais do que ele é capaz de mastigar pode ser uma sentença de morte.

6 - Baleias

O mais antigo ancestral conhecido da baleia é o Indohyus, uma criatura que se parecia um pouco como um tamanduá. Ao longo da evolução, esse animal retornou à água e desenvolveu novas características aquáticas. Mas ainda assim, não eliminou algumas de suas características de mamíferos. A nova criatura, parecida com um peixe, que acabaria se tornando a baleia e o golfinho, ainda precisavam respirar ar. Ao invés de ter guelras como a maioria dos animais aquáticos, as baleias possuem pulmões, que é uma característica terrível para um animal que vive como um peixe.

7 - Humanos

Pois é, nós estamos muitos orgulhosos de nós mesmo como espécie. Falando intelectualmente, realmente somos bastante inteligentes. Mas fisicamente temos algumas fragilidades. Os nossos pés, por exemplo, são feitos de 26 ossos separados, um vestígio dos nossos dias de primatas. Isso torna os nossos pés incrivelmente frágeis e fáceis de quebrar. Já que originalmente eles eram destinados a aguentar todo o peso do corpo com a ajuda das mãos.

Os tornozelos também são frágeis, e um simples passo errado pode machucá-los ou mesmo quebrá-los. Nossas espinhas, da mesma forma, também não foram projetadas para o fardo que carregam. Não é à toa que já aos vinte e poucos anos, muitos de nós, já apresentamos problemas de coluna, e inevitavelmente estes pioram aos quarenta ou cinquenta anos.

E você, o que achou desses animais mal projetados? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+