7 coisas que Meghan Markle e Lady Di tem em comum
Tempo de leitura:4 Minutos, 16 Segundos

7 coisas que Meghan Markle e Lady Di tem em comum

Rachel Meghan Markle é uma ex-atriz americana, conhecida mundialmente pela sua personagem Rachel Zane, na série de TV “Suits”. A Duquesa de Sussex é esposa do Príncipe Harry, o filho caçula da Princesa Diana. Meghan entrou para a família real britânica já fazendo história. Primeiro, por se unir à família real mesmo sendo divorciada e estrangeira. Além de ser birracial, filha de pai branco e mãe negra, o que faz dela a primeira pessoa de origem negra ou mestiça a fazer parte da realeza britânica.

Desde que começou a namorar Harry, as comparações entre Meghan e Lady Di existiram. Até mesmo o ex-mordomo de Diana, Paul Burrell, disse que as duas eram realmente parecidas. “Harry se casou com Meghan porque ela é como Diana”, afirmou.

Claro que essas comparações não foram feitas do nada. Do amor pela moda, até as revelações feitas sobre a família real, Meghan tem algumas coisas em comum com sua sogra. Mostramos algumas delas aqui.

1 – Vida antes do casamento

Tanto Meghan como Diana tinham uma carreira e ambições antes de se casarem com membros da realeza. Lady Di era apaixonada pelos trabalhos de caridade e costumava trabalhar como babá e professora do jardim de infância.

Já Meghan, tinha uma carreira de atriz bem estabelecida e,  assim como Diana, também está envolvida com trabalhos de caridade. E uma causa que Meghan tem um carinho especial é pela igualdade de gênero e pelas questões feministas.

2 – Sem treinamento

Como Meghan é americana, ela disse que cresceu sem saber muito o que significava ser da realeza até se casar com Harry. “Eu não entendia bem o que era o trabalho. O que significa ser um funcionário da realeza? O que você faz? Eu sabia que ele e eu estávamos muito alinhados em todo o nosso trabalho voltado para uma causa. Isso foi parte da nossa conexão inicial da qual falamos no início do nosso namoro, mas acho que não havia como entender como seria o dia a dia”, contou.

Isso também aconteceu com Lady Di, que admitiu não estar totalmente preparada para os deveres reais depois de ter se casado com o príncipe Charles. “Ninguém me sentou com um pedaço de papel e disse: ‘Isso é o que se espera de você.’ Mas aí, novamente, eu tenho sorte o suficiente no fato de que encontrei minha função, e estou muito consciente disso”, declarou a falecida Diana.

3 – Voto de casamento

Uma das várias tradições reais é que, no casamento, os noivos recitem votos específicos. Contudo, tanto Meghan quanto Diana quebraram essa tradição. Lady Di foi a primeira a não dizer todos os votos tradicionais de casamento real que são datados do século XVI. Diana deixou de fora a parte dos votos em que jurava obedecer seu novo marido.

Meghan seguiu os passos da sogra e fez a mesma coisa. Não somente Meghan deixou esse voto de lado. A esposa de príncipe William, Kate Middleton, também não os disse.

4 – Joia

Além dos comportamentos parecidos, Meghan também fez alusão à sogra com suas roupas e joias. Na entrevista dada à Oprah Winfrey, a Duquesa de Sussex escolheu uma pulseira de cristal bem delicada que pertencia à Diana. Segundo a revista “People”, Meghan escolheu usar a pulseira para que Lady Di pudesse estar com eles naquele momento.

5 – Saúde mental

As comparações entre as entrevistas de Meghan e Diana são várias. Contudo, um dos temas principais que as duas conversas revelam é com relação à saúde mental. Meghan disse que teve pensamentos suicidas e depressão durante a gravidez do seu primeiro filho.

“Eu estava realmente com vergonha de dizer isso na época e com vergonha de ter que admitir para Harry, especialmente porque sei quantas perdas ele sofreu. Mas eu sabia que se não dissesse, faria isso e simplesmente não queria mais estar viva. Esse foi um pensamento constante muito claro, real e assustador”, revelou.

Bem antes, Diana foi o primeiro membro da família real que falou abertamente sobre sua saúde mental e admitiu ter sofrido depressão pós-parto. “Eu não estava bem com depressão pós-parto, que ninguém fala a respeito. Em si, foi um momento um pouco difícil. Você acordava de manhã sentindo que não queria sair da cama. Você se sentia incompreendida e muito, muito deprimida”, contou ela na época.

6 – Capas de jornais

Tanto Meghan como Lady Di viam que cada movimento que elas davam era observado e gerava manchetes de jornais. “Eu parecia estar na capa de um jornal todos os dias”, disse Diana.

“Estou em todas as partes, mas sem estar”, disse Meghan anos depois.

7 – Mães normais

Lady Di mudou a forma como a família real cuida dos seus filhos. Ela se dedicou a ser uma mãe normal para os príncipes William e Harry. Diana passava o maior tempo possível com eles cuidando da rotina diária dos dois.

Meghan age da mesma forma com seus filhos. A Duquesa de Sussex disse em uma entrevista ao “Evening Standard”, em 2020: “Archie é tão bom. Temos muita sorte com nosso filho. Ele está tão ocupado, está em todo lugar. Ele nos mantém alerta. Somos apenas sortudos”.