• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 coisas surreais que a realeza fez no passado

POR Toni Nascimento    EM Curiosidades      12/09/18 às 16h21

A história está registrada em vários momentos marcantes. Muitos destes instantes são protagonizados por figuras muito emblemáticas e reais. Ouvimos muitas histórias de glória sobre a realeza. Além disso, testemunhamos muitos documentos históricos que retratam os seus estilos de vida luxuosos e várias conquistas elaboradas.

Muito tem sido escrito historicamente sobre a realeza do mundo todo. Elas comandaram vários exércitos exitosos (e perdedores) de milhares de homens. Eles viveram em elegantes palácios e castelos. Alguns inclusive não foram nada benevolentes e generosos. Eles tinham um lado maluco, pois eram muitas vezes completamente insanos. Resultado? Acontecimentos que nós, praticamente não acreditamos que aconteceram. Listamos 7 coisas surreais que a realeza fez no passado, e que nós realmente não conseguimos entender como foram possíveis.

1 - Mithridates VI de Ponto, o homem que se autoimunizou contra veneno

Para começar essa lista, vamos falar de Mithridates VI de Ponto, um imperador com muitas desventuras no currículo. A maior delas foi logo após seu pai ser envenenado em um jantar real. A maior suspeita era de que sua mãe havia feito tal disparate para tomar o poder do reino, e então Mithridates pensou que seria o próximo. A fim de evitar tal destino dramático, ele fugiu para o deserto e se escondeu por sete anos. Durante esse tempo, ele tomou doses pequenas do veneno que matou seu pai por anos, na intenção de criar imunidade. E ele conseguiu, até que tempos depois se tornou um poderoso governante. Mas um dia foi derrotado por Pompeu. Depois da derrota, ele tentou suicídio com o veneno, porém, ele realmente havia criado imunidade.

2 - O rei Henrique VIII tinha um servo para conversar enquanto fazia as necessidades

O rei Henrique VIII, da Inglaterra, era um homem de muitos luxos. Inclusive quando o assunto era se esvaziar. O rei tinha um tamborete todo ornamentado para fazer as suas necessidades. Ele ficava em uma sala ao lado do seu quarto, para que quando desse aquela vontade de ir ao banheiro, ele não precisasse esperar muito. Porém, a curiosidade não reside aí. O fato é que ele tinha um funcionário real exclusivamente para conversar com ele, enquanto fazia suas necessidades. O funcionário não era considerado servo, pois sua função era de extrema importância e dava a ele uma ligação especial com o rei. Ele era chamado de "noivo do tamborete".

3 - Nero, o imperador que matou a mulher grávida e depois se casou com um garoto

O Imperador Nero pode ser um pouco mais cruel do que você aprendeu na escola. Em um ataque de raiva, ele matou sua esposa grávida, Poppaea Sabina, desferindo nela vários chutes. Após esse episódio, ele se casou com um menino chamado Sporus, que era fisicamente parecido com Poppaea. Ele vestiu o jovem como uma imperatriz romana. Ele abordava Sporus como "Lady", "Imperatriz" e "Mistress", como se ele fosse realmente uma mulher. Ele chegou a chamar Sporus de "Poppaea". Não se sabe muito sobre o passado do jovem que virou esposa de Nero.

4 - Diana, a princesa que se fantasiava de homem para entrar em um bar gay

No final dos anos 1980, a princesa britânica Diana, o cantor Freddie Mercury e os comediantes Kenny Everett e Cleo Rocos adoravam frequentar bares gay. A princesa adorava se disfarçar para fugir dos papparazi. Não seria diferente quando queria frequentar uma boate gay. Vestida com uma jaqueta do exército, um boné e óculos de sol, bem masculina, ela conseguia beber e dançar sem ser notada.

5 - Pedro, o imperador russo que exigiu que todos os homens do reino se depilassem

A Rússia foi governada por Pedro, O Grande no século 17. Ele é principalmente lembrado pela revolução cultural que operou no reino. Uma de suas medidas mais bizarras foi declarar um imposto sobre a barba de seus súditos. O objetivo da chamada "Regra sem barba" era que o seu reino ficasse mais semelhante a Europa Ocidental. Em uma grande recepção, ele pegou uma navalha e começou a tirar a própria barba na frente dos convidados e em seguida, começou a barbear alguns dos homens importantes presentes. Depois disso, ele foi considerado blasfemo pela Igreja Católica Ortodoxa da Rússia. No reino, os ricos que quisessem manter a barba teriam que pagar 100 rublos (atualmente o equivalente a 5 reais e 97 centavos) periodicamente e os pobres 1 copegue periodicamente.

6 - Calígula, o imperador que quase denominou seu cavalo um cônsul

Júlio César, ou Calígula, foi um imperador tão surreal, considerado um dos mais cruéis da história. Aqui vamos falar sobre um romance seu. A relação de um imperador e o seu garanhão é sempre muito notável. Porém, a história do Imperador de Roma Calígula com o seu cavalo, certamente pode ser considerada uma história de amor. Inicialmente, ele mimava o animal de todas as formas possíveis. Alimentava-o de flocos de ouro misturado com aveia e ornamentava-o com joias. O amor era tanto que até construiu uma casa para o bicho. Porém, o auge foi criar o plano de nomeá-lo como um cônsul em sua corte. O cavalo teria servos e receberia pessoas importantes para jantar. Porém, o imperador morreu antes de tornar seu objetivo realidade.

Além disso, Calígula era um Imperador muito sádico. Ele não matava apenas quando era necessário, e muitas vezes fazia-o por prazer. Certa vez, ele estava apreciando uma luta entre gladiadores e no intervalo, usando a justificativa de que estaria entediado, mandou derrubar metade da arquibancada para que as pessoas fossem comidas por animais selvagens.

7 - Carlos VI, o rei que acreditava ter o corpo feito de vidro

O rei Charles VI governou a França por 42 anos. Desde os seus vinte e poucos anos, ele tinha muitas crises de psicose. Os médicos da época acreditavam que os vários traços de loucura do rei foram herdados de sua mãe Joanna de Bourbon. Por volta de 1393, além de não reconhecer a sua própria esposa, ele alegou ser São Jorge. Ele era constantemente pego correndo pelos corredores do palácio e chegou a ficar cinco meses se recusando a tomar banho e se higienizar. O mais marcante episódio de psicose pelo qual rei Carlos VI passou, foi quando achou que era feito de vidro. Ele tinha muito medo de se quebrar, então pediu que suas roupas fossem costuradas com barras de ferro, podendo assim deixar que outras pessoas o tocassem sem que ele se partisse.

E aí, achou realmente insano? Conhece outros fatos históricos difíceis de acreditar? Então comenta aqui com a gente e compartilha essa lista nas suas redes sociais. E para você que adora uma bizarrice histórica, aquele abraço.

Próxima Matéria
Via   Y     F     T     F  
Imagens WT
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+