• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 curiosidades chocantes sobre os bastidores de filmes de guerra

POR Toni Nascimento    EM Curiosidades      10/09/18 às 19h28

A guerra é um dos maiores problemas da humanidade. Desde que nos reconhecemos como sociedade e decidimos viver em comunidades, entramos em conflito uns com os outros. Os motivos são os mais variados. Qualquer olhar torto pode ser motivo para se iniciar uma guerra sangrenta e fatal. Religiões diferentes, matéria prima, oposições culturais, economia, indústria e, hoje em dia, talvez até um tweet de algum chefe de nação. Não há como negar o poder do conflito no mundo. Isso fica ainda mais claro no cinema. Os filmes de guerra são, praticamente, um gênero próprio.

Esse gênero cinematográfico pode ser facilmente confundido com outros que se encontram bem próximos. Dramas e filmes de ação são colocados lado a lado com esses títulos. Principalmente se apresentam algum tipo de drama histórico. Porém os filmes de guerra são únicos, e não podem simplesmente ser colocados ao mesmo lado de outras histórias no catálogo. Tais filmes também já serviram, historicamente, como propaganda política. Hoje, é só diversão mesmo. Com um tema tão interessante, não poderíamos deixar passar e criamos uma lista com 7 curiosidades chocantes sobre os bastidores de filmes de guerra.

1 - Treinamento real

Para que os atores realmente tivessem uma ideia do que os soldados da Segunda Guerra Mundial realmente suportaram durante a guerra, grande parte dos personagens principais do filme O Resgate do Soldado Ryan, de 1999, do Steven Spielberg, participaram de um treinamento de 10 dias. Eles foram liderados pelo ex-capitão do USMC, Dale Dye, que também serviu como conselheiro militar do filme. O treinamento incluiu marchas em grupo, morar em tendas e aprender a limpar, montar e disparar armas correspondentes as do período.

Além do treinamento, os barulhos de tiros na guerra também eram reais. Os efeitos sonoros foram gravados ao vivo em um campo de tiro perto de Atlanta, na Geórgia. O que ouvimos ao longo do filme foram sons de munição disparadas de armas autênticas.

2 - Futebol com cabeça humana

Stanley Kubrick é um dos diretores mais aclamados de todos os tempos. Além disso, ele era muito excêntrico e perfeccionista. Porém, às vezes ele conseguia ir longe demais. No filme Nascido para Matar, de 1987, ele quase incluiu uma cena aonde um grupo de soldados jogava bola. A cena foi cortada. Você deve estar se perguntando o que tem demais em um bom jogo de futebol entre amigos soldados. A questão é que a bola era a cabeça de um cadáver. Realmente essa cena seria muito pesada, até para os padrões de Stanley Kubrick.

3 - Falta de banho

Todos os atores do filme Platoon, de 1987, do diretor Oliver Stone, foram colocados em um acampamento de 14 dias nas Filipinas antes do início das filmagens. O treinamento incluiu cortes de cabelo militares para todo o elenco. Além disso, eles dormiram na selva com plantões de vigílias noturnas, comendo rações militares. Porém, o que mais parece ter incomodado o elenco é que que durante esses 14 dias, não foi permitido a eles tomarem banhos. 14 dias sem nenhum banho. Imaginem o aroma que estava no local durante esses dias pré-gravação

4 - Pilotando um avião de guerra

Christopher Nolan é um dos diretores atuais mais perfeccionistas que existe. No seu longa de guerra Dunkirk, de 2017, ele não poderia fugir a regra. Ele foi capaz de pilotar um Splitfire, avião de caça britânico da Segunda Guerra Mundial mostrado no filme, para ter uma noção do que era realmente estar dentro dele. Ele alegou que essa experiência o ajudou a fotografar e fornecer um retrato realista dos combates.

5 - Orçamento extrapolado

Hoje em dia, todo mundo sabe que deu um trabalho danado para filmar e entregar o filme Apocalypse Now, de 1979, do diretor Francis Ford Coppola. Exite até um documentário que conta sobre esse árduo processo: Francis Ford Coppola - O Apocalipse de um Cineasta. No fim das contas, o diretor havia investido milhões de dólares no filme do próprio bolso. Ele passou muito acima do orçamento previsto. A fim de completar o longa, ele ainda teve que hipotecar sua casa e adega em Napa Valley, na Califórnia.

6 - O filho do herói

De acordo com o polêmico Mel Gibson, Desmond Jr. participou da estreia do seu filme Até o Último Homem, de 2017. Para quem não sabe, ele é filho de Desmond T. Doss, soldado que inspirou a história do longa. Durante a grande guerra, ele se recusou a matar outros soldados e resolveu salvar todos os combatentes americanos que encontrava pelo caminho. A atuação de Andrew Garfield, que interpretou o soldado, fez o filho cair em lágrimas no lançamento.

7 - Adoção

Cães sem dono estavam correndo sem destino e com medo dos tiros cenográficos no set de Falcão Negro em Perigo, de 2002. O diretor do longa, Ridley Scott, acabou mantendo-os nas cenas do filme porque achava que traziam um ar de autenticidade ao projeto. Depois que as filmagens terminaram, oito cães diferentes foram adotados por membros diferentes da equipe e levados para seu novo lar, nos Estados Unidos.

E aí, curtiu essas curiosidades ou já sabia de todas? Comenta aqui a sua opinião e compartilha essa lista nas suas redes sociais. E para você que adora um filme de guerra, aquele abraço.

Próxima Matéria
Via   F  
Imagens N A RP
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+