• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 curiosidades sobre o Muro da Berlim que todo mundo deveria saber

POR Mateus Graff    EM História      26/11/18 às 17h29

O Muro de Berlim era uma barreira física construída pela República Democrática Alemã durante a Guerra Fria. O tal muro dividia toda a cidade de Berlim Ocidental e da Berlim Oriental. O muro foi construído durante a madrugada de 13 de agosto de 1961 e por lá permaneceu por muitos e muitos anos.

Essa distinta e longa fronteira interna da Alemanha passou a simbolizar a chamada "cortina de ferro" entre a Europa Ocidental e o Bloco do Leste. Bom, mas o que você sabe sobre o que aconteceu na Alemanha enquanto o Muro de Berlim ainda estava de pé? A gente resolveu trazer alguns fatos que pouca gente conhece sobre o muro mais famoso do mundo. Então, confiram agora a nossa matéria com 7 curiosidades sobre o Muro da Berlim que todo mundo deveria saber:

1 - Fechamento da noite para o dia

Na madrugada do dia 13 de agosto de 1961, o governo comunista da Alemanha Oriental realizou uma operação para separar Berlim Oriental de Berlim Ocidental em poucas horas. Foi passado arame farpado ao redor do lado ocidental, que continuava como um enclave capitalista no meio da Alemanha Oriental. Isso aconteceu pelo fato de que depois da Segunda Guerra Mundial, o lado ocidental de Berlim tinha ficado sob controle de potências ocidentais, como Estados Unidos, Reino Unido e França. Já o outro lado e a parte leste de toda a Alemanha, estavam no controle da União Soviética.

Para tentar evitar que mais cidadãos fugissem para o lado ocidental, o governo oriental resolveu fechar a fronteira e em poucas horas isso foi feito. Depois, o arame farpado foi substituído pelo famoso muro, torres de guarda e sistemas de vigilância.

2 - Um imenso "cercado"

Com incríveis 43 quilômetros, o muro separava a fronteira entre Berlim Ocidental e Berlim Oriental. Além disso, outros 112 quilômetros cercavam Berlim Ocidental para impedir o acesso por outros lados. A instalação era composta por 302 torres, 20 bunkers, 259 recintos para cães, 127 quilômetros de cercas com detectores que ajudavam a transformar o lugar em uma ilha isolado que ninguém poderia entrar.

3 - Mais de 100 pessoas morreram tentando atravessar o Muro de Berlim

Mais de 100 mil alemães orientais tentaram escapar do lado comunista para ir para o lado capitalista. Entre 1961 e 1988, mais de 600 pessoas foram mortas a tiros por soldados ou mesmo morreram afogados tentando atravessar algum rio. Algumas pessoas também acabavam se matando depois de serem flagradas na tentativa de fuga.

4 - Mortes de soldados

Alem dos cidadãos, alguns soldados também perderam a vida por causa do Muro de Berlim. Cerca de oito soldados do lado oriental caíram na cidade tentando defender a fronteira. A maioria morreu na década de 1960, pouco tempo depois da construção do muro. Ulrich Steinhauer foi o último soldado a morrer. Ele foi morto por um colega enquanto patrulhavam a zona proibida. O soldado Egon Bunge matou Steinhauer para passar pro lado ocidental. Depois de conseguir o feito, ele se entregou às autoridades.

5 - Muitos apelidos

Além de ser chamado de "o Muro", a construção que dividia Berlim também recebeu outros apelidos. "Muro da Vergonha" "Muro do Ulbricht" (por causa do líder comunista responsável pela construção do muro), "Muro de prisão", "Muro de campo de concentração", "Muralha de Gulag" (campo de prisioneiros soviéticos) e até "Muro das Lamentações".

6 - A queda do Muro de Berlim aconteceu por engano

Numa conferência de imprensa realizada no dia 9 de novembro de 1989, Günter Schabowski, membro do Politburo da Alemanha Oriental, anunciou prematuramente que as restrições aos vistos de viagem seriam canceladas. Quando perguntado sobre quando a nova política começaria, ele disse: "Imediatamente, sem demora".

Na realidade, a política seria anunciada no dia seguinte e ainda exigiria que os alemães orientais passassem por um longo processo de solicitação de visto. As respostas confusas de Schabowski e relatos errôneos da mídia de que as passagens de fronteira haviam sido abertas, levaram milhares de pessoas ao Muro de Berlim. No posto de controle da rua Bornholmer Street, Harald Jäger, o oficial de plantão, enfrentou uma multidão.

Sem ter outra opção, os guardas liberaram a passagem e os berlinenses dos dois lados começaram naquela mesma noite a demolição de um dos maiores símbolos da Guerra Fria.

7 - Desconstrução do muro

Depois que a fronteira foi aberta, os cidadãos alemães começaram a quebrar o muro, derrubando as placas de concreto que formavam que o formavam. Mas isso não foi o suficiente para dar um breve fim a construção. Foi preciso haver obras durante um ano inteiro para remover cerca de 45 mil placas de concreto e demais sistemas de proteção. Isso permitiu a reabertura de mais de cem ruas que haviam sido bloqueadas.

E você, conhecia todas essas curiosidades sobre o Muro de Berlim? Comente!

Próxima Matéria
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+