• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 fatos impressionantes sobre o reino animal que você provavelmente desconhece

POR Pietro Bottura    EM Mundo Animal      18/10/14 às 19h49

O mundo animal é bastante bizarro e diferente do humano, o que é interessante. Afinal, você sabia que o leite materno que bebemos fosse basicamente gordura, ou que o seu papagaio, que você passou a vida toda chamando de idiota, na verdade tem a inteligência de uma criança (e também ficou magoado com você)? Pois é, mas a vida é assim, aprendizado contínuo, e graças à Fatos agora você saber mais sobre o fascinante mundo das esquisitices biológicas do reino animal, que com certeza vão te fazer repensar a sua própria espécie:

O leite de baleias é 50% gordura

whale-tm

 

Se você acha que o leite de vacas é gorduroso, imagine o de baleia, que é metade gordura pura. Depois de 12 meses de gestação, os filhotes, que já pesam toneladas, conseguem ganhar até 90 kgs por dia, o que as faz crescer rapidamente.

Papagaios não são burros

redloredparrots-tm

 

Muito além de gravadores em formato de galinha verde, os papagaios são capazes de entender o contexto em que palavras ditas repetidamente são empregadas, ou seja, ele não apenas reproduz, mas também compreende (ainda que diferente de nós, já que ele não sabe linguagens) o que falamos. Sua inteligência é comparável à de crianças entre 4 e 6 anos, e são capazes de entender conceitos como "maior", "menor", "diferente", "igual" e "nenhum", e também números, além de serem capazes de combinar palavras e frases de maneiras novas.

Ratos-toupeira não são cegos

molerat-tm

 

Esses nojentos e impressionantes ratos subterrâneos da África foram por muito tempo considerados uma versão animal do Mr. Magoo, ou seja, completamente cegos, mas a verdade não é bem essa. Apesar de terem um aparelho ótico limitado em questão de cores visíveis, sua visão é afiada para perceber mudanças de luz, já que esse é um recurso de sobrevivência para saber quando um predador invade sua toca.

 

Pássaros são capazes de reconhecer sinais

eagles-birds-mg0752-tm

 

Assim como as placas e rodovias para um motorista, as aves sabem reconhecer pontos de orientação nos locais onde passam, e, até mais incríveis que isso, usar sensores naturais que as alinham com os eixos eletromagnéticos da Terra. É isso, por exemplo, que permite aves migratórias saber para onde voar a despeito das gigantescas distâncias percorridas, que chegam a até 40.000 km.

Várias espécies de peixes mudam de sexo quando querem

dsc00535-school-fish-tm

 

Muitas espécies submarinas são capazes de trocar seu sexo de acordo com sua "vontade", que é na verdade a necessidade imposta pelo meio. O hermafroditismo é mais comum entre peixes do que em qualquer outro grupo de vertebrados, e podem tanto possuir ambos órgãos sexuais quanto transitar entre um gênero e outro dependendo de mudanças hormonais e ambientais.

Crocodilos comem pedras

croc-tm

 

Se você tem medo de ser comido por um crocodilo, deveria ter medo também de ser digerido por um. Isso porque, junto com pedaços de leões, búfalos, girafas, tartarugas (com casco), peixes e até outros crocodilos, eles comem grandes pedaços de pedras, que ficam lá para sempre. Isso ajuda tanto na hora de afundar quanto na digestão.

Filhotes de galinha são altruístas

babybirds-miller-061705-tm

 

Diferente da ideia geral que se tem de que a evolução cria seres que pensam apenas na própria sobrevivência, os filhotes de galinha soltam pios que alertam outros filhotes e animais da mesma "família" a saber que há comida na área. De acordo com cientistas, isso seria feito porque a noção de desenvolvimento trabalha sobre o material genético e não sobre indivíduos específicos, ou seja, as galinhas têm uma noção familiar que muitos humanos nem imaginam.

 

E aí, depois dessa fica difícil de dizer que só os humanos são inteligentes, né? Apesar de somos os únicos a falar, esses exemplos em conjunto provam que até nossas noções sociais e comunitárias são compartilhadas por algumas espécies, o que definitivamente prova que animais estão longe de ser "inferiores" ou "burros", como muita gente por aí acha.

Inclusive, é por isso que devemos cuidar de seu bem-estar: há mais espécies atuais do que se imagina sendo extintas, e essa diversidade toda aos poucos vai sumindo de nosso planeta.

Próxima Matéria
Pietro Bottura
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+