Curiosidades

7 fatos surpreendentes sobre crianças que nem mesmo os pais sabem

0

Ao longo da história, criou-se uma sentença sobre os pequeninos: “as crianças são o símbolo do futuro”. Para qualquer nação desenvolvida, elas são o futuro da nação e merecem todo o cuidado e amparo da família e da sociedade. Além de serem a esperança para o futuro da comunidade, elas também são o que existe de mais precioso dentro de um lar. Os pais e responsáveis vivenciam o crescimento e o amadurecimento dos guris. Tudo é motivo para festa: primeiros dentinhos, primeiras reações, sabores, primeiros passos e primeiras palavras.

As famílias acreditam que sabem tudo sobre as crianças, o que não é totalmente verídico. Na infância existe o primeiro aprendizado e como as crianças ainda não possuem bagagem e histórico prolongado, algumas características e facilidades biológicas ficam em maior evidência. Um bom exemplo é: uma criança de três anos pode facilmente superar um cantor de ópera. Agora eu te pergunto, você acha que sabe tudo sobre as crianças? Listamos 7 fatos surpreendentes sobre crianças que nem mesmo os pais sabem para você ficar ligado nos pequeninos.

1 – Amnésia infantil

Qual a sua primeira lembrança? Eu posso garantir que ela é posterior aos seus 3 anos de idade. Esse fenômeno tem nome, e se chama amnésia infantil. Os cientistas descobriram que crianças de 5 até 7 anos se lembram de cerca de metade dos acontecimentos dos seus primeiros anos. Quando uma criança completa 9 anos, essas primeiras memórias são apagadas para sempre. Isso acontece devido ao desenvolvimento das estruturas mentais responsáveis pelas memórias de longo prazo.

2 – Crianças escutam tudo o que você diz

Nós adultos temos o hábito de cochichar perto das crianças, achando que elas não irão escutar. É bom saber que elas escutam tudo o que é dito perto delas. A audição de uma criança é muito aguçada e capaz de escutar várias frequências – ela é considerada muito melhor que a audição de um adulto. Com o passar dos anos, devido a poluição sonora, a audição vai se degenerando. Então quando você cochicha perto delas, existe uma grande possibilidade delas esterem simplesmente fingindo que não estão escutando.

3 – Filhos do meio são mais bem sucedidos

Um fato realmente curiosos é que filhos do meio costumam ser mais independentes que os mais novos e os mais velhos, consequentemente, eles são mais bem sucedidos na vida adulta. Existe uma informação curiosa que alimenta um pouco dessa teoria: mais da metade dos presidentes dos Estados Unidos eram os filhos do meio em suas famílias.

4 – Socializar ensina mais do que programas educativos

Muitas crianças são deixadas pelos pais durante horas em frente a TV assistindo programas educativos. O que eles não sabem é que isso não é muito eficaz. É fundamental para o ensino infantil a socialização. Ou seja, para aprender e adquirir conhecimento, é preciso que os pais tenham contato direto com seus filhos. Isso quer dizer que, no fim das contas, quando um pai brinca com seu filho, ele aprende mais do que quando está assistindo programas educativos.

5 – Moral

 

Quando você acha que uma pessoa desenvolve o senso do que é certo e errado? Alguns estudos científicos apontam que uma criança de seis meses já sabe o que é certo e o que é errado. Testes desenvolvidos por especialistas apontam que nessa idade uma criança já sabe avaliar ações do ponto de vista moral. Essa descoberta aponta que existe uma possibilidade das pessoas já nascerem com um código moral embutido.

6 – Sonhos infantis

Os neurocientistas acreditam que os pequeninos não conseguem criar imagens e tramas em sonhos. Eles afirmam que essa habilidade é adquirida com o conjunto de imaginação espacial e pensamento abstrato. A capacidade de ter sonhos elaborados, cheios de imagens e tramas mais complexas, vem só por volta dos 7 ou 8 anos de idade. Antes disso, os sonhos não costumam ter complexidade e na maioria das vezes são um fragmentos de memórias e imagens aleatórias capturadas pela criança.

7 – Importância externa aos pais

Para um crescimento harmonioso, crianças precisam de uma boa relação não só com os pais. Pessoas como os avós, avós, tios e tias têm importância fundamental na criação dos pequenos. A antropóloga Sarah Hrdi afirma que os parentes mais próximos ajudam a expandir a visão de mundo do bebê e o apresenta a uma ampla gama de emoções humanas.  É por isso que as crianças que estão em contato com um grande número de parentes se desenvolvem muito mais rápido que seus pares.

E aí, você sabia dessas informações sobre crianças? Conhece outras? Não deixa de comentar com a gente e compartilha essa lista nas suas redes sociais. Para você que vibra a cada nova realização da criança mais próxima, aquele abraço.

Heróis da DC são destruídos por Dr. Manhattan em nova capa dos quadrinhos

Matéria anterior

7 pessoas que fizeram fortunas jogando videogames

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.