Tudo aquilo que a indústria do entretenimento dá com uma mão, ela costuma tirar com a outra. Sendo assim, ao mesmo tempo em que somos constantemente bombardeados por incríveis produções, também vivemos com receio de nos apegarmos demais à elas. Por que? Bom, a qualquer momento podemos lidar com um cancelamento. Acontece que, muito antes da internet começar a cancelar pessoas, emissoras de TV já faziam cortes em suas grades de programação e eliminavam algumas séries. Embora a maioria delas fosse cancelada por falta de audiência, outras deixavam de ser renovadas mesmo diante de uma imensa popularidade.

Por incrível que pareça, é muito raro acompanhar uma série que conseguiu estabelecer seus próprios termos na indústria. Sendo assim, produções como Dark, The Good Place e Breaking Bad são exceções. Esse trio que usamos como exemplo conseguiu seguir seu próprio ritmo. Esses seriados não foram cortados prematuramente e nem estendidos a ponto de se tornarem maçantes. Como resultado disso, alcançaram a aclamação crítica e pública. No entanto, por vezes lidamos com séries que são canceladas por motivos inusitados. Isso acaba gerando uma frustração ainda maior nos espectadores. Portanto, pensando nisso, reunimos aqui algumas séries que, apesar de populares, foram canceladas por motivos estranhos.

7 - Batman teve seu set destruído pela ABC

Além de ter sido um fenômeno na época, o Batman de Adam West se consolidou como uma importante figura na cultura pop. Embora tenha sido exibida por três temporadas e rendido 120 episódios em apenas dois anos, a série caricata do Homem-Morcego acabou sendo prematuramente cancelada. Por que? Bom, acontece que, buscando uma atualização da série para atrair mais audiência, a NBC comprou os direitos da produção da ABC.  Porém, esta última, não perdeu tempo e destruiu o set de filmagens de Batman para dar espaço para outros projetos. Visto que custaria caro recriar todo o cenário da série, a NBC resolveu cancelar Batman de vez.

6 - Ozark e O Mundo Sombrio de Sabrina não supriram as expectativas da Netflix

Publicidade
continue a leitura

Há muito tempo atrás a Netflix era um lugar seguro para séries. Inclusive, muitos diretores optavam por trabalhar com a plataforma exatamente pela vantagem do conteúdo sob demanda. Contudo, em algum momento da história, o serviço de streaming mudou completamente. Como resultado disso, hoje vivemos sob o risco iminente de vermos nossa série original favorita da plataforma ser facilmente cancelada. Ao que tudo indica, a constante criação de produções inéditas é o que atrai assinantes para a plataforma. Por isso, a mesma acaba optando por não renovar materiais cheio de potencial. Afinal, é mais fácil começar do zero e atrair o público com um novo conceito. Sendo assim, a menos que a série seja Stranger Things, o maior sucesso da plataforma, dificilmente ela terá uma vida longa. Qualquer dúvida, basta perguntar para O Mundo Sombrio de Sabrina e Ozark como funciona exatamente esse processo.

5 - Police Squad! era engraçada demais para a Paramount Television

Contando com uma temporada e apenas seis episódios, Police Squad! é mais conhecida por ter originado os filmes Corra que a Polícia Vem Aí. Assim como os longas, a série tinha um ritmo de metralhadora, humor pastelão e contava com o comprometimento de Leslie Nielsen para entregar suas melhores piadas. Surpreendentemente, esse foi exatamente seu maior problema. Parece estranho uma série de comédia ser criticada por ter muita comédia. Todavia, acredite se quiser, essa foi exatamente a desculpa que os executivos usaram para cancelar o programa. Além disso, o fato da série construir uma narrativa interligada era um problema. Naquela época, os produtores preferiam programas que o espectador pudesse assistir qualquer episódio sem se sentir perdido.

4 - A BBC não conseguiu manter Robin Hood sem seu protagonista

Publicidade
continue a leitura

Embora tenha durado pouco, Robin Hood gerou entretenimento de qualidade para aqueles que a acompanhavam. Seu roteiro deixava um pouco a desejar, mas seu elenco era ótimo. Além disso, a série não teve medo de abordar a mitologia clássica, ousando matar uma personagem principal logo na segunda temporada. Apesar dessa perda ter gerado uma comoção entre o público, o que realmente parou a série foi o anúncio de que Jonas Armstrong, o protagonista, abandonaria a produção após a terceira temporada. Sendo assim, sem Robin Hood, não havia como a série continuar. A BBC até apresentou planos para reinventar a narrativa em uma quarta temporada, mas a queda de audiência e a chegada da recessão fez a emissora optar por cancelar Robin Hood de vez.

3 - A Netflix perdeu o elenco de Designated Survivor

Quando o estúdio tem grandes expectativas em torno de um projeto, é comum vermos os interpretes assinarem contratos extensos. Inclusive, essa é uma técnica comum utilizada pela Marvel Studios. Enfim, apesar de não ser bem vista pelos atores, essa estratégia serve para evitar problemas como o de Robin Hood acima. Se a Netflix tivesse aderido a ela, provavelmente não teria que ter cancelado Designated Survivor após apenas três temporadas. Visto que o contrato com a gigante do streaming era flexível, grande parte do elenco se envolveu em outros projetos. Como resultado disso, não havia como prosseguir com a trama sem a presença desses interpretes.

Publicidade
continue a leitura

2 - A Warner Bros. não conseguiu vender brinquedos com Young Justice

Ao que tudo indica, Young Justice era um sucesso, certo? Então, por que a série foi cancelada? Bom, apesar das críticas serem favoráveis e a audiência bastante receptiva, a série não conseguiu cumprir seu principal propósito: vender brinquedos. Considerando que a mesma é um dos destaques da Cartoon Network, ela é voltada para o público infantil. Isso significa, que a produção em si funciona como um grande material promocional, que visa lucrar com a venda de mercadorias. Ao que tudo indica, críticas boas e um público fiel não foram suficientes para que a WarnerMedia renovasse a série.

1 - A Disney não previu que O. J. Simpson influenciaria Os Gárgulas

Falando em séries animadas, aproveitamos a deixa para revisitar o cancelamento de Os Gárgulas. Sem dúvidas, esse foi o motivo mais inusitado de todos. Segundo Greg Weisman, criador da série, o fim da mesma está relacionado aos problemas legais de O. J. Simpson. Como? Bom, Os Gárgulas estava sendo transmitido durante o julgamento de Simpson, que foi um grande evento televisivo. Então, toda vez que o desenho era exibido, acabava sendo interrompido por alguma notícia sobre o caso. Sendo assim, apesar de seu potencial, Os Gárgulas acabou deixando a desejar nos números por conta de uma interferência externa completamente imprevisível.

Publicado em: 29/08/20 23h09