Curiosidades

Apple terá que explicar risco causado por fones de ouvido

0

Se existe uma coisa que acompanha as pessoas durante quase todos os dias, e provavelmente só perde para o celular, são os fones de ouvido. Eles costumam ser companheiros para muitas situações, principalmente aquelas em que a pessoa quer escapar do mundo e se conectar com ela mesma. Nesse momento, as pessoas colocam os fones de ouvido e o mundo ao redor parece sumir, ou pelo menos, o volume das coisas que não se quer ouvir é diminuído.

No entanto, os fones de ouvido nem sempre trazem benefícios para as pessoas, como foi visto na notificação que a Apple recebeu da Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça. A empresa irá precisar explicar um possível risco no uso dos seus fones de ouvido.

Nesse caso, esses dispositivos da marca, conhecidos como AirPods, teriam sido a causa de danos auditivos em um menino de 12 anos nos Estados Unidos. Por conta disso, a partir da segunda-feira dessa semana, a Apple tem um prazo de 72 horas para dar uma resposta ao governo.

Segundo Anderson Torres, ministro da Justiça e Segurança Pública, a secretaria está investigando o possível defeito que poderia trazer esse risco também aos consumidores brasileiros.

“A intenção é que a empresa aja com transparência e colabore com as autoridades nacionais e internacionais para esclarecimento imediato do caso”, disse ele.

Caso

DerStandard

O caso em questão foi de um casal americano que processou a Apple e acusou a empresa de ser a responsável por danos auditivos no seu filho. De acordo com a alegação deles, o som emitido pelos fones de ouvido é sempre mais alto do que o volume anunciado pela empresa.

De acordo com um jornal americano, em determinado momento, um som de alerta emitido pelos fones de ouvido, bem mais alto do que o normal, teria sido a causa da perda de audição permanente do menino.

Por conta disso, a Senacon deu à Apple um prazo de três dias para se explicar porque viu que faltou clareza sobre os riscos dos fones de ouvido na hora da comercialização.

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, no Brasil, a Apple não pode comercializar produtos que sejam nocivos para a saúde de seus usuários. Portanto, a empresa deverá esclarecer os riscos do uso dos seus fones de ouvido e também mostrar qual é a maneira certa de usá-los. Além disso, a empresa da maçã também terá que apresentar dados sobre a qualidade e a segurança dos fones e dizer como eles são fabricados.

Fones de ouvido

Hardware

Por mais que a Apple tenha que prestar declarações sobre seus fones de ouvido, isso dificilmente fará com que as pessoas parem de usar esse aparelho. Além do mais, a maior parte das pessoas passa horas da semana usando fones de ouvido.

Como resultado de ser usado tanto, as pessoas tendem a trocá-los com uma certa frequência. Felizmente, existem várias opções de fones de ouvido atualmente. Mas como saber qual é o certo para você?

Timothy Hsu, músico profissional e professor de tecnologia musical que estuda acústica, estuda essa interseção entre os elementos científicos, artísticos e humanos que são subjetivos ao som. Por isso, para escolher um fone de ouvido certo é preciso envolver todos os aspectos.

Os ouvidos humanos são realmente incríveis. Embora as pessoas consigam ouvir uma faixa de tons de aproximadamente 20 Hz a 20.000 Hz, a audição humana não responde igualmente bem em todas as frequências.

Isso é um fato que a maioria das pessoas não sabe. Contudo, os engenheiros que fazem os fones de ouvido precisam levar isso em consideração.

Independente do modelo dos fones de ouvido, eles são pequenos alto-falantes. Ou seja, eles fazem o oposto do que o ouvido faz. Convertendo os sinais elétricos, do celular, computador, toca discos, ou qualquer outro dispositivo, em vibrações no ar.

Escolha

Canaltech

Por mais que nenhum fone de ouvido consiga recriar perfeitamente o sinal, existem infinitas formas de escolher como esse sinal será distorcido. Por isso que dois fones de ouvido que podem ser igualmente caros podem soar diferentes. Isso acontece porque eles distorcem as coisas de formas diferentes.

Por isso que, na construção dos fones de ouvido, os engenheiros precisam considerar não somente como a audição humana distorce o som, como também as limitações físicas de qualquer alto-falante.

No entanto, escolher os fones de ouvido são uma questão de gosto pessoal, assim como várias outras coisas. Por exemplo, algumas pessoas vão preferir aqueles que tenham graves para músicas hip-hop, enquanto outras pessoas podem preferir os fones com uma menor distorção, se elas gostam mais de ouvir músicas clássicas.

Portanto, uma maneira de saber se escolheu o dispositivo de forma certa é se certificar de que eles correspondem à forma como a você irá usá-los.

Fonte: R7, Science Alert

Imagens: DerStandard, Hardware, Canaltech 

Criminosos furtam relógios e joias na casa de Carlinhos Maia

Matéria anterior

Mineira de 12 anos salva gato que caiu em bueiro

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos