Compartilhando coisa boa

Casal com síndrome de Down comemora 23 anos juntos

0

O amor tudo supera, essa é uma das frases que todos dizem quando vão descrever esse sentimento. Esse é apenas um dos ditos sobre o amor. Numa outra citação também dizem que para o amor não existe idade. Enfim, todas as frases clichês e ditos populares descrevem a magnitude do amor e sobre como ele é imensuravelmente bondoso.

E este é o caso desse casal com síndrome de Down, Tommy Pilling e Maryanne Pilling, que estão juntos há 23 anos. O casal é a prova de que nada pode abalar o amor. Apesar de toda as críticas, eles permaneceram juntos durante todos esses anos, sem nunca brigar.

O início de uma história de amor

O casal se conheceu em 1990, em um centro de treinamento para pessoas com deficiências e logo começaram a namorar. Na época, Maryanne tinha 19 anos e Tommy tinha 32. Um ano e meio depois, Tommy se ajoelhou e pediu a mulher de sua vida em casamento. Depois de conseguir a autorização de ambas as famílias, eles se casaram em 1995. Um anel era de brinquedo, mas o amor não tinha nada de brincadeirinha.

Apesar de todo o amor e alegria do casal, muitas pessoas criticavam o fato de eles terem se casado. As pessoas não tão próximas do casal, especialmente. Achavam um absurdo que eles pudessem viver sozinhos ou em uma relação. Elas julgavam que eles eram incapazes disso por conta de sua doença, mas eles provaram o contrário.

Casal comemora 23 anos de casados

Como pudemos perceber, o casal superou todas essas críticas. Hoje, há mais de 23 anos juntos, o amor deles continua tão forte quanto no dia em que se casaram. Em nenhum momento, ficaram sozinhos nessa longa caminhada. O casal tinha o próprio apartamento, mas sempre receberam a assistência das mães que eram suas vizinhas. No entanto, eles faziam basicamente tudo sozinhos.

Durante todos esses anos, eles compartilharam grandes momentos juntos. Eles inclusive renovaram os votos de casamento quando completaram 10 anos de união e depois novamente, quando completaram 20 anos juntos.

Infelizmente, no final de 2014, Tommy foi diagnosticado com Alzheimer. Ele já começou a perder algumas memórias, mas ainda se lembra de sua esposa e que a ama. Bem, isso é o que importa no fim das contas.

7 atos de bondade vindos de pessoas inesperadas

Matéria anterior

Mãe dá relato emocionante sobre filho que nasceu com condição rara

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Você também pode gostar