• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Conheça a americana que ganhou um concurso de miss com um experimento científico

POR Arthur Porto    EM Entretenimento      05/07/19 às 19h15

Para a rodada de talentos do concurso Miss Virginia, deste ano, a maioria das jovens competidoras, como era de se esperar, escolheu apresentar os mesmos números de sempre. Algumas dançaram, outras cantaram. No entanto, entre todas as concorrentes, uma, apenas uma, resolveu mudar o script. Só pra apresentar algo diferente.

No lugar de sapatear ou de exibir sua beleza, Camille Schrier, de apenas 24 anos, resolveu quebrar os estereótipos. Resolveu, digamos, marcar presença, fazendo a diferença. Ao invés do belo vestido longo, colado ao corpo, a candidata se apresentou vestida em um jaleco branco. Além disso, óculos de proteção e luvas. Tudo para transformar, diante dos juízes, uma aula de ciências em um grande espetáculo.

A candidata, que possui dois diplomas de graduação em Ciências. Além disso, atualmente ela está terminando seu doutorado em Farmácia, na Virginia, em Commonwealth University. Sendo assim, apresentou-se ao júri, como parte de sua vitrine de talentos, a decomposição catalítica do peróxido de hidrogênio. Agora, além dos títulos acadêmicos, Camille Schrier carrega também o título de Miss Virginia.

De acordo com sua mãe, antes de concorrer, Camille, que é originalmente da Pensilvânia, representou a cidade de Richmond. Contudo, pensou não ter talento algum para a competição. Ao ser incentivada pela figura da matriarca, a candidata resolveu assumir esse novo desafio. Tanto que usou como recurso em sua apresentação, o que realmente tem de mais bonito: seu conhecimento científico.

Mesmo acreditando que existam certas "controvérsias" nessas competições, Camille Schrier pretende participar do Miss América. Para ela, o concurso que é supostamente mais "progressista". Já que concentra-se mais nas conquistas femininas do que nas aparências.

Ainda de acordo com a candidata, seu objetivo com a apresentação - ou melhor, com a aula de ciências - foi mostrar que nenhuma mulher deve abdicar de sua beleza, de sua vaidade, para seguir uma carreira acadêmica. Sem dúvidas, mostrou que é possível sim ser bonita e inteligente. Em uma época em que o movimento pelo fortalecimento da identidade feminina se tornou mais célebre, o desempenho de Schrier vai além de uma atração de entretenimento. Sua apresentação pode ser considerada, hoje, uma declaração simbólica.

Camille Schrier ganhou como prêmio quase US$ 22.000 dólares em dinheiro. E, aparentemente, irá investir em bolsas de estudos para complementar parte de sua pós-graduação.

Um concurso de Miss, atualmente, até pode ser visto como misógino, como desrespeitoso. Até porque foca-se mais nas questões que definem os padrões de beleza. Mas esse nos mostrou algo diferente. Mostrou como o campo da ciência é divertido, mágico e incrível. Com certeza, quem assistiu a apresentação, se identificou com a Miss Virginia. Claro, ela provou para todos que beleza não é tudo.

Muitos até podem dizer: "Ok, é claro que ela é uma mulher capaz de ser bem sucedida em uma competição como essa". Mas se somos sinceros, se sabemos reconhecer o sucesso do próximo, não devemos pensar assim. Não podemos esquecer que, além de linda, ela também é uma renomada e bem preparada cientista. Dona de um grande gabarito. E, sobretudo, alguém que ingressa num mundo superficial para quebrar velhos padrões.

Próxima Matéria
Via       BBC News     ATI  
Imagens ATI
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+