• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Conheça o mais antigo (e perigoso) queijo do mundo

POR Jesus Galvão    EM Ciência e Tecnologia      23/08/18 às 19h36

Queijo sem dúvidas é umas das melhores invenções culinárias do mundo. E uma recente descoberta atesta que amamos essa iguaria há muito mais tempo do que imaginávamos. Foi descoberto um queijo que provavelmente foi produzido há 3200 anos em um túmulo egípcio.

Segundo uma pesquisa publicada na revista cientifica Analytical Chemistry, este é, provavelmente, o queijo mais antigo já encontrado. A "massa branca solidificada" data do século 13 a.C, e mesmo após tantos anos conseguiu resguardar muito de sua composição original. No entanto, junto ao queijo, também foram descobertas bactérias perigosíssimas.

O queijo mais antigo do mundo

O queijo foi encontrado em um jarro e passou cerca de 30 séculos perdido nas areias do deserto. Apesar disso, ele manteve a sua composição química original, o que auxiliou os cientistas e pesquisadores a descobrirem de que tipo de leite ele foi feito e sua possível origem.

Uma bactéria perigosíssima também foi encontrada junto ao resíduo arqueológico. A Brucella melitensis, que causa a brucelose, ou também como é conhecida, febre do mediterrâneo. O jarro foi encontrado em 1885 em um túmulo egípcio, no entanto, foi deixado de lado nas areias do deserto do Saara, em um sítio arqueológico.

Arqueólogos franceses, em 2010, teriam redescoberto o local e re-examinado as peças arqueológicas ali deixadas. O jarro teria sido enterrado junto ao prefeito da cidade egípcia de Mênfis, Ptahmes. Ptahmes era uma figura política muito importante. Segundo o novo estudo, o antigo prefeito era apaixonado por queijos.

Apesar das características preservadas do queijo, uma nova técnica de análise de proteínas e marcadores peptídicos precisou ser concebida para analisar a peça. O estudo foi liderado por Enrico Greco, da Universidade de Catania, na Itália. Pedaços da massa branca foram dissolvidos, isolando pequenas porções de proteína.

Elas foram então cuidadosamente analisadas e assim foi possível identificá-las como um tipo de queijo sólido que em muito se parece em sua consistência com um queijo francês, feito a partir do leite de cabra, chamado chèvre.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Via   Gizmodo  
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+