• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Diretora faz live no Facebook lendo histórias para seus alunos dormirem

POR Toni Nascimento    EM Curiosidades      18/03/19 às 18h37

Uma das profissões mais bonitas é a do professor. Existe nobreza quando você dedica a sua vida a ensinar outras pessoas, não importa em qual fase da vida esses aprendizes estão.

Dra. Belinda George, de 42 anos, é diretora de uma escola primária no Texas, EUA. Ela se preocupa de forma real e profunda com a educação dos alunos na escolas, principalmente no momento crucial que é a alfabetização.

Querendo ajudar na educação dos seus alunos, ela lê um livro infantil em sua sala de estar, muitas vezes de pijama, toda terça à noite, em uma live realizada na página do Facebook da Homer Drive Elementary School, colégio em que ela leciona e dirige.

A live semanal é chamada de "Terças-feiras Escondidas", e deixa as crianças bem animadas e felizes. "Eu não sei se eles (os livros) são lidos ou não em casa", disse a Dr. George, que procura ajudar a melhorar a alfabetização entre estudantes de lares economicamente desfavorecidos.

Terças-feiras Escondidas

A mulher inspira os seus alunos, que a procuram durante a semana para saber se o livro lido está disponível para empréstimo na escola. "As crianças virão até mim na quarta-feira e dirão: 'Dr. George, eu vi você fazendo a leitura!'", disse ela. "Eles vão me dizer a parte favorita do livro".  Assista uma parte de uma das lives:

Esse "clube da leitura" online com a Dr. George começou em dezembro de 2018, para seus 680 alunos. Alguns de seus vídeos do Facebook ao vivo receberam até 2.000 visualizações. Ela usa pijama porque diz boa noite para eles no final do vídeo, e quer ser fiel ao que está dizendo, segundo as próprias palavras da mesma.

A cada terça-feira, Dra. George manda uma mensagem aos seus alunos para se conectaram e aparecem na live. As leituras também são assistidas pela família, para incentivar o ato da leitura em família. Além disso, o processo é interativo, uma vez que a professora faz perguntas para as crianças responderem enquanto ela lê.

De vez em quando, ela se veste tematicamente. Por exemplo, quando ela lê um livro com certo personagem ou sobre certo assunto, vai lá e usa uma roupa temática. "Eu sei que se eu não os alcançar fora da escola, nunca os alcanço na escola".

Motivação e objetivo

"Quantos de vocês já ouviram que são muito pequenas para fazer alguma coisa?", ela perguntou, em uma entrevista. "Eu tenho três irmãs mais velhas, e elas costumavam me dizer que eu era muito pequena para fazer alguma coisa. Mas adivinha?. Eu fiz isso de qualquer maneira", afirmou a diretora.

Dra. George disse que 94% de seus alunos são de lares economicamente desfavorecidos, e os testes de alfabetização do ano passado mostraram que, em média, apenas 55% de seus alunos do terceiro, quarto e quinto anos estavam lendo.

Ela, que cresceu em uma casa economicamente desfavorecida, entende a realidade dos seus alunos. Além disso, ela também afirma que desde que começou a fazer as lives de leitura, o nível de seus alunos melhorou.

"Eu entendo que algumas dessas crianças nunca vão para a faculdade, mas eu não quero que elas sintam que não são bem sucedidas. O que quer que ela escolha, que seja bom nisso", afirmou. Mais do que isso, a diretora ensina amor: "Se uma criança se sente amada, ela tentará. Não há ciência sobre isso".

E aí, o que você achou dessa história? Comenta aqui com a gente e compartilha nas suas redes sociais. Para você que está se sentindo para cima agora, aquele abraço.

Próxima Matéria
Via   The Independent  
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+