Curiosidades

Essa é a primeira imagem enviada pelo rover da NASA depois de aterrissar em Marte

0

Dominar o espaço e descobrir tudo que ele guarda, ainda é um dos maiores desejos do homem. As pessoas são fascinadas com o quarto planeta do Sistema Solar, desde que o descobriram. Marte, depois do nosso, é o mais popular, e isso por vários motivos. Algumas pessoas alimentam a teoria de que há vida no enorme planeta vermelho. Outras dizem que os extraterrestres, que vemos em tantas histórias, partiram de lá. Já os cientistas o veem com outros olhos e estudam a possibilidade de habitá-lo.

Marte foi sempre uma grande fonte de mistérios. Com o passar dos anos, as pesquisas foram ficando mais intensas e os robôs enviados para lá nos dão informações e imagens cheias de detalhes. Assim, as descobertas a respeito do Planeta Vermelho não param.

Recentemente, três missões de países diferentes foram enviadas ao Planeta Vermelho. Uma delas foi a da NASA. Fazendo assim sua maior missão já lançada em direção ao Planeta Vermelho. E a aterrissagem dessa missão irá dar algo único para a humanidade, que serão câmeras encostadas ao módulo de aterrisagem. Elas irão gravar toda a descida independente do resultado. Além das câmeras, também terão microfones para gravar o som de Marte.

Felizmente, o rover Perseverance acabou de pousar na superfície do planeta e já enviou para a Terra as primeiras imagens.

Esse rover pousou em Marte no dia 18 de fevereiro, depois de um mergulho insondável e rápido na atmosfera marciana seguido de uma desaceleração rápida por conta de um skycrane que nunca tinha sido usado anteriormente. Foi esse skycrane que guiou o rover pelos 20 metros restantes até chegar na superfície usando cabos.

As fotos enviadas são fruto das grandes câmeras de perigo que detectam riscos. Elas compõe um conjunto de seis lentes para a visão estéreo na frente e atrás do rover. Da mesma forma que as outras missões envidas a Marte também deram e darão suas imagens a humanidade, a da NASA também fez isso.

Imagem

Essa primeira imagem é de uma das câmeras dianteiras, e a segunda imagem é de uma das câmeras traseiras. Essas câmeras de perigo tem capas contra poeira. Por conta disso as imagens tem uma qualidade menor do que aquelas que devem vir das outras 15 câmeras do Perseverance.

Essas duas imagens são as primeiras enviadas à Terra de dentro da cratera Jezero.

Além dessas câmeras de perigo, o Perseverance tem câmeras adicionais montadas na sua cabeça e braço. E uma delas é para observar as amostras que ele coleta em seu cachê.

Registro

Durante o pouso, quatro câmeras adicionais registraram a descida em diferentes perspectivas. E toda essa tecnologia de imagem tem um propósito, que é permitir que o rover faça seu caminho sendo supervisionado pela NASA. Ele andará em volta da cratera de Jezero e examinará as rochas antigas e os restos do delta do rio. O rover fará isso em busca de sinais de vida microbiana antiga.

Então, é possível que alguma das câmeras do Perseverance acabe enviando para a Terra uma imagem que contenha a primeira assinatura forte de vida antiga já detectada em Marte.

Baleia jubarte sobrevive a ataque de gangues de orcas

Matéria anterior

7 ilhas que já serviram de prisão

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos