Fatos NerdNotícias

Existe alguma chance de O Gigante de Ferro ganhar uma sequência?

0

O longa de Brad Bird pode não ter feito tanto sucesso em 1999, no entanto, com o passar dos anos, foi conquistando o coração de muitos fãs. Em decorrência disso, existe um questionamento que vem sendo sondado há um tempo: a continuação de Gigante de Ferro é uma possibilidade? O enredo do filme é baseado no livro The Iron Man, de Ted Hughes. Além do longa de Bird, a produção recebeu uma adaptação musical. Pete Townshend, integrante da banda The Who, transformou o romance em um álbum. The Iron Man: A Musical chamou a atenção das produtoras e Bird foi contratado para fazer uma versão animada do álbum, sem a parte musical. O filme foi aclamado em seu lançamento, principalmente pelos belos efeitos visuais e por sua dublagem. Hoje em dia, consideramos O Gigante de Ferro um clássico, ignorando seu desempenho na bilheteria quando foi lançado.

Brad Bird afirmou que a Warner Bros foi responsável pelo mal desempenho do filme na arrecadação de dinheiro. De acordo com o diretor, a distribuidora não se preocupou com o investimento em uma boa estratégia de marketing. O prejuízo da Warner com A Lenda de Camelot, aparentemente, oi o motivo pelo qual a produtora perdeu a fé no filme do gigante metalizado. Mesmo sendo surpreendidos pelo alto desempenho do longa perante as críticas, já era tarde demais para a promoção de campanhas publicitárias decentes.

Em uma entrevista para o io9 no ano passado, Bird mostrou desinteresse em trabalhar numa continuação do filme do gigante. E desde então, ele não parece ter mudado de opinião. “Eu acho que essas histórias já foram contadas. Sempre me pedem para  fazer Ratatouille 2 e O Gigante de Ferro 2, pedem para que eu refaça tudo o que eu já fiz e aparentemente ninguém quer ver de novo. Discordo da sociedade nesse ponto, quero fazer coisas novas”, descartou o diretor.

Antes tarde do que nunca

Bird pode não concordar com a continuação do filme. Todavia, isso não impediu que Steven Spielberg utilizasse o robô em um de seus projetos. Em Jogador Nº 1, o rei dos blockbusters apresentou inúmeras referências à diversas propriedades da cultura pop, de Alien ao Iluminado. A produção apresentou também O Gigante de Ferro em um papel importante, ao colocá-lo para auxiliar Parzival em sua batalha final. Embora não seja uma sequência do filme original do autômato, deu pra matar a saudade do ícone.

Brad Bird parece muito relutante em produzir sequências. Mas vale lembrar que ele retornou para o desenvolvimento de Os Incríveis 2. O intervalo de dez anos foi o suficiente para fazer o cineasta mudar de ideia. Sendo assim, quem sabe daqui mais algum tempo ele não reconsidere. No fundo, parece que o diretor só tem medo de outro fracasso financeiro. E provavelmente, esse erro a Warner não cometeria novamente. Já vimos alguns casos de sequências que redimiram os originais. Vamos lá Bird, a gente quer chorar assistindo O Gigante de Ferro 2.

E então, o que achou da desculpa do diretor? Estava aguardando uma continuação do filme? Acha que a bilheteria seria melhor dessa vez? Compartilhe sua opinião com a gente.

Finalmente cientistas conseguiram mapear a geometria de um elétron

Matéria anterior

10 animes que você precisa assistir se está sentindo falta de My Hero Academia

Próxima matéria

Mais em Fatos Nerd

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.