CuriosidadesHistória

Império Inca: crianças eram drogadas e sacrificadas em vulcão, aponta estudo

0

O Império Inca é conhecido como uma das maiores civilizações das Américas, sendo referência para uma sociedade organizada e cheia de cultura. Entre as práticas mais conhecidas, destaca-se a do sacrifício.

O ritual Capacocha era um tipo de sacrifício em que as crianças, de ambos os sexos, eram selecionadas em cerimônias realizadas em santuários importantes, conhecidos como huacas ou wak’akuna. Assim, o sacrifício em si era realizado por um entre quatro opções de métodos: estrangulamento, golpe na cabeça, asfixia ou ser enterrado vivo enquanto inconsciente. Este último, em alguns casos de locais mais frios, as crianças provavelmente morriam de hipotermia.

Dessa forma, o ritual era realizado como respostas a eventos considerados importantes na vida do Sapa Inca. Além disso, praticavam rituais parecidos para impedir desastres naturais.

Em um novo estudo, publicado no Jounral os Archeological Science, pesquisadores identificaram locais do ritual em montanhas e picos vulcânicos ao redor do Peru. No entanto, o estudo se concentrou em dois casos específicos.

Eram eles duas crianças encontradas abaixo do cume do vulcão Ampato, que foram enterradas em posição sentada a uma altitude de 5.800 metros acima do nível do mar.

Crianças incas eram drogadas

Por meio de um estudo toxicológico, os pesquisadores obtiveram dados interessantes. Eles encontraram evidências de intoxicação com folhas de coca e outras substâncias alucinógenas. Isso sugere que as crianças foram drogadas antes do ritual de sacrifício.

Além disso, a pesquisa sugere que as crianças mastigavam as folhas de coca, o que provocava o aumento da pressão arterial assim como o estado de euforia e bem-estar. Já o uso médico tradicional das folhas de coca é para superar a sensação de fadiga, a fome e a sede. A coca também é eficaz contra o mal provocado pela altitude.

Além das folhas, as crianças consumiram uma bebida conhecida como ayahuasca, que é um tipo de psicodélico que afeta os sentidos, habilidades cognitivas, emoções e pode causar alucinações.

As duas crianças foram atingidas por raios, sendo que uma delas estava em mau estado de conservação, possivelmente por causa de múltiplos raios. Visto que não se determinou a causa da morte por conta da falta de indícios de golpes ou ferimentos visíveis, acredita-se que ambas as crianças passaram pelo processo de serem enterradas vivas durante o ritual.

Império Inca

Reprodução

Os incas formaram o maior império da América do Sul, com um território vasto que se estendia por mais de 4.000 km. Foram uma civilização pré-colombiana que ocupava o que conhecemos hoje como a maior parte da Colômbia até o norte do Chile e Argentina.

De acordo com historiadores, o Império Inca surgiu oficialmente com o reinado do Sapa Inca – que é um termo em quéchua para imperador – Pachacuti. Foi durante seu reinado que os incas começaram a conquista territorial da região andina, processo que foi continuado posteriormente por outros imperadores incas.

Assim sendo, era uma sociedade teocrata, isto é, o governo sofria influência das crenças religiosas. Nesse caso em específico, o Sapa Inca era visto como um descendente do sol e, por isso, ele possuía poderes irrestritos sobre os demais.

O poder era tanto que o Sapa Inca poderia determinar quando poderiam casar, viajar e se mudar para outras áreas do império, entre várias outras decisões pessoais. Para além do território considerável, o Império Inca se destaca por sua riqueza de povos e culturas.

Estima-se que o Império possuísse em torno de 6 a 10 milhões de habitantes. Nessa sociedade, existiam, pelo menos, 30 idiomas diferentes. Assim, a base da economia era a agricultura, sendo que os incas produziam tudo que possuíam. Já a fertilidade da agricultura dos incas era resultado da técnica conhecida como curvas de nível.

Então, no século XVI, os espanhóis velejaram até a América do Sul e conquistaram o império, que estava enfraquecido por um vácuo de poder. Foram diversas rebeliões ao longo das décadas, mas eventualmente os espanhóis conseguiram ocupar os territórios incas.

Fonte: Socientifica

Pessoas de olho azul têm um único ancestral de mais de 6 mil anos atrás

Matéria anterior

Doutor Estranho 2: tapa de Will Smith vira cena do filme

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications