Notícias

Para evitar a Rússia, maior voo de passageiros será criado

0

Com a declaração de guerra entre a Rússia e a Ucrânia que aconteceu no início do ano de 2022, os Estados Unidos e a União Europeia aplicaram uma sequência de sanções à Rússia. Entre os diversos resultados, o setor de aviação vem sendo um dos mais afetados, de serviços de fabricação e manutenção a voos comerciais.

Logo, a companhia aérea de Hong Kong, Cathay Pacific, se prepara para lançar o maior voo de passageiros do mundo para evitar passar pelo espaço aéreo russo.

Assim sendo, atualmente, o voo mais longo com passageiros pertence à Singapore Airlines, percorrendo 15.343 km em 18 anos. O percurso é entre a cidade-estado asiática e Nova York, nos Estados Unidos.

No entanto, a companhia aérea Cathay Pacific pretende superar isso, de acordo com a AFP na última terça-feira (29). Dessa forma, a companhia planeja um trajeto de 16.668 km entre Hong Kong e Nova York no próximo domingo (3).

Com isso, será o maior voo de passageiros em questão de distância, mas não em tempo. Isso porque o trajeto irá durar em torno de 17 horas, ou seja, um a menos em comparação com o voo da Singapore Airlines.

Dessa forma, o antigo trajeto percorrido pela Cathay Pacific durava cerca de 15 horas, cobrindo uma extensão de 12.990 km. A rota passava pelo leste da China, centro-oeste da Rússia, oceano Pacífico e, por fim, chegava à cidade de Nova York.

No novo trajeto, para evitar o espaço aéreo da Rússia, a empresa optou por sair de Hong Kong, que fica no extremo sudeste da China. Depois, irão sobrevoar o oeste do país asiático inteiro, o Mar Negro, a Europa central e o oceano Atlântico, para então alcançar a cidade estadunidense.

Motivo oficial

Oficialmente, a companhia aérea Cathay Pacific afirma que a opção desse novo trajeto transatlântico é em virtude dos fortes ventos sazonais no Oceano Pacífico durante essa época do ano.

Independente do motivo, no dia 3 de abril, os dados das plataformas de rastreamento de voos mostraram a nova rota da empresa, que pode estabelecer um novo recorde mundial, e não internacional, de voo mais longo de passageiros.

A aeronave

O avião que fez história como o operador do maior voo de passageiros do mundo no dia 3 de abril é um Airbus A350-1000. Assim, ele foi construído com fuselagem que contém mais de 70% de materiais avançados. Além disso, ele possui dois motores turbofan Trent XWB, sendo a segunda aeronave mais longa construída pela marca europeia.

Dessa forma, esse avião é um concorrente do Boeing 777. Ele é um Airbus que acomoda entre 350 e 410 passageiros, tendo entrado em serviço em fevereiro de 2018, inicialmente com a Qatar Airways. Depois, foi operado pela Virgin Atlantic, British Airways, Eithad e pela própria Cathay Airlines, entre outras.

Maior avião do mundo

Olivier Cabaret/Flickr

O título de maior avião do mundo vai para o Antonov An-225 Mriya. Assim, ele foi destruído no hangar nas proximidades de Kiev, durante os ataques russos à Ucrânia no último mês.

Esse avião foi criado em 1988 pelo programa espacial soviético e se tornou o avião mais pesado a sair do chão, além de ser o maior cargueiro do mundo.

O An-225 Mriya, que é sonho em russo, foi criado para carregar o ônibus espacial Buran, que voou ao espaço, mas sem passageiros. Assim, com o fim da União Soviética, a aeronave se encontrou abandonada por anos até ser colocada nos céus novamente pelos ucranianos.

Então, o único exemplar foi destruído em um incêndio causado pelo combate. Já o segundo exemplar, que está em construção, já havia sido destruído alguns dias antes. Dessa maneira, a Ucrânia diz que irá reconstruir a aeronave e que os russos irão pagar pela reforma.

Fonte: Olhar Digital

8 filmes que foram verdadeiros fracassos de bilheteria

Matéria anterior

É viável implementar semanas de trabalho de 4 dias?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos