Curiosidades

Primeiro transplante de pulmão de doador vivo é feito para mulher com COVID-19

0
Estamos vivendo a pandemia do coronavírus há mais de um ano. Por ser um vírus mortal, as autoridades de todo mundo se mobilizaram com a situação e tentaram conter o surto. A propagação desse novo tipo de coronavírus, tanto pela Ásia, como em outros continentes, deixou o mundo todo em estado de alerta.

Desde a sua identificação, ele já fez várias vítimas e infectou inúmeras pessoas. E os números não param de crescer. Na urgência de tentar conter o mais rápido possível a pandemia do coronavírus, laboratórios do mundo inteiro se mobilizaram em busca de uma vacina eficaz contra a COVID-19.

Felizmente, todo esse esforço valeu a pena. Tanto que, vários países do mundo já estão vacinando suas populações. Mesmo assim, as pessoas infectadas com o vírus podem ter sequelas ou complicações por conta da doença.

Transplante

Sabendo disso, algumas coisa surpreendentes estão sendo feitas para salvar pessoas infectadas com o coronavírus. Por exemplo, essa japonesa que fez o primeiro transplante do mundo de um pulmão de doadores vivos para um paciente recuperado de COVID-19.

Essa cirurgia foi necessária porque os pulmões da paciente estavam bastante danificados por conta da doença. De acordo com o Hospital Universitário de Kyoto, a paciente foi submetida a uma operação que durou 11 horas. A operação foi feita por uma equipe médica de 30 pessoas. E eles transplantaram para ela o tecido pulmonar do seu marido e filho.

Ao redor do mundo, várias pessoas já receberam transplantes de pulmão como parte da recuperação da infecção pelo COVID-19. Por exemplo, em julho do ano passado, cirurgiões americanos fizeram um transplante duplo de pulmão que foi bem sucedido em um paciente com COVID-19. Essa operação é acreditada que foi a primeira desse tipo em um paciente com coronavírus no pais.

Já no mês passado, cirurgiões americanos fizeram um transplante duplo de pulmão “COVID to COVID” usando pulmões de um doador que tinha se recuperado da doença, mas que acabou morrendo por outra causa. O pulmão foi transplantado para um paciente de 60 anos que teve os pulmões danificados pela doença.

Caso

Contudo, segundo os médicos, esse caso no Japão foi o primeiro onde o tecido pulmonar foi transplantado de doadores vivos.

“Demonstramos que agora temos a opção de transplante de pulmão de doadores vivos“, explicou Hiroshi Date, cirurgião torácico do hospital que liderou a operação.

A paciente em questão que foi submetida a esse transplante pulmonar contraiu COVID-19 em 2020. E ela passou vários meses em uma máquina de suporte de vida que funcionava como um pulmão artificial. Mesmo com essa máquina, os pulmões da mulher já não funcionavam mais. E por isso, ela precisava de um transplante de pulmão para viver.

Então o marido e o filho dessa mulher se ofereceram para doar partes dos seus pulmões. Depois da cirurgia feita, os dois ficaram em condições estáveis, mas a mulher ainda estava sob cuidados intensivos. O previsto é que ela deva continuar no hospital por mais dois meses e depois esteja boa para ser liberada e voltar para casa.

Superlua Rosa quando acontece e como observar

Matéria anterior

7 curiosidades sobre Guns N’ Roses, a lendária banda de rock

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.