Curiosidades

Programa de TV de 1989 previu como seriam as casas em 2020 e esse foi o resultado

0

Na internet, existem várias teorias sobre como será o futuro. Desde muito antes do começo do século passado, as pessoas vêm imaginando e fazendo previsões sobre o que acham que vai existir. Um exemplo, que praticamente todo mundo conhece, é o desenho animado Os Jetsons. O cartoon, da década de 1960, mostra a vida de uma família, que vive no século XXI, e nele, vemos carros voadores e casas flutuantes.

Ainda não temos essas casas flutuantes, mas algumas coisas conseguimos com o tempo e algumas previsões foram validadas. E em uma época em que não existiam smartphones ou internet, a BBC tinha um programa em seu canal de TV, onde especialistas previam como seriam as casas dos britânicos. O programa era de 1989 e a previsão que eles faziam era para o ano de 2020.

Algumas das previsões eram bem além da realidade como por exemplo, janelas que poderiam se transforar em paredes. Mas algumas das previsões foram bastante certeiras. Como por exemplo a capacidade de tocar música com o poder da voz. Se formos pensar isso é bem parecido com dispositivos que temos hoje como o Alexa.

Outra previsão foi de que as paredes conseguiriam carregar aparelhos, que se compararmos podemos ver uma semelhança com carregadores sem fio.

Previsões

A página do Facebook da BBC postou um clipe de um dos episódios do programa, que faziam essas previsões, que se chamava Tomorrow’s World. Nele, os pesquisadores conversam com Christine MacNulty, uma analista de tecnologia. Ela é a coautora de dois livros a respeito do futuro da tecnologia. E foi quem descreveu como seriam as casas, nos dias de hoje.

“As pessoas vão querer todos os benefícios da tecnologia moderna, mas sem todos os aparelhos complicados que temos hoje. Eles vão querer casas que funcionem para eles. Até 2020, tudo isso será possível”, disse.

“Nós teremos coisas sob controle sem todos esses botões. E além do mais, a própria tecnologia será incorporada no próprio tecido da casa e de seus móveis”, completou.

No programa, o apresentador anda em uma “casa do futuro” que tem a tecnologia que MacNulty diz que existirá. Entre os utensílios mostrados, tem luzes que ligam e desligam automaticamente, enquanto a pessoa passa pelos cômodos. Além de a pessoa poder ouvir sua música preferida, dando um comando de voz.

Casa

“Um comando simples fornece música, talvez proveniente de uma biblioteca de sons”, explica o apresentador.

Uma das previsões era a de que, em 2020, as tomadas elétricas não existiriam mais. E ao invés delas, os gadgets seriam carregados através de blocos, que consomem energia de qualquer ponto da parede.

Os especialistas acharam também que as janelas sofreriam uma drástica mudança. Com a tecnologia, elas conseguiriam se transformar, em uma tela de TV ou um computador, que poderia passar gráficos ou filmes.

O programa acaba dizendo que as casas do futuro serão personalizáveis. “As pessoas, que já estão planejando a casa em que viveremos em 30 anos, nos garantem que podemos usar a tecnologia necessária ou a quantidade de tecnologia que desejamos. O ponto crucial é que não haverá um único lar para o futuro. Haverá milhões de diferentes”, conclui o apresentador.

Marvel contrata Owen Wilson para papel de destaque em Loki

Matéria anterior

7 vírus e bactérias mortais criados em laboratórios

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.