Curiosidades

Quantos países realmente existem no mundo?

0

O nosso mundo é uma imensa caixinha de surpresas e podemos conhecer coisas novas a todo o momento. A diversidade nos atrai e encanta, visto que os países têm cada um a sua cultura, seu clima, seu formato e etc. Por esse motivo, diversas pessoas sonham em viajar os quatro cantos do planeta e conhecer o máximo que conseguirem. Infelizmente, essa é uma realidade de poucas pessoas, mas ainda podemos nos programar para conhecer um ou dois países que sempre sonhamos.

Além disso, cada país possui a sua individualidade. Seja essa na cultura, no clima, na geografia e, é claro, no idioma. Quando aprendemos geografia, na escola, vemos muitos países e aprendemos um pouco sobre suas características físicas e políticas. Mas isso não quer dizer que conhecemos determinado lugar.

Nesse ínterim, talvez a maior parte das pessoas nem ao menos saiba a quantidade de países existentes no mundo. Até porque várias mudanças já aconteceram em nosso mundo. Países se separaram, uniões foram formadas. Portanto, é normal que as pessoas sempre tenham essa pergunta na cabeça: quantos países existem no mundo?

Quantos existem

 

Estudo prático

Apesar desta pergunta parecer simples de ser respondida, a verdade é que a resposta depende muito do que é considerado um “país”. Isso porque, quando o assunto é política estatal, são poucas as coisas que são diretas e objetivas. Nesse sentido, se a pergunta for feita em diferentes países a resposta também pode ser diferente.

Por exemplo, de acordo com a Organização das Nações Unidas, a ONU, ela reconhece 251 países e territórios. Já os Estados Unidos reconhecem oficialmente menos de 200 nações. Em conclusão, o melhor resultado é se dizer que existem 195 países no mundo.

Eles estão distribuídos pelo mundo da seguinte forma: América Latina e Caribe: 33 nações; Europa: 44 nações; Ásia: 48 nações; África: 54 nações; América do Norte (menos México que configura como América Latina): 2 nações; e Oceania: 14 nações.

Ponderações

UOL

Cientistas políticos usam as palavras ‘país’ e ‘nação’, para descrever esses lugares que possuem suas próprias fronteiras e governos completamente independentes. Por isso que, dos 195 países do mundo, 193 são membro de fato da ONU. Santa Sé (Vaticano) e a Palestina estão na lista como observadores não-membros.

No entanto, alguns Estados são apenas reconhecidos parcialmente como um país. Atualmente, cerca de seis Estados que não são membros da ONU recebem esse reconhecimento parcial. Eles são: Taiwan, Saara Ocidental, Kosovo, Ossétia do Sul, Abecásia e a República Turca de Chipre do Norte. Isso acaba totalizando 201 países.

Estes países são reconhecidos parcial ou totalmente controlados por um outro país. Taiwan, por exemplo, a ONU basicamente o reconhece como representado pela República Popular da China. As ilhas Cook e o Niue, aparecem em algumas listas como Estados parcialmente reconhecidos. No entanto, eles nunca declararam independência ou tentaram ingressar na ONU, o  que os faz serem considerados territórios autônomos pertencentes à Nova Zelândia.

Ainda existem aqueles países autodeclarados que nenhum membro da ONU sequer reconhece, mas que operam de forma independente. O que aumentaria o número de países para algo entre 204 e 207, que são chamados de Estados soberanos de fato, uma maneira para afirmar que estes países são independentes, mesmo que não de forma “oficial”.

Países no esporte

Todo estudo

Embora tenhamos aprendido na escola, ao observarmos um mapa mundi, por exemplo, onde existam cerca de 195 países, durante a abertura de jogos olímpicos, é comum que mais de 200 nações façam o desfile de suas comissões, o que acaba causando confusão na mente das pessoas. Mas isso pode ser facilmente respondido. O Comitê Olímpico Internacional (COI) nem sempre exigiu que as nações que se candidatam aos jogos fossem independentes.

Dessa forma, cerca de 206 nações são reconhecidas e consideradas aptas a participar das Olimpíadas. A FIFA, que organiza as partidas que acontecem antes e durante as Copas do Mundo, assim como o COI, sempre foi mais “flexível” em relação à independência e ao reconhecimento internacional de seus membros. Até 2009, cerca de 209 países eram membros e podiam competir. Hoje, o número já chega a cerca de 211 nações aptas para as competições organizadas por ela.

Fonte: Caminhos me levem 

Imagens: Estudo prático, UOL, Todo estudo

Batatas fritas quebram recorde de mais caras do mundo com valor de R$ 1.000

Matéria anterior

Saiba o que são os cookies e porque os sites guardam dados sobre você

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos