Todos estamos preparados para ver Natasha Romanoff chegar aos cinemas. Porém, quando o filme estrear, em maio de 2020, ela pode ter a companhia de algumas irmãs. Durante a San Diego Comic-Con, fomos apresentados oficialmente ao elenco do filme de Cate Shortland. Com a confirmação de Florence Pugh, como Yelena Belova, já até chegamos a especular a possibilidade de uma sucessora direta da superespiã para as próximas fases. Contudo, de acordo com Rachel Weisz, integrante do elenco, outras agentes russas, treinadas na Sala Vermelha, estão presentes no longa. Em uma entrevista ao IGN, a atriz falou sobre o plano da Marvel de apresentar outras Viúvas Negras ao público. "Há um bom número", disse Weisz. "Eu sou uma Viúva Negra, há Scarlett e Florence. Há um monte de outros personagens que você não conhece que são Viúvas Negras".

Ainda sabemos muito pouco sobre a importância da personagem de Weisz no filme. Até agora, o único detalhe confirmado é que ela se chama Melina. Tal informação levou os fãs a especularem que talvez ela dará vida à Dama de Ferro. Além de Weisz, Johansson e Pugh, o time de atores conta com David Harbour e O.T. Fagbenle. Embora as particularidades correspondentes à produção não tenham sido divulgadas, com o painel da Marvel na D23 no próximo mês, é esperada a divulgação de um trailer.

Publicidade
continue a leitura

Não sabemos muito bem o que esperar, mas tudo aponta que Viúva Negra fugirá dos convencionais filmes do MCU. Após a liberação do cronograma de lançamentos da Fase 4, pudemos notar que a Casa das Ideias está aderindo à mais experimentações nas produções. Desde a aposta em um filme sombrio, como Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, à séries que apresentem temáticas psicodélicas, como WandaVision. A representatividade é outro elemento que a Marvel está trabalhando nessa nova fase. O elenco de Os Eternos tem sido altamente elogiado, por exemplo.

Mais sobre Viúva Negra

Publicidade
continue a leitura

Florence Pugh, intérprete de Yelena Belova, descreve o filme como "cru e triste". A atriz chegou a admitir que foi esse o motivo pelo qual ela assinou o projeto. Levando em consideração que Rachel Weisz possui diversos trabalhos densos e aclamados em sua filmografia, podemos supor que existe um bom motivo para ela ter aceitado o papel nesse longa. "As pessoas têm esperado por isso [filme de Natasha] há muito tempo, e tem sido realmente incrível mostrar essas mulheres sob uma luz natural e de forma honesta", disse Pugh.

Publicidade
continue a leitura
Publicado em: 29/07/19 19h19