Fatos Nerd

Trailer de Shazam! faz referência à Capitã Marvel

0

Algo importante a se ressaltar em relação a Shazam é o fato de ele ser uma criança no corpo de um adulto com super poderes. Ou seja, não espere maturidade em suas ações quando ele descobrir a palavra mágica. Dito isso, vale reforçar que o filme foi inspirado na fase dos Novos 52, na qual Billy Batson está mais zoado do que nunca. Até o momento, tudo indica que o longa terá essa mesma energia divertida, como visto no último trailer.

Prova disso não está apenas nas confusões que Billy apronta antes de dominar seus poderes e enfrentar o verdadeiro mal da história, mas também no aceno que o vídeo faz à heroína que carrega seu antigo nome. Confuso? Explicamos. No segundo trailer de Shazam!, o vídeo coloca um leve easter egg à Capitã Marvel e mostra todo seu ar brincalhão. A cena em questão é quando Billy (Zachary Levi) está saindo da loja de conveniências ao lado de Freddy (Jack Dylan Grazer). O amigo propõe alguns codinomes ridículos a Billy, entre os quais está “Captain Sparklefists”, algo como Capitão Dedos de Faísca. É aí que mora a pequena referência.

E Capitã Marvel com isso?

Assim como Shazam! tem fortes inspirações na fase dos Novos 52 da DC Comics, o filme da Capitã Marvel tem base na era escrita por Kelly Sue DeConnick. Com a morte de Mar-Vell, Carol Danvers assume o título de Capitã, porém, com certa relutância. Para ajudá-la a enfrentar essa situação, ela se consulta com a Dra. Helen Cobb, amiga e mentora da personagem. Em uma das conversas, Carol revive o acidente que lhe concedeu poderes.

Em Capitã Marvel #6, a Dr. Cobb menciona um caso. “A sucata que eles desenterraram no Peru era daquela máquina. Então ela explodiu, mas você queria ser poderosa o bastante para impedir isso e pronto! Você é a Princesa Sparklefists, voando sem avião?”. A expressão “Sparklefists” pode ser colocada como Punhos de Faísca, uma referência aos raios fotônicos da heroína. O easter egg é mínimo, contudo pode ser interpretado como um aceno de um personagem a outro. Um sinal de respeito em meio à tanta briga entre os fãs dos personagens.

Um nome em comum

Shazam nem sempre pertenceu à DC Comics. Ele foi criado por C. C. Beck e Bill Parker para a Fawcett Comics, em 1940. A ideia surgiu graças ao sucesso de Superman. Todas as editoras desejavam ter sua versão do kryptoniano. Por um tempo, no caso do Capitão Marvel, a popularidade chegou a ser superior à do Homem de Aço. A DC não gostou nada da competição e, alegando plágio, levou o caso à justiça. A disputa correu por um tempo, até que as histórias de super-heróis perderam a fama. A Fawcett estava falida e acabou vendendo os direitos do personagem para a DC Comics. O herói voltou às páginas na década de 1970. Porém, na época, a Marvel Comics foi mais esperta e registrou o nome Capitão Marvel.

A DC tentou divulgar seu novo herói como Shazam, mas isso não impediu os leitores de se referirem a ele como Capitão Marvel. Afinal, foi o nome que lhe rendeu tanto sucesso. O costume durou por anos e, vez ou outra, confundia novos leitores. Foi apenas em Os Novos 52, o reboot de 2011, que a DC oficialmente alterou o nome do herói. Assim, o antigo Capitão Marvel passou a ser conhecido apenas como Shazam.

Entenda porque esse homem viaja todos os dias 1944 km para trabalhar como barista

Matéria anterior

15 dicas quase infalíveis para finalmente parar de fumar

Próxima matéria

Mais em Fatos Nerd

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.