• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 casos de epidemia do vírus ebola em diferentes partes do mundo

POR Leticia Rocha    EM Curiosidades      22/03/19 às 17h46

A ebola é uma zoonose, ou seja, uma doença que é transmitida para humanos através de animais. A raiva, por exemplo, é um tipo de zoonose. Os morcegos frutívoros são considerados os hospedeiros naturais do vírus ebola. A contaminação com o vírus causa febre, dor de cabela, dor muscular e até mesmo hemorragia interna. Se não tratada, a doença pode levar a fins trágicos, levando à morte.

No entanto, não pense que apenas os humanos são atingidos com o vírus. Primatas não-humanos também podem ser contaminados. Ou seja, os macacos, gorilas e chimpanzés também correm risco de contrair o vírus e isso piora ainda mais a situação, já que o contágio pode ser ainda maior. A contaminação acontece através do sangue, saliva e fluídos corporais e pode acontecer até mesmo através do cadáver de alguém contaminado. Conheça agora alguns locais que já sofreram com epidemias da doença.

1 - Lagos

Em 2014, um homem que voou da Libéria para a cidade de Lagos, na Nigéria, ficou gravemente doente e morreu cinco dias depois, pois estava com o vírus ebola. Os dois médicos que cuidaram de seu tratamento morreram também contaminados. Ao todo, foram 19 pessoas contaminadas através desse primeiro homem, sete delas morreram. Passados 42 dias sem nenhum novo infectado, o vírus foi declarado contido. Depois do ocorrido, a fiscalização nos aeroportos se tornou ainda mais rigorosa.

2 - Mali

Um homem contaminado com o vírus ebola viajou da Guiné pra Mali, também em 2014, sendo que poucos dias depois ele morreu. Outras sete pessoas foram contaminadas através desse primeiro homem e apenas uma delas sobreviveu. Apesar do pequeno número de contaminados, o surto foi considerado trágico já que apenas um dos atingidos sobreviveu.

3 - Glasgow

Pauline Cafferkey é enfermeira e estava trabalhando em Serra Loa, quando acabou infectada pelo vírus ebola. No entanto, na triagem no aeroporto, nada foi detectado. Foi um dia depois da triagem no aeroporto, que ela piorou significativamente e foi diagnosticada com o vírus. O médico que realizou a triagem na enfermeira confessou que escondeu a alta temperatura da paciente porque estava ansioso para ir para casa comemorar o Natal. O que ele pensou que não seria nada demais, se tornou o que é conhecido como um dos piores casos da doença. Apesar de ter se recuperado de primeira, o vírus voltou a se manifestar outras duas vezes e Pauline esteve entre a vida e a morte. Felizmente, ela se recuperou e tudo ficou bem.

4 - Texas

Um homem liberiano foi visitar seus familiares em Dallas, no Texas, quando, de repente, adoeceu com o vírus e acabou morrendo no hospital. Acontece que, no aeroporto, ele mentiu sobre ter tido contato com pessoas contaminadas com o vírus, provavelmente, para não ser barrado. Outras duas enfermeiras que acompanharam o homem também contraíram o vírus, uma delas morreu.

5 - Nova York

Um médico que estava trabalhando como voluntário na Guiné, no programa Médicos Sem Fronteiras, morreu poucos dias após retornar de seu trabalho. Foi ele mesmo quem suspeitou de sua alta temperatura e se trancou em casa antes de ir para um hospital. Outras pessoas que tiveram contato com ele também foram isoladas imediatamente e tratadas. Felizmente, nesse caso, todos se recuperaram bem e não houve mais contaminados e nem mortes em decorrência do vírus.

6 - Madrid

Uma enfermeira espanhola foi contaminada com o vírus enquanto cuidava do tratamento de um padre, também espanhol e que trabalhava em Serra Leoa. A enfermeira foi tratada e logo se recuperou da doença, o padre infelizmente não resistiu.

7 - Arábia Saudita

Em 2014, um homem da Arábia Saudita viajou para Serra Leoa a negócios, onde contraiu o vírus. O homem só foi diagnosticado com o vírus quando retornou para seu país para fazer a peregrinação a Jidá. No entanto, ele teve de ser colocado em quarentena para não correr o risco de contaminar outras pessoas. Infelizmente, o homem não resistiu e morreu, sendo considerado a única vítima na Arábia Saudita.

E você, lembra da época em que houve a epidemia de ebola? Sabia que o vírus era tão mortal assim? Nos conte aqui nos comentários e aproveite para compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Leticia Rocha
Jornalista e aprendiz de Dani Noce. No insta é ticia_rochaa
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+