• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 curiosidades sobre o Pé Grande, uma das lendas mais famosas do mundo

POR Toni Nascimento    EM Creepypasta      31/10/18 às 17h18

Cada cantinho do mundo guarda as suas próprias lendas, seu folclore regional. Aqui no Brasil não faltam personagens neste catálogo, do Saci Pererê ao Curupira. Mas ao ultrapassar as fronteiras precisa-se estar ciente de as criaturas místicas serão outras. Como na Irlanda irá ouvir sobre os duendes e na Austrália... bom, por lá não precisamos lembrar do folclore uma vez que já possui animais reais assustadores. Mas existe um ser místico que, apesar de ser parte da cultura dos Estados Unidos e do Canada, é falado pelas pessoas do mundo inteiro. O Pé Grande é tão polêmico, que algumas pessoas acreditam na sua existências.

O Pé Grande - para facilitar a sua visualização mental - é um macaco bípede que pode chegar a medir mais de 30 metros, dependendo de qual região você está. Confabular sobre esse monstro é esporte favorito entre muitas pessoas. Alguns cientistas buscam as provas para confirmar seus argumentos de que eles realmente existem, enquanto fotógrafos se firmam em frente a florestas à espera da passagem de um deles. Isso foi por que eu não falei das mil teorias e matérias sobre os Pés Grandes que você pode encontrar na internet - inclusive uma minha aqui. A verdade é que estávamos com saudade de falar sobre o Pé Grande, então listamos 7 curiosidades sobre ele.

1 - Ele era uma crença dos indígenas norte americanos

Uma criatura peluda, grande, que anda sobre dois pés e parece um híbrido de macaco com homem perpetua na cultura americana muito antes do que muita gente acredita. Esse perfil do Pé Grande, também pode ser encontrado descrito na mitologia de numerosos povos indígenas norte americanos. Cada tribo tinha sua opinião sobre a criatura, porém, quase nenhuma delas a via como um ser monstruoso, agressivo ou mal. Pelo contrário, afinal nas tribos ele era visto como um gentil e protetor guardião da terra.

2 - Pé Grande contra os colonizadores

Em 1960, muitos europeus que desembarcaram na América do Norte "experimentaram" seus próprios encontros com o Pé Grande. Alguns desses colonos documentaram essas experiencias quase nunca citadas. O escrito mais popular é do navegador francês Samuel de Champlain, que descreveu um "monstro assustador, que os selvagens chamam de Gougou". Apesar de chama-la de fera enorme e feminina que devorava seres humanos, ao ler o escrito hoje percebemos que ele foi vago o suficiente, podendo ser a criatura descrita até o Monstro do Pantano.

Nota-se que quanto mais o Novo Mundo era sendo colonizado, mais relatos sobre o Pé Grande foram sendo relatados ao longo do tempo.

3 - O ataque do pé Grande no Ape Canyon, em 1924

Durante uma noite de verão de 1924, segundo relatos, cinco mineradores resolveram voltar para a cabana, no Ape Canyon, EUA, no fim da tarde. Ao deitarem para dormir, eles começaram a ouvir os gritos de um grupo de Pé Grandes, que também jogavam pedras e paus nas cabanas. Segundo a história, isso aconteceu durante a noite inteira. Por mais que a noite tenha parecido bem assustadora, não existem provas concretas. A quem diga que não passaram de adolescentes barulhentos.

4 - As pegadas encontradas

Segundo relatos, os avistamentos do Pé Grande começaram com os nativos norte americanos e nunca mais pararam, chegando ao século 20 (como o caso relatado no tópico anterior). Se na década de 1940 já houveram relatos de pegadas do animal, foi na década de 1950 que alguns trabalhadores encontraram uma série de pegadas gigantes, com 16 polegadas de comprimento, submersas na suas ainda úmidas estradas recém-construídas. Menos de uma semana depois, eles alegaram ver um Pé Grande na região. Cerca de 15 funcionário fizeram a descrição, porém, a empresa foi acusada de estar mentindo para criar burburinho. Diante da acusação, o proprietário respondeu: "Quem conhece alguém tolo o suficiente para arruinar seus próprios negócios?". Esse caso fez crescer ainda mais o mito.

5 - Pé Grande entra na cultura pop

Desde a primeira possível filmagem do Pé Grande, feita por Patterson-Gimlin na década de 1970 - veja aqui -, ele entrou no imaginário popular e, também, na cultura pop. Sendo verdade ou não, desde então foram feitas séries especiais sobre ele, além de revistas e almanaques. Ou seja, a imagem do Pé Grande foi explorada ao máximo. Além disso, mesmo após muitos relatos, se intensificaram ainda mais aparições, fotos e pegadas do Pé Grande. Ele foi tema de séries, filmes, livros, inspiração para outros personagens e tudo mais o que você imaginar.

6 - DNA e prova

Quanto mais tecnologia e informação temos, mais as evidências a favor do Pé Grande vão parecendo estranhas. Em 2012, um veterinário chamado Melba S. Ketchum afirmou que após analisar 100 amostras genéticas, ele tinha provas da existência do Pé Grande, além de afirmar ter descoberto os antepassados do animal. Ele chegou a pedir ao governo americano para reconhecer o Pé Grande como um animal americano. A festa não durou muito, uma vez que depois de muitas análises, outros cientistas encontraram furos naquele estudo.

7 - Outras versões do Pé Grande pelo Mundo

Se você olhar de perto, mais lendas de animais peludos e grandes são comuns em vários cantos do planeta Terra. Uma criatura que é tão semelhante aos seres humanos, mas ainda assim tão selvagem e livre, desperta nossa imaginação. Existem outras versões como o Yeti do Nepal, o Orang Pendek, da Indonésia e o Yowie Australiano. Talvez o homem enxergue no Pé Grande um ideal de passado, como um Adão, porém, dificilmente ele não passa de uma lenda. Mas se o seu coração grita pelo pé Grande, não faz mal acreditar um pouco.

E aí, o que você achou dessas curiosidades? Comenta aqui comigo e compartilha nas suas redes sociais. Para você que prefere não ver o pé Grande, aquele abraço.

Próxima Matéria
Via   G  
Imagens AA
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+