Fatos Nerd

7 fatos sobre Avatar que só quem leu os quadrinhos sabe

0

O universo do entretenimento gira em torno de tendências. Sendo assim, há produtos que entram e saem de moda o tempo todo. Todavia, uma vez ou outra, surgem produções que conseguem resistir ao teste temporal. Chamamos isso de clássicos. Pois bem, um grande exemplo do que estamos falando é a franquia Avatar, que se mantém atual e popular apesar dos anos. Pensando nisso, resolvemos apresentar alguns fatos que fãs das animações A Lenda de Aang e A Lenda de Korra podem ter deixado passar, por não terem acompanhado a série de quadrinhos que serviu como intermediária entre as duas produções. Confira abaixo.

7 – O destino de Azula no hospital psiquiátrico

A última vez que os fãs viram Azula nas telas foi após a princesa confrontar Zuko e Katara e acabar sendo derrotada. Visto que aquela foi uma luta épica, não há do que reclamar e, tecnicamente, foi um bom desfecho, já que nem todos os personagens da família real da Nação do Fogo podem contar com um incrível arco de redenção. No entanto, o que poucos sabem é que, nos quadrinhos, a jornada de Azula teve continuidade. Assim como pudemos ver no desfecho de A Lenda de Aang, a irmã de Zuko estava psicologicamente instável. Como resultado disso, após o fim do livro três, ela foi enviada para um hospital psiquiátrico. Apesar da busca por tratamento, Azula não teve muito progresso e seguiu tendo alucinações com sua mãe.

6 – A missão da Equipe Avatar para encontrar a mãe de Azula e Zuko

Falando na mãe de Azula e Zuko, os quadrinhos também mostram a busca por Ursa, a progenitora dos herdeiros da Nação do Fogo. Através da versão impressa pudemos imergir um pouco mais no passado e entender o paradeiro da ex-esposa de Ozai. Acontece que, na sua juventude, Ursa amou um homem chamado Ikem. Porém, ela foi afastada dele para se casar com o príncipe Ozai. Zuko então vai atrás de sua mãe com a equipe Avatar e acaba descobrindo que ela se reuniu com Ikem, ambos ganharam novas vidas e aparências por causa da Mãe das Faces e tiveram uma filha. No meio do processo, Ursa acabou tendo suas memórias apagadas para não precisar conviver com a dor. Por isso, ela nunca retornou pelos filhos.

5 – A crescente divisão entre as Tribos da Água do Norte e do Sul

Após sua jornada com Aang chegar ao fim nas telas, Katara e Sokka retornaram para casa na Tribo da Água do Sul. Porém, ao chegar na terra natal, os irmãos notaram grandes mudanças no local. Além de contar com edifícios mais altos, havia planos para que a tribo contasse com um enorme palácio. Todo esse projeto arquitetônico estava sendo supervisionado por Malina e Maliq da Tribo da Água do Norte que pretendiam deixar a Tribo do Sul mais preparada para lidar com outras nações.

Todavia, um grupo de rebeldes se revelou, defendendo que a Tribo da Água do Sul está abandonando muito de seus princípios nessa nova empreitada e exigiram que os estrangeiros se retirassem de suas terras pois, aparentemente, eles só tinham interesse em explorar o petróleo existente nas terras da Tribo da Água do Sul e enviá-lo para o norte. Em contrapartida, Maliq chamou os sulistas de incivilizados e afirmou que eles não saberiam usar o petróleo de forma responsável. No fim das contas, esse foi apenas o pontapé inicial para a divisão entre Norte e Sul apresentada em A Lenda de Korra.

4 – A base para a Cidade República vista em Avatar: A Lenda de Korra

Após o governo ditatorial da Nação do Fogo, a situação ficou bem complicada entre as Quatro Nações. Assim, buscando incentivar dobradores de todos os elementos a viverem em paz, a equipe Avatar criou o Movimento de Restauração de Harmonia. No fim das contas, Aang e cia conseguiram inspirar a harmonia entre dobradores de todas as nações e até não-dobradores, o que serviu como base para a criação da Cidade da República. Anos mais tarde, em A Lenda de Korra, vimos que essa cidade seria um lugar representativo da unidade dos elementos.

3 – O aumento da desconexão com o Mundo Espiritual

Também em A Lenda de Korra vimos que as pessoas estavam completamente afastadas do Mundo Espiritual. Em meio à todos os avanços tecnológicos não havia mais espaço para se conectar com a ancestralidade. Dessa forma, os famosos festivais e celebrações que vimos em A Lenda de Aang simplesmente deixaram de existir. Nos quadrinhos, essa disputa entre a modernidade e os locais sagrados foi apresentada. Já naquela época o Avatar Aang já se mostrou triste com o que o futuro guardava para o Mundo Espiritual. Esse universo dos espíritos é interligado à natureza, então o avanço da industrialização caminha diretamente contra o respeito aos espíritos.

2 – A escola de dobra de metal fundada por Toph

Nos quadrinhos, os leitores também tiveram a chance de conferir mais de Toph e da democratização da dobra de metal. A icônica dobradora de terra fundou uma academia para passar seus conhecimentos de dobra de metal adiante. Usando sua pulseira para sentir as pessoas que ela pensava que poderiam dobrar o metal, Toph reuniu um grupo de aprendizes cheios de potencial. Embora tenha demorado um pouco para eles pegarem o jeito, eles acabaram dominando a dobra de metal e originando a força policial da Cidade República, mostrando como a dobra de metal se tornou popular e importante.

1 – Industrialização e divisão entre dobradores e não-dobradores de Avatar

Assim como dissemos acima, os quadrinhos de Avatar mostraram a ampliação significativa da industrialização e modernidade nas quatro nações. Ao mesmo tempo, a tensão entre dobradores e não-dobradores também aumentava, já que não demorou para que máquinas substituíssem o trabalho dos dobradores. Sokka chegou a defender que essas máquinas agiam como um equalizador para não-dobradores. Independente disso, a industrialização e a tensão entre dobradores e não-dobradores podem ser vistos em A Lenda de Korra, especialmente em como as máquinas são usadas na força policial da Cidade República.

Fonte: CBR
Imagens: Nickelodeon  Dark Horse Comics.

7 grandes reviravoltas mantidas em segredo até o lançamento dos filmes

Matéria anterior

Por que, às vezes, os nossos olhos começam a tremer?

Próxima matéria

Mais em Fatos Nerd

Você pode gostar