7 pinturas malditas que você não deve levar para a sua casa
Tempo de leitura:3 Minutos, 27 Segundos

7 pinturas malditas que você não deve levar para a sua casa

A arte, nas suas mais variadas formas, consegue trazer consigo vários significados e interpretações. E mesmo que a maioria das pessoas não saiba, seus ícones trazem alguns fatos curiosos sobre a sua origem. Principalmente, as pinturas que, para muitos, podem ser entediantes e chatas, mas que carregam em si detalhes interessantes por trás da sua história. E nem sempre essa história das pinturas é uma coisa boa de se saber.

Quando pensamos em fantasmas, por exemplo, sabemos que eles são conhecidos por assombrar objetos e lugares. E algumas pinturas são mal-assombradas e você, provavelmente, não ia querer ter em casa. Todas elas têm a sua própria forma de assombração, desde mortes e incêndios à pinturas que ganham vida, no meio da noite. Mostramos aqui algumas pinturas mal-assombradas.

1 – The Hands Resist Him

Essa pintura passou a ser conhecida como “Pintura assombrada do eBay”, depois dos relatos de que os seus antigos donos fizeram, contando sobre experiências paranormais.

Esse quadro foi dito como o responsável pela morte do dono da galeria de arte, onde ele estava exposto, e do primeiro crítico de arte a revê-lo. Em 2000, essa pintura estava à venda no eBay. Mas os proprietários diziam que o garoto saía do quadro e que a boneca ganhava vida. E tudo isso, possivelmente, estava gravado em câmeras.

2 – The Crying Boy

O pintor Giovanni Bragolin pintou mais de 60 obras desse tipo. E todas elas são conhecidas por terem uma atração pelo fogo. As pessoas relatam incêndios, que foram causados pelas pinturas, que sempre ficavam intactas.

Tiveram casos de casa queimadas completamente, e até mesmo pessoas que ficaram feridas, mas as pinturas permaneciam intocadas. E todos os bombeiros, que iam ao resgate desses incêndios, relatavam a mesma coisa.

3 – The Dead Mother

Os relatos sobre essa pintura de Edvard Munch é que as pessoas tiveram tremores ou passaram a gritar repentinamente, depois de terem olhado para ela. A inspiração, para a pintura, foi a morte da mãe do artista, causada por uma tuberculose.

Além do quadro deixar as pessoas totalmente desconfortáveis, foi dito que os olhos da menina seguem quem estiver olhando para a pintura. Além disso, disseram que é possível ouvir o barulho dos lençóis da cama.

4 – The Portrait of Bernado De Galvez

Essa pintura foi pendurada no Galvez Hotel, na sua inauguração, em 1900. O quadro estava no corredor do hotel, e logo, os hóspedes começaram a reclamar que os olhos da pintura os seguiam, enquanto passavam pelo corredor. Ou então, afirmavam que sentiam o clima mais frio e uma sensação desconfortável, quando ficavam perto da obra.

5 – Man Proposes, God Disposes

Chamada em português de “O homem propõe, Deus dispõe”, a pintura de Edwin Landseer diz ser uma obra assombrada, oriunda da expedição de Franklin e perdida no Ártico canadense, em 1845.

Supostamente, essa pintura foi inspirada na imagem da vida real dos restos descobertos, que trouxeram de volta o pânico no governo canadense. E todos os anos, a pintura é coberta com uma bandeira, para os alunos não enlouquecerem ao olharem para ela.

6 – The Anguished Man

O artista, que pintou o quadro, o pintou com seu próprio sangue. E depois que ele acabou sua obra, ele cometeu suicídio. O quadro, não se sabe ao certo como, ficou na posse da avó de Sean Robinson. Ela manteve a pintura escondida, em razão de achar que ela era má.

Depois que a avó morreu, a pintura chegou a Robinson que relatou contratempos  com a pintura. É sabido que atualmente a pintura está trancada em um local escondido conhecido apenas por Robinson.

7 – The Stagecraft, or The Hanging Man

Essa pintura é uma adaptação de uma fotografia, que revelou um homem enforcado. Quando Laura P. foi pintar o quadro, ela estava se sentindo desconfortável. Ela pendurou sua obra em uma empresa local, onde os trabalhadores diziam que a peça se movia por conta própria. Além de os papéis, que estavam perto dela, desaparecerem.

Então, a artista decidiu pendurar sua obra, em sua própria casa. Depois disso, Laura experimentou vários episódios paranormais, por anos. E alguns deles incluíam a aparição de um homem sem cabeça.