A América Latina é uma região com quase a totalidade das Américas Sul e Central. Ela engloba países onde são faladas línguas consideradas românticas, que são as derivadas do latim, como o espanhol, português e francês.

Visto como um lugar de várias belezas naturais, a latinoamérica é lembrada pela maioria dos outros povos como um lugar paradisíaco cheio de qualidades. Além de seu povo que é conhecido por sua simpatia e sua hospitalidade. Mas quem vê essas boas qualidades e um povo tão feliz não imagina que nesses mesmos lugares já tiveram e alguns ainda tem vários ditadores. No Brasil o ditador mais famoso foi Getúlio Vargas, mas não se pode enquadrá-lo como um pior ditador. Após anos de seu governo ditatorial ele foi eleito democraticamente pela população brasileira. Nessa lista terão alguns dos piores ditadores da América.

1 - Anastasio Somoza Garcia

O ditador da Nicarágua ficou no poder mais de 50 anos. Ele foi tão influente que após sua morte, dois de seus filhos seguiram seus passos. Por todo esse período a família Somoza tratou a Nicarágua como um Estado de propriedade deles, tomando tudo que eles quisessem de riqueza do país e fazendo favores para familiares e conhecidos. Anastasio foi um ditador cruel e corrupto apoiado pelos Estados Unidos na época por ser veementemente anti-comunista.

2 - Porfirio Diaz

Esse ditador foi um general e herói de guerra que alcançou a presidência do México em 1876. Para que sua renúncia acontecesse, depois de 35 anos, foi necessário, nada mais nada menos, do que a Revolução Mexicana para tirá-lo do poder. Diaz foi um ditador especial, porque ele divide a opinião dos historiadores mexicanos se foi o melhor ou pior presidente que o México já teve. Por mais que o país tenha avançado e crescido em seu poder, ele era bastante corrupto e enriqueceu vários de seus amigos à custo das classes menos favorecidas.

3 - Augusto Pinochet

Um dos nomes mais conhecidos dentre esses ditadores é o do ditador do Chile. Pinochet tomou o controle em 1973 através de um golpe que depôs o líder de esquerda Salvador Allende. Nos quase 20 anos em que ele governou o país, ele foi responsável pela morte de milhares de líderes de esquerda e comunistas. O governo de Pinochet é conhecido pela crueldade com que tratou a população do Chile.

4 - Rafael Carrera

A América Central, entre os anos de 1086 a 1812, foi marcada por um derramamento de sangue e caos que veio das lutas por independência na América Latina. Na Guatemala, Rafael Carrera, um criador de porcos, pegou uma arma, conseguiu um exército de seguidores e assumiu a presidência do país em 1838. Ele governou o país por 27 anos, até sua more. Carrera foi responsável por estabilizar a nação em época de crise, mas ele foi um ditador que aboliu algumas liberdades do povo da Guatemala.

5 - Eloy Alfaro

Ele foi presidente do Equador de 1895 a 1901 e depois de 1906 a 1911. Ele também era bem influente mesmo no período em que não estava no governo. Alfaro defendia o Estado laico e queria manter os direito civis dos equatorianos. Com suas ideias progressistas, ele foi um tirano que não gostava de ser contrariado. Ele reprimia todos seus oponentes e chamava o exército toda vez que sofria um revés político. Ele foi morto por uma multidão enfurecida em 1912.

6 - Jorge Rafael Videla

Foi um general argentino que comandou o golpe militar do país. A ditadura argentina foi a mais sanguinárias ditadura militar na América do Sul. Foram 30 mil civis assassinados pelo regime. O ditador Videla acreditava que estava realizando uma missão divina.

7 - Fidel Castro

Esse sim é o nome que vem à cabeça de todos quando se pensa em ditador. Fidel Castro foi considerado o maior ditador reinante. Ele foi primeiro-ministro de 1959 a 1976 e depois presidente 1976 a 2008. Cuba continua a ser um estado de partido único com todo o poder nas mãos da família Castro. Os tribunais são controlados pelo poder Executivo, ou seja, pela família. Ele foi conhecido por atribuir os problemas do seu país aos Estados Unidos.

Publicado em: 16/07/18 19h11