• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 recém-nascidos que mais sofrem no reino animal

POR Leticia Rocha    EM Mundo Animal      27/09/18 às 19h00

A sobrevivência é parte da vida diária de vários animais selvagens. A menos que estejam em destaque no topo da cadeia alimentar, eles precisam lutar pela sobrevivência desde cedo. Nós nem sequer imaginamos o quão difícil é a vida dos recém-nascidos desses animais, para que consigam chegar a vida adulta.

Há casos diversos. Alguns já nascem sem as mães, outros precisam de imediato escapar dos predadores. E há também um caso sinistro em que, antes mesmo de nascer, já existe uma verdadeira luta pela sobrevivência.

Confira agora os recém-nascidos que mais sofrem no reino animal.

1 - Iguana Marinha

A iguana-marinha tem como principal predador as cobras que, por acaso, estão sempre a espreita de que alguma iguana-marinha dê bobeira. Os ovos da iguana ficam no subsolo e quando elas nascem, precisam ir em busca de comida por conta própria. No entanto, quando saem, precisam ser espertas e ágeis para fugir das cobras.

2 - Tubarão-Touro

Por incrível que pareça, a luta pela sobrevivência dos tubarões já começa dentro do útero. Uma fêmea é capaz de gerar até 12 fetos, no entanto, por conta da grande dimensão do animal, apenas 2 filhotes nascem. Acontece que desde o 5° mês de gestação, os filhotes começam a praticar o canibalismo. Geralmente o mais forte e mais velho sobrevive e um outro, que também tenha conseguido lutar por sua sobrevivência

3 - Tartarugas marinhas

As tartarugas nascem sem as mães e precisam ser espertas para sobreviver. Assim que o ovo eclode, elas precisam cavar, até alcançar a superfície. Quando conseguem abrir uma fresta, elas saem e precisam andar o mais rápido possível até o mar. Quando elas conseguem alcançar o mar, começam sua jornada de cerca de 10 anos, nadando sozinha pelo mar, aprendendo a se esquivar de predadores e a sobreviver com autonomia.

4 - Girafa

As pequenas girafas já vêm ao mundo de uma forma não muito convencional. Assim que saem do útero da mãe, sofrem uma queda de cerca de 2 metros de altura. Antes que possam se recuperar do tombo e da dor, o filhote recém-nascido é empurrado e chutado pela mãe, para que se levante logo. Isso porque os predadores podem se aproveitar da fragilidade do animal e atacá-lo. A mãe girafa então chuta e empurra o filhote, até que chegue a uma região de grama alta, aonde possa ser camuflado.

5 - Dragão de Komodo

A situação desse réptil é um pouco similar a da iguana. O dragão de Komodo é natural da Indonésia, onde quase todos os outros animais são seus predadores diretos. A fêmea põe os ovos próximos às montanhas e assim que nascem, exaustos e sozinhos, eles precisam lidar com os predadores. Aves, cobras, gatos e até outros lagartos estão a espreita para saciar a fome. Assim que submerge, os filhotes procuram a árvore mais próxima e a escalam. E lá eles permanecem pelos próximos 3 anos.

6 - Pinguim-imperador

Os filhotes de pinguim nascem durante um período de inverno rigoroso, com temperaturas de 40° negativos. Além de ter que sobreviver as baixas temperaturas, eles também precisam sobreviver a escassez de alimentos. Caso a mãe ainda não tenha retornado de sua viagem, o pai regurgita uma substância no esôfago dos filhotes. Caso a mãe tenha retornado, é ela quem faz isso. Essa alimentação é suficiente para que as penas do pinguim cresçam e o aqueçam. São 45 dias nessas situações extremas.

7 - Cavalos-Marinhos

Apenas uma pequena quantidade de cavalos marinhos sobrevivem após o nascimento. As criaturinhas que nascem com menos de um centímetro não têm estômago e por isso, precisam se alimentar constantemente. No entanto, ainda são pequenos, mal sabem nadar e precisam fugir dos predadores. Além disso, eles ainda correm o risco de serem arrastados pela forte correnteza. Isso os distancia dos locais mais propícios a sua sobrevivência, aonde encontram alimentos em abundância.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Leticia Rocha
Jornalista e aprendiz de Dani Noce. No insta é ticia_rochaa
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+