Ciência e Tecnologia

7 vírus e bactérias completamente mortais que foram criados em laboratório

0

Ao longo da história, muitas doenças surgiram e graças a ciência e aos esforçados cientistas e pesquisadores, conseguimos desenvolver vacinas e medicações capaz de combater vírus e bactérias e garantir nossa sobrevivência. No entanto, de vez em quando, alguns dessas doenças parecem burlar nossos mecanismos de defesa e voltar à tona, em toda sua força.

Assim, os cientistas acabam por experimentar e testar amostras desses patógenos em laboratórios para estuda-los, o que acaba permitindo novas descobertas e nos livrando de epidemias e surtos das mesmas. Pensando nisso, hoje, listamos para vocês alguns deles que já foram criados em laboratório. Confira!

1 – Horsepox

Cientistas da Universidade de Alberta, no Canadá, criaram um vírus tão letal quanto a varíola. Tal vírus foi chamado de Horsepox. O vírus foi criado durante um estudo patrocinado por uma empresa farmacêutica. Segundo os cientistas, o vírus foi criado enquanto eles buscavam criar vacinas melhoradas para combater a varíola. Entretanto, o Horsepox não afeta os humanos, mas é fatal para os cavalos.

2 – Peste negra

Entre 1347 e 1351, cerca de 50 milhões de pessoas morreram na Europa vítimas da peste negra. A doença é causada por uma bactéria chamada Yersinia pestis. Há alguns anos, cientistas da Universidade Tübingen, na Alemanha e da Universidade McMaster, no Canadá, conseguiram recriar a mesma cepa da bactéria mortal utilizando amostras de DNA extraídas dos dentes de uma das vítimas que morreu durante a peste.

3 – Polio

Pesquisadores da Universidade Estadual de Nova York recriaram um vírus artificial causador da poliomielite, e que é tão potente quanto o natural. Tal experimento levantou uma série de questionamentos entre a comunidade científica, uma vez que pessoas mal intencionadas poderiam se aproveitar da descoberta para criarem armas biológicas.

4 – SRAG 2.0

Síndrome respiratória aguda grave (SRAG) é um vírus letal. Entre 2002 e 2003, mais de 800 pessoas morreram durante uma epidemia da doença, onde aproximadamente 8 mil pessoas foram infectadas em 29 países. Ralph Baric, da Universidade da Carolina do Norte (EUA) e sua equipe recriaram o vírus da SRAG.

A pesquisa foi desenvolvida por eles, pois, segundo os pesquisadores, o vírus natural pode sofrer mutações e se tornar imune às vacinas. Ao criar um vírus mais letal e mutante, eles poderiam conseguir desenvolver vacinas ainda mais fortes que nos salvariam de uma possível epidemia letal do vírus.

5 – MERS-raiva

Os cientistas criaram um vírus híbrido entre os causadores da Síndrome respiratória do Oriente Médio (MERS) e da raiva. O objetivo dos pesquisadores é desenvolver uma vacina que possa proteger os humanos dos dois vírus. As taxas de fatalidade da MERS é de cerca de 35%, o que é considerado alto, se comparado a outras doenças.

 6 – Gripe aviária

Cientistas holandeses criaram uma versão ainda mais mortal e mutante do vírus da gripe aviária. Eles ainda conseguiram fazer com que o vírus possa ser transmitido pelo ar, o que naturalmente ele não é capaz de fazer. Tal pesquisa gerou bastante polêmica na comunidade científica, devido a questões como armas biológicas e terrorismo utilizando o vírus.

No entanto, os pesquisadores afirmaram ter desenvolvido o estudo para encontrar maneiras de nos preparar para uma possível epidemia de gripe aviária.

7 –  H1N1

Em 2009, o mundo presenciou a volta catastrófica de uma doença que, em 1918, levou cerca de 100 milhões de pessoas à morte, o H1N1. O cientista Yoshihiro Kawaoka colheu amostras da cepa da epidemia de 2009, que era mais leve que a sua versão anterior, e criou uma versão ainda mais mortal do vírus. Ironicamente, Kawaoka criou um vírus muito parecido com as cepas de 1918.

Segundo o cientista, ele não tinha intenção de criar um vírus mais forte, mas estudar como o vírus se transformava e como ele era capaz de afetar nossa imunidade. O vírus mortal criado por Kawaoka se encontra armazenado em um laboratório em sigilo.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Robôs foram demitidos no Japão por estarem incomodando hóspedes

Previous article

Erupção do Monte Pelee, o maior desastre vulcânico do século XX

Next article

Comments

Comments are closed.