Entretenimento

Alok chora ao ouvir história de mãe que perdeu filho que era fã do DJ

0

O programa Altas Horas foi palco de mais uma cena emocionante, dessa vez, com o DJ Alok. No último sábado (15), ele conheceu uma mãe que contou a história do seu filho, que era fã do DJ mas morreu aos 19 anos sem a chance de conhecê-lo.

Quando Serginho Groisman, apresentador do programa, abriu o bloco de fazer perguntas ao convidado, Pollyana Palma aproveitou a oportunidade para fazer uma homenagem para o filho que faleceu há cerca de um ano.

“Ele tinha 19 anos para 20 e o sonho da vida dele era conhecer o Alok, poder ter a oportunidade de estar no show dele, vê-lo tocar”, contou a mãe. Além disso, a mãe revelou que só sabia que Alok seria a atração do programa quando já estava a caminho.

“Mais uma vez, filho, você está comigo. Então, Alok, receba o abraço do meu filho que com certeza está aqui, porque o sonho da vida dele era conhecer você, ele te admirava, falava de você, mas não deu tempo de ele poder curtir”, disse. “Pelo Murilo, um abraço em você”, conclui a mãe.

Alok, que estava emocionado com o relato, chegou a enxugar as lágrimas e foi até a plateia para receber o abraço de Pollyana.

Identificação

Ao voltar ao assento, Alok relatou que estava “muito apegado” à história. Ele também explicou que até fez uma música chamada Ocean, ou oceano em português, para uma mãe que havia perdido sua filha. Assim, o DJ disse que a canção de sucesso foi inspirada em um poema do guru indiano Osho, que foi essencial em ajudá-lo a lidar com o medo que sentia da morte.

“Ele [poema] diz que o rio, quando nasce, vai percorrendo todo aquele circuito de curvas até que chegar muito próximo do oceano e ele [rio] morre de medo. Porque ele sabe que a partir daquele momento, quando ele encontrar o oceano, ele vai desaparecer para sempre”, contou Alok.

Então, o DJ explica que o rio, ao se conectar com o oceano, não desaparece, mas se torna o Oceano: “Mas a partir daquele momento que ele se conecta com o oceano, ele não vai desaparecer e, sim, vai se tornar o oceano. E todos nós somos rios a caminho do oceano”, explicou.

Alok abraça mãe enlutada

Reprodução

Alok comentou sobre a história da mãe que havia perdido o filho há pouco tempo e estava diante do ídolo dele.

“Eu senti o abraço dele aqui agora, senti o seu abraço. Acho que nenhuma mãe e pai merecem passar por isso, mas tudo tem obviamente um propósito de Deus. Acredito nisso e gente ainda vai se reencontrar com ele quando nos tornarmos oceano”, conclui.

De acordo com o portal G1, Murilo Menezes, de 19 anos, faleceu em um acidente de carro há quase um ano. Ele estava saindo de um aniversário e pegou carona com um dos presentes. Porém, no caminho para casa, Murilo sofreu o acidente de carro, sendo o único a perder sua vida.

Dessa forma, Pollyana conta que, após sair do programa, ela não imaginava a proporção que sua história iria tomar. “Eu estou em choque com a repercussão que isso teve. Eu não tinha noção, mas se eu puder ter esse legado de poder ser um conforto com esse percurso de transformar a dor da perda e conseguir ajudar outras pessoas, eu entendo melhor o propósito”, disse Pollyana.

Nas redes sociais, internautas compartilharam o encontro de Alok com a mãe e falaram sobre como foi tocante. “Ninguém estava preparado para essa situação. Simplesmente aconteceu. Poliana falou sobre a perda do filho Murilo e como ele teria gostado de conhecer o Alok. Nenhuma mãe deveria passar por isso. Foi um depoimento muito impactante no Altas Horas. Muita força e luz para eles”, escreveu uma internauta de user @Nandasussekind no Twitter.

Fonte: Metrópoles

Brasileiros viajam as Américas de fusca e querem chegar ao Alasca

Matéria anterior

Pitbull de Dado Dolabella ataca vizinhos em Goiás

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos