Curiosidades

Americana de 70 anos tenta envenenar o marido com ácido bórico

0

Uma americana, de 70 anos, foi recentemente presa depois que seu marido a flagrou colocando ácido bórico em seu café. Robert Baron notou, pela primeira vez, que a comida que sua esposa preparava aderiu a um gosto estranho em setembro do ano passado. O indivíduo, desde então, começou a se sentir mal após as refeições e, em algumas ocasiões, se sentia tão cansado, que chegava a dormir 15 horas seguidas.

Suspeitando de que algo estranho estava acontecendo, o homem, de 63 anos, instalou uma pequena câmera de vigilância na cozinha sem avisar sua esposa Suncha Tinevra, a qual estava junto há 11 anos.

Envenenamento

Imagens capturadas pela câmera mostram Tinevra adicionando constantemente ácido bórico em seu café. O produto, como muitos sabem, está presente em substâncias utilizadas para matar insetos, como, por exemplo, baratas.

Após analisar as imagens, Baron decidiu denunciar sua esposa na 111ª Delegacia. O órgão fica no Queens, um bairro de Nova York, nos Estados Unidos. Tinevra foi interrogada logo em seguida. A cafeteira, bem como o pó de café que estava na casa do casal, foram apreendidos.

A perícia constatou que a esposa de Baron estava mesclando ácido bórico no pó do café. Durante o interrogatório, Tinevra admitiu que já havia utilizado a substância química em outras ocasiões.

“Já fiz isso duas ou três vezes, mas não me lembro de todas. Só faço isso quando estou com raiva”, disse a americana à polícia . “Eu só queria lhe dar uma lição”.

Após prestar depoimento, Tinevra foi liberada A americana não terá que pagar fiança, no entanto, possui uma ordem de medida restritiva que a proíbe de se aproximar do marido.

Ácido bórico

De acordo com o portal de notícias E-Cycle, o ácido bórico – também conhecido como borado de sódio e borato de cálcio – é comumente usado na fabricação de antissépticos e inseticidas – pois possui ação bacteriostática e fungicida. A substância, além disso, também é utilizada em produtos que agem como retardantes de chamas.

Nesse ínterim, vale frisar também que sais do ácido bórico podem, facilmente, ser encontrados em solução aquosa e, por isso, a substância, até hoje, segue sendo objeto de estudo, tanto para fins de caracterização dos riscos, quanto de toxicologia.

Conforme explicam os especialistas, o ácido é altamente absorvido por meio do trato gastrointestinal ou por inalação.

Efeitos na saúde

Em linhas gerais, o contato com o ácido bórico pode ocasionar reações alérgicas, bem como irritação nos olhos ou no sistema respiratório. As reações variam de pessoa para pessoa. Quando consumida em pequenas quantidades, a substância pode ser terapêutica, ou seja, não oferece risco à saúde.

Porém, em doses altas, pode ocasionar diversos problemas. De acordo com recentes estudos, altas quantidades da substância no organismo podem gerar quadros de neurotoxidade ou afetar drasticamente o sistema reprodutor.

Basicamente, quando o quadro envolve intoxicação aguda, os sintomas que se apresentam são: diarreia, vômitos, febre, descamação da pele, sonolência, queda da pressão arterial e até morte.

Por conta do caso descrito no início da matéria, especialistas envolvidos no caso revelaram que uma colher de sopa de ácido bórico é suficiente para matar um homem de 60 quilos. O americano sobreviveu porque a mulher adicionava pequenas doses no café e nas refeições que preparava.

Microsoft patenteou uma inteligência artificial capaz de imitar seus familiares mortos

Matéria anterior

As primeiras pessoas que vieram para as Américas trouxeram seus cachorros com elas

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar