Notícias

Casal está junto há 77 anos, desde a Segunda Guerra Mundial

0

O amor pode ser eterno? Os filmes e as demais produções culturais nos dizem que sim, mas é difícil encontrar esse tipo de amor na realidade. Porém, um casal especial mostra que talvez não seja impossível, estando juntos desde a Segunda Guerra Mundial.

O casal apaixonado em questão está junto há 77 anos, considerando apenas os anos de casamento. Então, comemoraram o que conhecemos como “bodas de alfazema” na última semana. O marido, Pete, de 100 anos, disse à sua parceira de longa data, Betty Anastasi, de 97 anos, “te amo do mesmo jeito”.

Assim sendo, o casal é de Manassas, na Virgínia, nos Estados Unidos. Já o namoro dos dois começou ainda durante a Segunda Guerra Mundial. Para comemorar essa data tão especial, Pete e Betty ganharam uma homenagem do Museu da Liberdade que destaca a história de amor deles. Já seu filho entrou na festa com uma motocicleta com Pete e Betty.

Amor em meio à Guerra

Casal Pete e Betty

Arquivo Pessoal

Pete e Betty se casaram no dia 9 de junho de 1945. Portanto, no início do mês, comemoraram 77 anos de matrimônio. “Estou feliz que você está comigo e eu estou com você, querida. Eu te amo do mesmo jeito”, disse Pete a Betty, segurando a mão da amada esposa.

Desse modo, na ocasião, Pete usou o mesmo uniforme do Exército com o qual se casou, antes da metade do século 21. “Comprei este uniforme para o nosso casamento e cuidei dele”, contou.

A história de amor começa em 1945, quando o noivo estava servindo ao exército estadunidense na Segunda Guerra Mundial, com base em Vint Hill, quando compareceu a um baile. Lá, ele viu Betty e se apaixonou.

“Chegamos aqui, e eu vejo esse bebê aqui… eu disse ‘Uau, eu preciso disso… Nós nos demos bem e oh, foi fantástico!” ele lembrou. Betty complementa a história, dizendo “Achei ele um amor”.

“Ela roubou meu coração, tanto que eu não pude fazer mais nada… Sério, olhe para ela, ela não é linda?” disse Pete. Apenas alguns meses depois, eles se casaram. Depois, criaram seus dois filhos. Enquanto Pete trabalhava para o governo federal, Betty era subsecretária do tribunal, mas tiravam tempo para viajar o mundo juntos.

Dessa forma, o casal que completa 77 anos de casamento conta alguns segredos para o amor eterno.

Segredo nº 1

O primeiro segredo é simples, mas eles confirmam que faz toda a diferença na relação dos dois. “Nós nunca vamos dormir sem ter um beijo – não é mesmo Betty?”, disse Pete.

Segredo nº 2

Já Betty ressalta que “tem que dar e receber”. Além disso, Pete acrescentou: “Ela quer que eu faça alguma coisa, eu faço. Eu quero que ela faça alguma coisa, ela faz. Temos algumas diferenças de vez em quando, mas isso é do ser humano”.

Poesia

Aparentemente, ler poesia para o amor de sua vida faz parte de como manter um amor vivo por tantas décadas. Assim, Pete compartilhou o que escreveu para Betty no aniversário de 50 anos.

“Este pacote de amor que tem 1,70m, com olhos azuis, abençoou nossa casa com duas jóias da vida”. O final até levou Pete às lágrimas nesse dia inesquecível. “Meu poema termina, ‘Mas a vida começa porque eu tenho você, minha querida esposa, aquela que eu conheci naquele pequeno baile e me apaixonei à primeira vista, um menino soldado.’”

Ao finalizar a leitura, Betty disse, em meio a uma risada: “Até eu chorei dessa vez”. Pete disse que queria a participação de outros membros da comunidade de idosos. Logo, ele comprou rosas vermelhas para cada senhora que mora lá.

Considerando que acabamos de passar pelo Dia dos Namorados, vale se inspirar nessa história para pensar sobre o que sustenta o amor duradouro.

Fonte: Só Notícia Boa

Estudante impede afogamento de cachorra que fugiu de pet shop

Matéria anterior

Celebridades que são donas de marcas que você não sabia

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos