Desde o lançamento do primeiro filme Capitão América: O Primeiro Vingador (2011), houve muito questionamento sobre como o personagem poderia ser atualizado para os tempos modernos. Bom, quem duvidava que Chris Evans seria um excelente Steve Rogers, acabou com as dúvidas depois que ele retornou em Os Vingadores (2012). Desde então, vemos o personagem crescendo a cada filme.

Em entrevista para o site Screen Rant, Evans falou sobre essa evolução do personagem ao longo dos filmes do Universo Cinematográfico Marvel. "Acho que o Cap sabe como compartimentar. Eu não vou falar sobre o que o filme aborda, mas em relação ao meu personagem, acho que ele está devagar - ele está se tornando desiludido à medida que fica mais velho. A cada filme, ele entende mais que o mundo não é como ele quer que seja, e acho que é por isso que existe uma conexão entre ele e a Viúva Negra. A Viúva Negra tem mais experiências que ele, e é um pouco mais calejada, e acho que de muitas maneiras, ele olha para isso e aprende", afirmou Evans.

Publicidade
continue a leitura

Capitão América aparece diferente em Vingadores: Guerra Infinita

Publicidade
continue a leitura

Você percebeu o visual diferente do Capitão América no trailer de Vingadores: Guerra Infinita? O uniforme reflete um pouco da sua mentalidade no filme, mas o personagem não perdeu a sua essência. "Eu essencialmente derrubei o escudo. Eu meio que fui um pouco mal-humorado. Mas, novamente, acho que é da natureza dele ser útil, e acho que, até certo ponto, para manter a sanidade, ele teve que funcionar em um sistema. É assim que o seu cérebro funciona, tem que haver algum tipo de fábrica funcional em que ele possa operar dentro", disse ele. "E então ele está executando essas missões, respondendo ninguém, na verdade. Quero dizer, é realmente o sinal de uma pessoa quebrada. Mas sim, esse é o ponto."

Publicidade
continue a leitura

O que você espera do Capitão América em Guerra Infinita? Deixe nos comentários e compartilhe a matéria.

Publicado em: 18/03/18 10h21