• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Conheça o jovem autista que aos 6 anos já estudava filosofia e história em Oxford

POR Jesus Galvão    EM Compartilhando coisa boa      12/03/19 às 14h38

Muitos de nós, aos seis anos de idade, estão iniciando sua vida escolar. Em algumas escolas existem estágios que antecedem o ensino regular, como os jardins e o maternal. No entanto, a grande maioria das pessoas acaba ingressando na primeira série do ensino fundamental.

Nesse período, temos as primeiras interações sociais com pessoas que não sejam os membros de nossas famílias, como os colegas de classe, os professores e os demais membros que compõem a equipe do lugar onde você provavelmente foi matriculado.

O pequeno gênio

As primeiras etapas de nossa formação geralmente compreendem o aprendizado dos números, letras e cores. Mas isso foi um pouco diferente para o pequeno Joshua Beckford. O menino de apenas seis anos de idade se tornou a pessoa mais jovem a frequentar uma das universidades mais prestigiadas do mundo: a Universidade de Oxford.

Joshua, que foi diagnosticado com autismo, ganhou um certificado de excelência depois de seus êxitos nos cursos que integravam um plataforma de aprendizado online para crianças consideradas superdotadas. Aos 13 anos de idade, o jovem acadêmico, que sonha em ser um neurocirurgião no futuro, recentemente foi adicionado a uma lista com trinta nomes de pessoas com autismo mais notáveis do mundo e que contribuíram para a sociedade.

Quando o pequeno Josua tinha apenas 10 meses de idade, seu pai, Knox Daniel, percebeu as incríveis habilidades de aprendizado de seu filho em um dia em que a criança estava sentada em seu colo na frente do computador. Daniel dizia quais eram algumas das letras no teclado e começou a perceber que o menino além de conseguir compreender bem o que ele dizia ainda se lembrava.

"Então, se eu lhe dissesse para apontar uma letra, ele poderia fazê-lo. Depois fomos para as cores.", disse Daniel ao portal Face to Face Africa.

Aos três anos de idade, o garoto já conseguia ler fluentemente através de fonemas. Aprendeu a falar japonês e até a tocar um teclado em um computador antes de aprender a escrever. "A partir dos quatro anos de idade, eu estava no laptop do meu pai e fiz um simulador de corpo onde tirei os órgãos", disse Beckford.

As conquistas

Um programa para crianças entre oito e treze anos da Universidade de Oxford foi descoberto pelo pai do menino em 2011. Como forma de desafiar o garoto, ele o inscreveu e ficou na torcida para que o filho fosse admitido para estudar no renomado local, mesmo ele estando abaixo da idade requirida pelo programa.

Para aqueles que acreditam que tudo no mundo possui uma razão, talvez esse fosse de fato o destino do menino e Joshua foi admitido, se tornando o aluno mais jovem aceito em Oxford. Na instituição, o menino fez um curso de Filosofia e um de História e foi aprovado em ambos com louvor.

Joshua é completamente fascinado pelo Egito e trabalha em livro infantil sobre a histórica nação. Além do mais, o pequeno gênio foi nomeado Embaixador de Apoio à Educação de Famílias de Baixa Renda para a Mentoring Advocacy Network na Nigéria, Uganda, Gana, África do Sul, Quênia e Reino Unido.

Seus pais estão muito orgulhosos das realizações de seu filho e o que o jovem alcançou até o momento e estão muito otimistas quanto ao futuro brilhante de Joshua.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+