• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Conheça os animais que são mais importantes para o mundo do que você possa imaginar

POR Bruno Destéfano    EM Mundo Animal      04/04/19 às 18h47

Não importa a origem ou espécie, os animais desempenham papéis importantíssimos para o equilíbrio da natureza. Não há isso de "vermes" ou "pragas" quando o assunto é a ordem natural das coisas.  Inclusive, para citar apenas um exemplo, o Estado da Bahia é ambientado por uma biodiversidade que tende ao infinito (ok, talvez nem tanto) por seu território formado pelos biomas como o cerrado, a caatinga e a própria mata atlântica. É importante conhecer os animais que são mais importantes para o mundo do que você possa imaginar. A natureza é feita de ciclos orgânicos e tudo tem algum sentido aparente.

Todos estes animais, por mais repugnantes que possam parecer, são moldados pelo ambiente e por diversos processos históricos para que se adaptem perfeitamente ao seu nicho ecológico específico. No entanto, não só isso: eles também são essenciais para a humanidade. Interessante, não é? Vamos conhecer um pouco sobre algumas desses animais que são mais importantes para o mundo do que você imagina e, quem sabe, nós não possamos abrir a mente para ver a beleza da natureza!

 

7. Cupins

A maioria das pessoas só sabe o básico sobre os cupins: são animais que comem madeira e que gostam de viver em materiais parecidos. E isso é ruim, não é? No que diz respeito à natureza, no entanto, a madeira morta representa risco para eventuais incêndios. Nada mais prático do que uma colônia de cupins para resolver os problemas. Os cupins são alguns dos animais que são mais importantes para o mundo.

Cupins são partes de uma equipe (fungos, bactérias e diversos insetos que comem madeira) que basicamente opera na saúde de todas as florestas do planeta. Parece importante.

6. Vespas

As vespas são conhecidas por suas picadas dolorosas e até mesmo venenosas. Porém, a maioria das espécies são incapazes de picar seres humanos. Elas desempenham um importantíssimo papel como polinizadores e no controle de outras espécies de insetos.

Muitas plantas, especialmente árvores robustas, têm a incrível habilidade de se comunicar apenas com vespas ideais para combater pragas que mastigam suas folhagens. As vespas atacam somente quando sentem que seus "filhos vulneráveis" estão sob ameaça. Não há combate gratuito. O nosso próprio medo faz com que, para as vespas, nós pareçamos mais agressivos.

5. Tubarões

O tubarão, protagonistas de vários filmes de suspense e um dos predadores mais temidos da natureza, é de enorme relevância para a saúde da população de peixes. Eles mantêm o equilíbrio necessário para que várias outras espécies possam prosperar em um mesmo ambiente. Os tubarões são sim animais que são mais importantes para o mundo e você nem imaginava isso.

Inclusive, alguns estão longe da imagem de predador. É possível perceber comportamento lúdico em determinadas espécies, sendo viável domá-los.

4. Baratas

Baratas! Ah, as temidas baratas! A maioria das pessoas não só não gosta como odeia as baratas. Eles são vistos como parasitas sujos e desagradáveis. Mas, pelo incrível que pareça, grande parte das espécies preferem uma vida mais ao ar livre, sem a presença de seres humanos. As baratas ajudam a reciclar a vegetação em decomposição e polinizam plantas. Em alguns casos, até atacam insetos mais nocivos.

Nem mesmo as espécies "sujas" são realmente sujas. Na verdade, as baratas domésticas só têm o potencial de espalhar a doença quando andam em objetos cheios de vermes. Ah, e acredite se quiser: os germes não se apegam a seus corpos tão facilmente assim. Algumas pessoas podem ser mais sujas que as "imundas" baratas.

3. Larvas de moscas

A simples ideia de imaginar larvas de moscas já é difícil para algumas pessoas, especialmente as que são mais sensíveis na região estomacal. A repulsa é quase imediata quando vem a imagem na cabeça de várias larvas se contorcendo em cadáveres. No entanto, o mesmo motivo da repugnância deveria ser a razão para que isso não aconteça mais.

A Faculdade de Medicina da USP, em conjunto ao Instituto Adolfo Lutz, estuda larvas de moscas porque elas simplesmente podem ajudar a esclarecer casos de morte. A análise dos insetos fornece informações que auxiliam na determinação do local e das circunstâncias do óbito. Sim, é isso mesmo que você leu.

2. Sapos

Os sapos são considerados "bioindicadores". Sabe o que é isso? Eles conseguem prever alterações ambientais. A pele permeável deste animalzinho, que muitas vezes causa medo nas pessoas, é uma característica que o torna suscetível para alterações no espaço ao redor, tanto físicas (temperatura), como química (poluição).

E não é só isso. As secreções dos sapos são úteis para que diversos tratamentos medicinais possam ser realizados, tendo ativos antifúngicos e analgésicos.

1. Parasitas

Os parasitas sempre foram negligenciados ou vistos como "inferiores". Engraçado, porque quase todos os animais selvagens do planeta têm parasitas alimentando-se ou reproduzindo-se dentro deles. Isso influencia a saúde do hospedeiro de forma gradativa, o que melhora o comportamento do animal.

Eles fazem parte do equilíbrio da natureza como qualquer outra forma de vida, no sentido de regular teias alimentares completas.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Bruno Destéfano
Escritor, fotógrafo e jornalista // Deixe que o conhecimento te revolucione de dentro para fora.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+