Curiosidades

Esse é o fator mais vinculado à saúde mental

0
Felizmente, estamos vivendo um momento em que falar sobre saúde mental não é mais um tabu, como já foi no passado. As pessoas estão se sentindo mais confortáveis em debater sobre o assunto e procurar ajuda. Até mesmo porque, hoje, as pessoas estão vendo como é importante ter e manter um equilíbrio emocional.

A saúde mental está diretamente ligada à maneira como você se sente e sua capacidade de lidar com os altos e baixos da vida. E estar em sintonia com você mesmo proporciona que você encontre o equilíbrio e desfrute de uma sensação de bem-estar, onde você se sente capaz e confiante para enfrentar os seus desafios.

Portanto, sempre procuramos a melhor maneira de manter a saúde mental boa. O usual é escutar que se tem que dormir oito horas por noite. No entanto, um novo estudo feito por pesquisadores da Universidade de Otago, na Nova Zelândia, descobriu que a qualidade do sono pode ser o fator mais importante. Até mais  importante do que horas dormidas, atividade física ou dieta.

Saúde mental

O sono interrompido já foi associado anteriormente com problemas de saúde mental. Como por exemplo, depressão e outros transtornos de humor. E ter uma dieta equilibrada também ajuda a prevenir depressão. Além disso, curtos períodos de exercícios também podem melhorar tanto a saúde física como a mental.

Por mais que os estudos anteriores analisaram o que afeta a saúde mental, eles olhavam um fator de cada vez. Agora, o novo estudo considera os três fatores de estilo de vida: sono, dieta e exercício. E o estudo tenta entender qual dele tem um impacto maior na saúde mental dos jovens.

“Sono, atividade física e uma dieta saudável podem ser considerados como três pilares da saúde, que podem contribuir para promover o bem-estar ideal entre os jovens adultos. Embora uma extensa pesquisa tenha mostrado os benefícios do sono, da atividade física e da dieta para a saúde mental e o bem-estar como indicadores individuais, a pesquisa que examina todos os três comportamentos juntos é limitada”, disse o autor principal, Shay-Ruby Wickham, da Otago Medical School.

“Conhecer a importância de cada um desses comportamentos de estilo de vida, individualmente ou em combinação uns com os outros, e a ordem hierárquica de importância informará as intervenções de saúde mental tanto na população quanto no nível individual”, continuou.

Fatores

Pesquisas anteriores sugeriram que comportamentos saudáveis, como comer bem ou fazer exercícios, muitas vezes podem ter um efeito coletivo no bem-estar. Contudo, outra possibilidade é que alguns comportamentos saudáveis possam compensar outras escolhas não tão boas.

Para esse novo estudo, os pesquisadores entrevistaram mais de 1.100 jovens adultos com idade entre 18 e 25 anos. Com isso, eles compararam os três grandes fatores de saúde que afetam a saúde mental.

A pesquisa foi respondida online entre 2018 e 2019. Eles foram questionados ar respeito do seu humor e bem-estar, dieta, exercícios e hábitos de sono. Além disso, os jovens disseram como se sentiam revigorados ao acordar todas as manhãs. E isso, é um indicador de sono de boa qualidade.

Vendo os resultados, as pessoas que dormiam aproximadamente 10 horas por noite relataram  menos sintomas depressivos. Já as pessoas que não tinham sono suficiente, menos de oito horas, ou sono demais, mais de 12 horas, relataram mais sintomas de depressão.

Principal fator

Além do sono, comer porções moderadas de frutas e vegetais todos os dias também estava relacionado com melhor bem-estar. Embora a atividade física, fosse o segundo indicador mais claro de bem-estar, a qualidade do sono a supera e é o indicador mais  forte de boa saúde mental.

“Isso é surpreendente porque as recomendações do sono se concentram predominantemente na quantidade e não na qualidade”, disse Wickham.

“Nossas descobertas sugerem que intervenções futuras no estilo de vida visando a qualidade do sono podem ser mais benéficas para melhorar a saúde mental e o bem-estar. No entanto, a atividade física e a dieta não devem ser desconsideradas”, concluíram os pesquisadores.

Artefato egípcio é encontrado em caixa de charutos na Escócia

Matéria anterior

7 filmes quase estrelados por Brad Pitt

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.