Curiosidades

Esses são alguns dos estudos mais bizarros já realizados

0

O mundo sempre esteve em constante evolução. Tudo o que vivemos hoje, só é dessa forma, por causa de atitudes tomadas no passado. Grandes guerras, explorações, eventos naturais e, é claro, estudos realizados por cientistas foram os responsáveis por moldar a vida como é hoje. No futuro, os nossos feitos hoje também influenciarão as próximas gerações. É claro que os seres humanos buscam respostas para tudo na ciência e em pesquisas que podem durar vários anos. No entanto, alguns estudos, realizados no mundo, chamaram a atenção por serem extremamente malucos, quase sem propósito para nós, que somos totalmente leigos.

Alguns cientistas dedicaram muito tempo de suas vidas em busca de respostas que, afinal, não conseguimos ver qualquer relevância. Você já deve ter se deparado com alguma informação que pensou: “não faz diferença na minha vida e nem pro mundo”. Pois bem, pensando um pouco melhor sobre esse assunto, decidimos trazer essa matéria para você, caro leitor. A redação da Fatos Desconhecidos então buscou e listou alguns dos estudos mais bizarros já realizados na história. Confira conosco a seguir e compartilhe com seus amigos desde já. Sem mais delongas, confira conosco a seguir e surpreenda-se.

Alguns dos estudos mais bizarros já realizados

1 – Pra onde os cachorros olham quando fazem cocô

Um grupo de cientistas da Alemanha e da República Tcheca decidiu pesquisar para onde os cachorros olham quando estão fazendo cocô. Os pesquisadores então observaram 70 cães, de 37 raças diferentes, durante dois anos inteiros. O grupo conseguiu documentar 1.893 defecações e 5.582 micções. Os cientistas determinaram então que os cães “preferiam excretar com o corpo alinhado ao longo do eixo Norte-Sul, sob condições de campo magnético mais calmas”. Essa pesquisa então mostrou que os cães são sensíveis ao campo magnético do planeta.

2 – Cães menores levantam suas pernas a alturas mais altas quando fazem xixi

Uma pesquisa realizada na Cornell, com diversos cachorros machos de vários tamanhos, realizou uma medição de marcas de urina na parede. Os estudiosos ainda calcularam o ângulo exato em que cada um levanta a perna ao fazer xixi. Os pequenos costumam levantar consistentemente as pernas em um ângulo mais alto. Os estudiosos acreditam que esses cães menores colocam suas marcas mais altas para que os cães maiores possam enxergá-los como bons competidores. Segundo o estudo, eles fazem isso para enganar os maiores.

3 – Morcegos fazem sexo oral

Alguns pesquisadores passaram dois verões inteiros observando uma colônia de morcegos. Os estudiosos documentaram 57 sessões de acasalamento durante 1.170 horas de observação. No final do estudo, eles relataram a descoberta de que 70% dos casais de morcegos praticavam sexo oral. Os cientistas ainda supõem que o aumento do tempo de duração da relação sexual possa melhorar a fertilidade da espécie.

4 – Efeitos negativos de engolir espadas

Um estudo avaliou alguns possíveis efeitos colaterais dos engolidores de espadas que atuam em circos e shows. Os estudiosos contataram 110 membros da associação internacional Sword Swallowers. 46 deles então decidiram participar desse estudo. A pesquisa então concluiu que o efeito colateral mais comum é a dor de garganta, nos peitos e pulmões.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comente então pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos.Vale lembrar que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

7 provas que você é mais inteligente do que pensa

Matéria anterior

Conheça Chanel, uma ovelha de estimação

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar