• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Garoto que nasceu com 2 rostos dá exemplo de superação e completa 14 anos

POR Toni Nascimento    EM Compartilhando coisa boa      30/01/19 às 18h08

Brandy e Joshua Johnson, quando resolveram ter um filho, não esperavam que ele chegasse com uma má formação extremamente rara e severa. O garoto Tres Johnson, do Missouri, nos Estados Unidos, veio ao mundo há 14 anos atrás, surpreendendo todos a sua volta.

Mesmo com a mãe fazendo acompanhamento durante a gravidez e realizando o pré-natal, não foi possível identificar previamente o problema. A má formação só ficou clara após o nascimento.

Duplicação craniofacial

Tres Johnson nasceu com duplicação craniofacial, má formação que é causada por um gene que altera a formação do crânio e faz com que a pessoa tenha algo semelhante a dois rostos. Às vezes, a pessoa nasce com dois narizes, quatro olhos e duas bocas. No mundo inteiro, existem apenas 36 casos de pessoas com esta má formação.

A condição causa atrasos cognitivos e convulsões. A maioria das pessoas que nascem com esse problema - lembrando que são muito poucas - já nascem mortas. Os médicos, ao falarem com os pais de Tres quando ele nasceu, disseram que a criança não iria sobreviver.

"Quando vi meu filho pela primeira vez foi traumático porque ele estava em uma incubadora e ligado a muitos aparelhos. A única parte dele que eu conseguia tocar era sua perna. Os médicos não queriam continuar com os cuidados e planejavam desligar os aparelhos, mas meu marido lutou por ele", contou a mãe Brandy, em entrevista ao jornal The Sun.

Sobrevivente

Mesmo contra as expectativas, o garoto conseguiu completar 14 anos recentemente. O pai do jovem afirmou que: "Uma vez que eu descobri que meu filho estava vivo, isto era tudo que importava para nós". A mãe também continuou comemorando: "Ver meu filho completar 14 anos é algo incrível! É surreal saber que ele chegou tão longe, estes 14 anos foram uma grande luta pela vida".

Hoje, o garoto precisa enfrentar o preconceito por causa da sua aparência. "Primeiro porque sabe-se muito pouco sobre a condição do meu filho. Na maioria dos casos de duplicação facial, a criança já nasce morta, em outros, a criança nasce com quatro olhos, dois narizes e duas bocas, o que não é o caso do meu filho. Além disso, é difícil achar um médico que trate meu filho como uma pessoa e não como um caso de estudo", contou a mãe.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta aqui com a gente e compartilha nas suas redes sociais. Para você que sentiu um cisco no olho, aquele abraço.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Via   Bebemamae  
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+