Curiosidades

Idosa torcedora do Juventude vai para a balada com os netos

0

Com o passar do tempo, algumas pessoas perdem o pique para baladas. No entanto, este não é o caso de Iraceli Camerato, idosa de 74 anos que acompanha seus netos nas agitações noturna de Caxias do Sul (RS). O último evento com presença dela aconteceu no sábado (4), e as imagens tomaram a internet.

Fonte: Reprodução / Twitter

Juventude no sangue!

Ironia do destino ou não, a avó de Thales, Augusto e Pedro torce para o Juventude, clube da cidade em que ela vive. Inclusive, foram os rapazes que convidaram a idosa para uma balada que aconteceria em um clube da cidade de 517 mil habitantes.

De início, durante a conversa em um jantar de família, ela mostrou resistência em ir ao evento por motivos futebolísticos. “No domingo de manhã (5), tinha jogo do Juventude contra o Fluminense. E eu sou bem juventidista, não perco um jogo”, conta Iraceli em entrevista ao G1. Portanto, ela só iria para a casa noturna se pudesse voltar cedo.

Nesse sentido, foi isso que o trio de netos da gaúcha prometeu. Segundo eles, a ideia era só tomar uma cerveja e voltar para casa, porém, as coisas saíram um pouco do planejado. Isso porque a própria idosa queria ficar mais, mesmo com o compromisso no outro dia com o seu time de coração. “Só que estava tão bom lá na festa que nós ficamos até 3h”, relata ela.

Conforme conta o neto de Iraceli, diversas pessoas pararam para admirar a disposição de sua avó. De acordo com o assessor de comunicação de 27 anos: “Ela fez fotos com muitas pessoas, todo mundo falava com ela, dizendo que estavam felizes por vê-la naquele ambiente, e dizendo que gostariam de ser ela no futuro”.

Nas redes sociais, a casa noturna em que a senhora se divertiu fez questão de postar as imagens da idosa curtindo a pista de dança ao som de Rihanna. Nos comentários, uma pessoa disse: “Pior q eu conheço a dona Iraceli da igreja”. Em seguida, o perfil do clube respondeu: “hahahah versatilidade!”

Uma vida das noites

A princípio, pode ter sido uma novidade para a idosa a sua ida à Level Cult, uma casa noturna LGBTQIA+ de Caxias do Sul. Porém, ela cultiva uma frequência de sair à noite maior que a de muito jovem por aí.

Durante os embalos de sábado após as 18:00, ela costuma reunir suas amigas e ir a bares com músicas tradicionalistas gaúchas. Além disso, quando ela tinha 18 anos, costumava festejar os carnavais de sexta-feira até terça-feira da outra semana.

“Eu gosto muito de dançar, tomar uma cerveja para alegrar, me comporto muito bem. Vou para a praia, gosto de jantar, ver futebol, onde me convidam eu vou. Durante o dia, limpo a casa, mas também tem os momentos em que fico olhando as mensagens no celular, mexendo nas redes sociais”, narra ela ao portal Gaúcha ZH.

Fonte: Andrea Piacquadio

A propósito, é por meio das ferramentas digitais que ela combina as saídas noturnas com suas amigas da terceira idade. “Minhas amigas já me mandaram mensagem, já está tudo prontinho para sábado”, garante a idosa.

Dessa forma, Iraceli procura curtir sua aposentadoria mantendo sempre a mente ocupada. Assim, ela mantém uma saudável vida ativa mesmo após passar dos 70 anos de idade, postura com muita admiração da comunidade médica.

Um estudo realizado nos Estados Unidos avaliou 900 idosos com cerca de 80 anos. Durante meia década, os pesquisadores notaram que os que tinham maior convívio social apresentaram mais facilidade em andar em linha reta e em lembrar de informações. Ou seja, a vida de Iraceli Cormelato pode ser uma forma muito eficaz de se preservar a lucidez.

Fonte: G1, Gaúcha ZH.

Crianças órfãs de Uganda ganham 1,3 milhões de seguidores com dança na internet

Artigo anterior

Erro de português em placa de Kombi revela esquema de furtos em SP

Próximo artigo