Curiosidades

Imagens impressionantes vencedoras do concurso de fotos aquáticas

0

Em sentido mais amplo, a natureza equivale tanto ao mundo animal quanto vegetal, mesmo em partes já modificadas pelo homem em geral. A palavra também se refere ao domínio geral de diversos seres vivos, como por exemplo, plantas e animais, e em alguns casos com objetos inanimados. A natureza é cheia de peculiaridades, por isso, as imagens capturadas dela sempre impressionam.

Nesse ínterim, se ela for observada, nem que seja por alguns minutos, não há quem não se impressione com sua beleza, que vai de cada pequena coisa até fenômenos monstruosos.

Dentre os lugares maravilhosos da natureza está o oceano. Isso porque sua imensidão abriga um número incontável de criaturas de todos os tipos, além de fenômenos curiosos. Tudo isso rende imagens estonteantes todos os anos.

Isso é tão verdade que anualmente acontece o Prêmio de Fotógrafo Aquático do Ano. Esse prêmio parabeniza e celebra as imagens mais impressionantes do mundo aquático. A competição foi fundada em 1965 no Reino Unido e celebra as imagens sob a superfície do oceano, lagos, rios e até mesmo piscinas.

Vencedor

BBC

Esse ano, o vencedor foi Rafael Fernandez Caballero com sua imagem de cinco tubarões-baleia se alimentando nas Maldivas. Na imagem, chamada “Dançando com os Gigantes da Noite”, os tubarões-baleia são vistos se alimentando de plâncton noturno perto das luzes de um barco.

“Já foi incrível quando um tubarão-baleia veio ao nosso barco. Mas cada vez mais tubarões continuaram se aproximando. Eu estava mergulhando com o pesquisador de tubarões Gador Muntaner, que não conseguia acreditar nos números. Ele contou 11 tubarões naquela noite. Algo inédito que ninguém pensava ser possível”, relembrou Caballero.

A foto do homem ficou em primeiro lugar entre 4,2 mil imagens de 71 países. Um dos jurados do prêmio, Alex Mustard, explicou o motivo de a imagem de Caballero ter ficado em primeiro lugar dentre todas as milhares de outras imagens submetidas.

“Fotografia precisa de luz. E simplesmente ter um registro desses gigantes em um oceano escuro é uma grande conquista. Fazer isso com uma luz tão bonita e uma composição cuidadosa dos cinco tubarões é excelente. A restrição de viagens no ano passado pode ter impedido muitos fotógrafos de visitarem suas águas favoritas, mas não acabou com a sua criatividade”, explicou ele.

Categorias

BBC

Além de Caballero, o prêmio tem várias outras categorias e também premiou outras imagens. Por exemplo, Matty Smith, que mora na Austrália, que foi escolhido como “Fotógrafo Aquático Britânico do Ano”. Ele ganhou o prêmio por conta de seu retrato de um tubarão branco grande nas Ilhas de Netuno, no sul da Austrália.

A imagem, chamada “Great White Split”, foi feita com uma cúpula em volta da câmera, um poste de carbono e um gatilho remoto. Tudo isso feito para que a imagem ficasse com uma perspectiva impressionante.

“Eu projetei e construí meu próprio equipamento para colocar a câmera exatamente onde eu queria. Surpreendentemente, os tubarões foram instantaneamente atraídos pela câmera. Na verdade, foi uma batalha para impedi-los de mordê-la”, disse Smith.

Macro

BBC

Na categoria de imagens macro, a vencedora foi essa foto de um encontro entre um camarão e um peixe-cachimbo em águas espanholas. O peixe se parece com uma folha de erva marinha. Justamente por isso, alguns camarões se fundem com seu corpo pensando que são folhas que se movem.

Naufrágio

BBC

Pelas imagens de naufrágio, a foto de um navio abandonado feita por Alex Dawson ganhou o prêmio. O naufrágio do Tyrifjord é um dos favoritos na área do resort de mergulho de Gülen, na Noruega.

Comportamento

BBC

O comportamento animal também sempre rende bons registros, como esse feito por Pekka Tuuri, na Finlândia. A foto foi tirada em abril do ano passado em um lago no país.

“Passei quatro dias e quatro noites vestindo roupa impermeável, muita roupa de baixo e um colete aquecido, para sobreviver na água a 5ºC. Boiei e fiquei parado entre os sapos. E logo eles passaram a ver a mim e minha câmera como parte da paisagem”, explicou como conseguiu o registro.

Preto e branco

BBC

Na categoria preto e branco, a imagem vencedora foi a chamada “O mundo subaquático de Sarah”. A imagem mostra o poder terapêutico que a água tem.

“Esta foto foi tirada um ano após a pandemia de coronavírus. Minha sobrinha de sete anos, Sarah, olha com deslumbramento enquanto prende o ar debaixo d’água. Minimizei minha presença, não dei instruções para Sarah e deixei a cena fluir naturalmente”, explicou Kerrie Burow.

Fonte: BBC

Imagens: BBC

NFT de cachorro caramelo destina parte dos lucros para ONGs que ajudam animais

Matéria anterior

Conheça o professor que inspirou a criatividade matemática de Stephen Hawking

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos